.

.

.

.

domingo, 31 de janeiro de 2010

Porta da Esperança

.

Eu fico pensando numa certa declaração de mulheres que aceitam convites de revistas para tirarem fotos nuas. Elas dizem que esses trabalhos abrem muitas portas para elas, fazem com que elas conheçam muitas pessoas que podem ajudá-las.
Também tem homens que fazem esse tipo de foto.
.

Isso me soa como falta de perseverança, falta de auto-confiança achar que só tirando a roupa conseguirão uma oportunidade. Eu acho que um profissional deve se valorizar e não aceitar qualquer proposta, isso em qualquer profissão.
.
Tenho a impressão de que hoje não é preciso ser artista para ser famoso, basta "causar", como diz a gíria. Na verdade, hoje parece que as pessoas não querem ser artistas, não querem nos mostrar arte e talento, querem ser só famosos, conhecidos.
.

Lógico que nem todas as mulheres tiram a roupa em revistas por esse motivo, mas esse post é sobre as que declaram que revistas abrem portas e longe de mim julgar quem aceita a proposta de fazer esse tipo de foto, pois como eu sempre digo, quem sou eu para julgar as atitudes e o comportamento de alguém se eu não passei pelas mesmas experiências de vida que ela passou, e se eu não estou na mesma situação que ela. Uma coisa que eu aprendi foi que as pessoas são diferentes e tiveram experiências de vida diferentes que as levaram à ser o que são hoje.
.

Será que os profissionais da televisão só querem um rostinho bonito?
Por tudo que eu já ouvi falar, eu acredito que sim.
Mas mantenho a opinião de quê precisamos acreditar mais no nosso talento, no nosso trabalho, estudar, ser persistente, ter fé, e assim as portas vão se abrindo, as oportunidades vão surgindo e temos que aproveitá-las.
.

Mas hoje uma revista Play Boy virou uma Porta da Esperança para muita gente.


Próximo Post: As cheias de Opinião

Beijinho

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Toque de Recolher

.
Olá Pessoal!
Conforme eu prometi no post anterior, no dia 03 de outubro (de 2009) eu visitei sim os blogs, mas ficou faltando alguns, e eu só pude visitá-los esses dias.
Eu não fiquei todo esse tempo sem postar propositalmente, não houve um momento em que eu pensei "agora vou dar um tempo com o Blog". Não aconteceu isso.
Tudo foi fluindo naturalmente, eu fui ficando sem postar e quando me dei conta já estava há vários meses sem aparecer por aqui.
.
O assunto já está "batido", ele não se encontra mais em seu auge, mas comentarei mesmo assim.
Já ouvi gente dizer que a prefeitura está fazendo o que os pais deveriam fazer, passar ordens para os filhos chegarem mais cedo em casa kkkk.
.
O que eu tenho à dizer sobre o toque de recolher para crianças e adolescentes é muito simples.
Eu morava numa cidade do interior e essa medida já existia por lá.
Eu acredito que não se tratava de uma lei municipal, mas tratava-se de cultura local.
Cidade de interior não é violenta (pelo menos a cidade em que eu morava não era, Itariri é o nome dela, rs) , então no final da tarde, eu gostava de ir brincar, jogar bola, andar de bicicleta em alguma pracinha ou em algum campinho com as minhas amigas.
Quando nós voltávamos para casa já era mais de 22 horas. E eu me lembro que uma vez uma amiga disse: "vamos logo porque criança só pode ficar até 10 e meia na rua".
E já aconteceu de algumas vezes um guarda nos abordar (quando já era tarde da noite) e perguntar o que nós estávamos fazendo na rua e onde estava nossos pais. Então a gente se explicava e ele mandava a gente ir para casa.
Só isso!
Ele não prendia ninguém, não colocava ninguém dentro do camburão, nada disso.
E na cidade ninguém reclamava disso, era algo normal. Não sei se a cidade tinha uma lei sobre isso, eu acredito que era realmente um costume da população.
.
Eu fico pensando no motivo que deixa a cidade pequena tão tranquila e livre de violência. No interior eles fecham os bares mais cedo, eles têm o toque de recolher para crianças e adolescentes, e tantos outros hábitos diferentes dos hábitos da cidade grande.
Não seriam esses hábitos que deixam as cidades pequenas tão seguras? Lógico que a pouca população é o principal motivo da falta de violência, mas eu acredito que esses costumes também ajudam.
Implantar costumes de cidade pequena em cidade grande, talvez ajude! (ou não, kkk)
.
Pelo que fiquei sabendo, as cidades que adotaram o toque de recolher para crianças e adolescentes conseguiram uma liminar na justica (portanto não estão fora da lei) e também estão de acordo com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) que em seu artigo de número 15, determina que crianças e adolescentes têm direito à liberdade de ir e vir, "ressalvadas as restrições legais".
Além do mais, crianças e adolescentes poderão sim ficar até tarde na rua, porém acompanhadas pelos pais ou responsável (até onde eu sei a lei era assim, rsrsrs).
.
Lógico que não se muda a cultura de uma cidade de uma hora para outra. Eu não imagino esse costume na cidade de São Paulo. Acredito que a população não iria gostar e nem aceitar.
Cada cidade com sua cultura.
Que medidas sejam tomadas em benefício da população, mas lógico, respeitando a cultura dela.
.
Próximo Post: A Exilada
Beijinho