.

.

.

.

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

47 - Transferências

Muitas vezes transferimos nossa personalidade, nosso caráter, jeito, valores, medos para outras pessoas.
Quando fico chateada ou brava com alguém, eu viro a cara e fico de bico. E quando eu percebo que irritei ou magoei uma pessoa, fico com receio de que ela vire a cara para mim também. Mas, isso raramente acontece, sempre que brigo com a minha irmã ela nem se importa com a briga e fala comigo normalmente, ela não guarda rancor mas, por eu ficar de bico com ela toda vez que brigamos, fico pensando que ela também ficará de bico comigo quando eu brigar. Eu acabo transferindo o meu jeito para ela, achando que ela vai fazer igual.
Eu tenho um vizinho que compra e não paga, todo mundo fala isso, conheço várias pessoas que já levaram calote dele. Esse vizinho sobrevive do aluguel de alguns imóveis que ele tem. Coitado de quem atrasar o aluguel, ele atormenta a vida da pessoa e até a despeja.
Meu pai fala que quem é pilantra com os outros, pensa que todos são pilantras com ele também, por isso fica preocupado em receber o aluguel. Ou seja, ele transfere seu caráter duvidoso para os outros e acha que todos são iguais à ele.
Tem gente que morre de medo da solidão e vive atormentando as amigas dizendo que elas precisam de um companheiro senão a vida delas será solitária.
Mas, existem pessoas independentes que gostam de morar sozinhas e não tem sentimento de solidão. Se eu tenho medo da solidão não significa que todos tenham também por isso, não tenho que atormentar os outros.
Uma vez eu pedi demissão de uma empresa em que trabalhava e a minha chefe achou ruim, não gostou. Então ela começou a me dizer que as outras funcionárias eram vitoriosas porque conseguiram comprar carro e estavam fazendo faculdade, tudo isso com o dinheiro daquele trabalho e que eu dificilmente conseguiria essas coisas em outro emprego.
Mas para mim, o sucesso é muito relativo. Se para algumas funcionárias ter carro e fazer faculdade era sucesso, para mim não era. Para mim o sucesso era conseguir outro emprego e sair de lá, e eu consegui, alcancei o que PARA MIM era sucesso.
Quem se acha uma pessoa invejada é porque morre de inveja dos outros.
Há pessoas que não confiam em ninguém, dizem de boca cheia que não existe ninguém confiável. Pode estar havendo uma transferência aí nessa história. Se ela não confia em ninguém e acha que todos vão passá-la para traz, provavelmente é ela quem é desse jeito, ela que passa os outros para traz e não é confiável.
Vamos ficar espertos quando alguém disser que neste mundo só existe enganadores, ladrões, corruptos pois, pode estar havendo uma transferência de caráter por parte dessa pessoa.

Beijos à Todos!

terça-feira, 26 de agosto de 2008

46 - Por que político que rouba sempre ganha a eleição?

São sempre os mesmos que ganham a eleição, ou pelo menos, o mesmo partido. Político que rouba sempre ganha a eleição por causa de uma famosa frase que eu escuto em todas as eleições: "Ele rouba mas, faz".
Um absurdo né!
E quem costuma dizer essa frase é o próprio povo (mas, em vez de ficarmos condenando o povo por causa disso, devemos encontrar as soluções que o levem à votarem melhor, chamar o povo de burro não resolve o problema, não é ofendendo que vamos conseguir alguma coisa). Eu penso que, caso eu tenha uma empregada doméstica que rouba as minhas coisas, eu não vou continuar empregando-a só porque ela faz o serviço. Alguns políticos que não vou citar nomes, vivem envolvidos em escândalos mas, o povo continua votando neles, só porque eles fizeram metrôs, túneos e avenidas. Eu acho que; mesmo que um político tenha feito algo pela cidade, estado ou país, quem rouba tem que estar na cadeia e não no poder. Eu não dou voto para quem está envolvido em escândalos mesmo que ele tenha feito alguma obra ou tenha dado algum benefício para a população afinal, lugar de ladrão é na cadeia e não no poder.
Beijos à Todos!

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

45 - Comportamentos

Antes de começar a falar sobre o assunto de hoje vou só entregar alguns selinhos, é rápidinho.
Este selo acima "Este blog me dá asas" quem me deu foi a Monique Lôbo no dia 11 de Agosto. Obrigada Monique, amei. Eu já o tinha postado junto com os outros selinhos aí na coluna ao lado e agora o coloquei no post como de costume. Repasso este selo para o blog da Jéssica sleeping lessons e para o blog Viajante da Imensidão.


O Selo "Este blog é no Capricho" eu repasso para as minhas melhores amigas da blogosfera que são a Teca, Monique Lôbo, Layz, Nina e Martinha. De umas semanas para cá tenho conhecido novas blogueiras(os) espero um dia me tornar amiga de todos, estamos só nos conhecendo ainda (rs).

E o selinho "Este selinho é de coração" eu repasso para todos os que estão na minha lista de blogs. Nenhum desses selinhos têm regras portanto, não é necessário repassar e postar, só se vocês quiserem, lógico!
O título do meu post é 'comportamentos'. Dizem os especialistas em alguma área que eu não sei o nome, que quando alguém mexe com a gente nós podemos ter três tipos de reações: Podemos reagir com um comportamento passivo ou com um comportamento agressivo ou com um comportamento assertivo.
Por exemplo:
Imagine que você deixou seu carro no lava-rápido e quando o trouxe de volta para casa percebeu que tinha uma mancha no carro, ou seja, você pagou para lavar o carro e mesmo assim ele não ficou totalmente limpo. Como você reagiria em uma situação dessas?
Você mesma(o) limparia a mancha? Ou você voltaria até o lava-rápido e "faria o maior barraco"?
Quem disse "eu mesma(o) limparia a mancha", teve um comportamento passivo. E quem disse que "faria o maior barraco" teve um comportamento agressivo.
Mas, dizem que o ideal é termos sempre comportamentos assertivos. O comportamento assertivo não ofende e nem briga com ninguém (ao contrário do agressivo) e também não aguenta tudo de cabeça baixa (ao contrário do passivo). Em uma situação como essa nós podemos voltar até o lava-rápido, explicar que ainda tem uma mancha no carro e pedir para que limpem. Não precisa ofender ninguém e não precisa aguentar tudo como se nada tivesse acontecido.
Já pensou se você tem uma coleção linda de cristais delicadíssimos enfeitando tua estante e então, tua amiga vai te visitar e leva o filhinho dela de 3 ou 4 anos e ele começa à mexer em tudo. O que você faria?
Brigaria com a crianças e com sua amiga dizendo que o filho dela não têm educação (comportamento agressivo) ou deixaria o menino mexendo na tua coleção de cristais lindos correndo o risco de quebrá-los? (comportamento passivo).
Uma boa idéia de comportamento assertivo é arranjar algum brinquedo e dar para a criança brincar e dizer para a mãe dele que está dando o brinquedo pois, ele pode se cortar com os cristais. Não precisou criar inimizade com a tua amiga e nem perdeu os teus cristais.
Quando me falaram o exemplo do lava-rápido eu pensei logo em limpar a mancha do carro e o pior é que eu sou assim quase o tempo todo, tenho um comportamento passivo. Mas, devemos ter comportamentos assertivos principalmente no trabalho. Em vez de um chefe sair gritando com os funcionários ou deixar eles usarem e abusarem da sua boa vontade, ele deve procurar ter sempre um comportamento assertivo, não ofendendo ninguém e nem fazendo papel de chefe bobão.
Beijos à Todos!

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

44 - Olimpíadas 2008

"Nenhum de nós já nasceu com jeito para
Super Herói."
"Deus dá asas, faz teu vôo"
Quase todos os blogs que eu visito já falaram algo sobre as Olimpíadas ou prestaram uma homenagem à ela, só eu que ainda não fiz nada. Então, decidi mandar uma mensagem de motivação para todos os atletas, não só para os que estão lá mas, também para todos aqueles sonham em estar em uma olimpíada. Abaixo tem o clipe da cantora Jamily cantando a música "Conquistando o Impossível". O clipe é lindo, ele mostra imagens de grandes vitorias esportivas do Brasil e de outros países. A música é linda e a cantora é maravilhosa, deixa muita cantora no chinelo.

Música: Conquistando o Impossível

Na voz de: Jamily

Acredite é hora de vencer.
Essa força vem de dentro de você.
Você pode até tocar o céu, se crer.
Acredite, que nenhum de nós,
já nasceu com jeito pra super herói.
Nossos sonhos a gente é quem constrói.
É vencendo os limites,
escalando as fortalezas,
conquistando o impossível pela fé.

Campeão, vencedor.
Deus dá asas, faz teu vôo.
Campeão, vencedor.
Essa fé que te faz imbatível
te mostra o teu valor.

Acredite que nenhum de nós,
já nasceu com jeito pra super herói.
Nossos sonhos a gente é quem constrói.
É vencendo os limites,
escalando as fortalezas,
conquistando o impossível pela fé.
Campeão...
Tantos recordes você pode quebrar,
as barreiras, você pode ultrapassar e vencer.
Campeão...

Beijos à Todos!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

43 - ENQUETE ENCERRADA

Sou Grata à todos que participaram!

Foi perguntado o seguinte:
"Tirando a corrupção, qual é o maior problema do Brasil da tua opinião?"

-VIOLÊNCIA
-SAÚDE
-EDUCAÇÃO
-DESEMPREGO
-MISÉRIA / POBREZA
-DESMATAMENTO

Trinta e quatro pessoas votaram e a opção escolhida foi 'EDUCAÇÃO' com 61% dos votos.
Eu tinha decidido comigo mesma que escreveria sobre a opção vencedora da enquete portanto, vou falar sobre EDUCAÇÃO.
Na verdade eu vou escrever o que o Senador Cristovam Buarque falou na televisão há um tempo atrás.
Como todos sabem ele frisa bem a educação em seu governo, tanto é que ele é conhecido como 'defensor intransigente da educação'. Ele falou que não devemos investir em qualquer educação, devemos investir em uma educação INTELIGENTE. O que seria essa 'educação inteligente?'
Hoje, quase todos os brasileiros querem estudar, estudar e estudar porém, para benefício próprio. As pessoas querem ter formações por pura ambição. Ninguém quer ser uma pessoa estudada com a finalidade de ajudar o próximo ou com a finalidade de espalhar seus conhecimentos no mundo. Tem muito profissional com vários diplomas, exercendo funções inferiores ao seu nível de escolaridade. E por que isso? Porque certos profissionais só pensam em dinheiro e nem se preocupam em exercer a função em que ele se formou através, por exemplo, de um trabalho voluntário. Muitas pessoas não trabalham por amor, trabalham unicamente por dinheiro. O próprio marketing, a própria propaganda das universidades incentivam à isso. Elas levam as pessoas à estudarem por ambição, para serem ricas.
Temos que incentivar uma educação que leve as pessoas à usarem seus conhecimentos acadêmicos para benefício do país, não somente para benefício próprio. Os alunos devem ter uma visão de mudar o país, do contrário, o Brasil não mudará nunca. Não adianta ter dezenas de diplomas, não adianta ter tanto conhecimento e guardar todos para você mesmo e não usufruir deles para mudar o país. Temos que estudar sim. Mas, temos que ter uma visão de que o nosso estudo deve contribuir para o desenvolvimento de muita gente, e não apenas para encher o nosso bolso. Devemos encontrar maneiras de utilizar nossos conhecimentos em prol de um mundo melhor. Estudar só para ficar rico ou só para ser chamado de doutor, essa educação não vai adiantar de nada. Precisamos de uma educação inteligente.
O Senador Cristovam Buarque não estava criticando os estudantes, ele criticava as universidades e escolas que só cultivam ambição em seus alunos e não cultivam neles uma visão de mudança de mundo.
Eu escrevi com as minhas palavras mas, basicamente foi isso que o Senador disse. E eu particularmente gostei muito do que ele falou. Quem gosta dele ou quem não gosta, eu não quero falar sobre isso, não quero falar sobre a pessoa 'Cristovam Buarque' . Eu apenas citei um trecho de um de seus discursos porque gostei muito, eu estou falando sobre o discurso, não sobre ele.

Bom, como todos votaram e assumiram seu voto, nada mais justo do que eu revelar o meu voto também. Fiquei muito em dúvida entre violência e saúde mas, no final das contas, optei pela ' violência ' que ficou em segundo lugar com 23% dos votos. Quem deu prioridade para a educação, fique atento às propostas apresentadas sobre ela. Já que para mim, a violência é o mais preocupante, nessas eleições vou escolher candidatos que apresentem melhores propostas para a diminuição da violência como por exemplo, mais policiamento, leis, mais câmeras pela cidade enfim, esse tipo de proposta.

Beijos à todos!

domingo, 10 de agosto de 2008

42 - ENQUETE

Gente eu fiz uma enquete, ela está na coluna aqui do lado -->

Quem quiser votar na enquete eu ficarei muito feliz e quem quiser me explicar sobre sua escolha eu ficarei muito feliz também.

Tirando a corrupção, qual é o maior problema do Brasil na tua opinião?

- VIOLÊNCIA
- SAÚDE
- EDUCAÇÃO
- DESEMPREGO
- MISERIA / POBREZA
- DESMATAMENTO

Beijos à todos!

41 - Dia dos Pais

Como todos sabem hoje é Dia dos Pais então, fiz este post em homenagem ao meu pai que é esse da foto ao lado. Eu não tenho do que reclamar do pai que Deus me deu. Durante a vida inteira, tanto ele quanto minha mãe me "bombardearam" com bons exemplos. Se hoje eu sou o que sou foi graças à criação que eles me deram. Nunca me influenciei por letras de músicas, nem por frases feitas de personalidades conhecidas, até porque certas frases que vivem na boca de muita gente, foram ditas por artistas que não deram um bom exemplo aos jovens, muitos desses artistas morreram devido ao uso de álcool e drogas. Eu acredito que se conhece uma pessoa muito mais pelo comportamento dela e não tanto pelas palavras dela. Grandes personalidades disseram frases bonitas mas, se a vida deles não era um bom exemplo, eu não acrescento essa tal frase na minha vida, independentemente se a frase é bonita ou não. Meu pai é um grande exemplo para mim e eu faço questão de ser influenciada por ele, pelos ensinamentos dele pois, eu que o conheço, vejo que ele vive do que prega. O maior ensinamento que recebi do meu pai foi o ensinamento da Palavra de Deus e quando eu tiver filhos vou criá-los da maneira que fui criada. Um Feliz Dia dos Pais para o meu pai que se chama Antônio Carlos e um Feliz Dia dos Pais para todos os pais. Desejo que vocês não entreguem a educação de seus filhos nas mãos de artistas, apresentadores infantis, internet, televisão, letra de música, frases feitas, etc. Espero que vocês assumam a responsabilidade de criá-los e instruí-los no caminho que eles devem andar, antes que pessoas mal intencionadas façam isso.

Beijos à todos, principalmente aos pais!

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

40 - Erros

Todo mundo erra mas, tem erros que nos deixam com os nervos à flor da pela. Uma vez eu caí na besteira de ir no salão para alisar o meu cabelo. A cabeleireira usou um produto tão forte e uns dois dias depois eu percebi que uma parte do meu cabelo havia caído. Fiquei com um buraco no couro cabeludo e tive que fazer um "bem bolado" para disfarçar o buraco. Eu colocava uma parte do meu cabelo em cima da parte careca, fiz isso até o cabelo crescer denovo. Na época eu não sabia nada sobre essas químicas. Hoje, eu acho que a cabeleireira deveria ter feito um teste antes de aplicar o alisante para saber se meu cabelo suportaria a química mas, ela não fez isso.
Ainda falando sobre salão, tem aquelas manicures e pedicures (não todas) que só faltam arrancar o nosso dedo fora e ainda por cima as nossas unhas nem ficam tão bonitas do jeito que a gente queria.
Outra coisa que me deixava nervosa era quando meu salário vinha errado. Eu tinha que ir até o RH da empresa para reclamar, ficava esperando durante horas até eles se certificarem de que o salário estava realmente errado e depois de tudo isso, tinha que ouvir eles me dizendo que o restante do dinheiro só seria depositado no próximo mês. É fogo viu.
Uma amiga minha foi ao pronto socorro e teve que tomar uma injeção no braço. Quando ela voltou do pronto socorro o braço dela estava com uma mancha roxa enorme, era uma mancha muito escura, ficou feio mesmo. Uma semana inteira se passou e o braço dela continuava com aquele hematoma então, ela teve que voltar no pronto socorro, a enfermeira deu uma pomada para ela passar em cima da mancha e uns dois dias depois quase não se via mais o hematoma. Não sei se isso pode ser considerado um erro médico mas, eu acho que a mancha apareceu porque a enfermeira aplicou a injeção de maneira errada sim.
Eu tenho um amigo que fez uma tatuagem no braço e a tatuagem ficou em alto relevo, ficou muito estranho, dava até aflição de ver.
Minha irmã casou e uns três meses depois o álbum de fotos da cerimônia ficou pronto. Quando ela começou à folhear o álbum percebeu que não tinha quase nenhuma das fotos que ela havia escolhido e havia várias fotos que ela não pediu. O marido dela falou "uns montes" para o fotógrafo e mandou ele consertar o álbum. Depois de quase um ano de casados, há poucos dias atrás o álbum finalmente ficou pronto. Ainda falando da minha irmã, ela comprou uma rack para sua casa e a rack veio com defeito. O marido dela ficava indo na loja todo dia para reclamar e só depois de meses a loja deu uma rack nova para eles.
Há uns anos atrás, aqui em casa nós compramos um armário de cozinha em uma loja que eu não vou falar o nome. Não entregaram o armário na data combinada e não vieram montar o armário na data combinada também.
Minha outra irmã, esses dias comprou vários produtos na revistinha da Avon. A moça que trouxe a revista para ela, anotou os pedidos tudo errado. Vários produtos que a minha irmã pediu não veio e veio vários produtos que ela não pediu. Minha mãe mandou ela devolver o que ela não havia encomendado mas, aí ela ficou com preguiça de ir atrás da moça e acabou deixando para lá.
A revistinha em si já engana a gente. Na revista as cores das maquiagens são fortes e brilhantes, e quando chega a encomenda não é nada daquilo que estava na revistinha.
Eu tinha uma cadelinha e uma vez ela estava bem quietinha, tristinha, só ficava deitada. O meu pai a levou no veterinário. A veterinária falou que a minha cadela tinha uma doença (que eu não me recordo o nome dessa doença), receitou um remédio e aplicou uma injeção na minha cachorra. No outro dia a cachorra amanheceu morta. Eu fiquei tão triste, eu amava tanto a minha cachorra, o nome dela era Bolinha, ela era da raça capa preta. Posso estar errada mas, até hoje nada me tirou da cabeça que ela morreu por culpa da injeção que a veterinária aplicou.
Existem erros que são inadmissíveis como por exemplo, pessoas que perdem a vida por causa de um erro médico ou policiais que matam pessoas inocentes por engano. Mas, eu não quero falar sobre esses erros não, viu gente! Hoje eu só quero falar sobre esses erros mais "leves" do nosso dia-a-dia.
Eu passei chapinha no cabelo da minha mãe e da minha irmã casada, queimei sem querer a cabeça das duas, elas ficaram furiosas comigo e falaram que eu nunca mais vou passar chapinha no cabelo delas porque eu sou muito desastrada.
Aqui em casa sempre que compramos pizza por telefone e pedimos pizza de calabresa sem cebola, ela vem com cebola.
Sempre que peço para o meu pai ir no mercado para mim, ele nunca traz nada do que eu pedi. E olha que toda vez eu anoto em um papel tudo o que ele tem que comprar e entrego o papel na mão dele. É incrível, mesmo com a listinha na mão ele não compra as coisas certas. Não entendo como ele consegue fazer isso (rs). E além de comprar as coisas erradas ele me traz o troco errado também.
Quando alguns desses erros acontecem, minha mãe é a mais nervosa daqui de casa, ela reclama mesmo, já fez cada barraco! Ela fala que eu tenho que ser igual a ela, fala que eu sou muito boba e não tenho boca para nada e que eu preciso ser mais ativa (rsrs).
E desses erros que citei, todas as pessoas sempre deram uma desculpa para se justificar. Alguns erros a gente consegue corrigir, outros a gente engole e o importante é desculparmos uns aos outros e suportarmos uns aos outros (rs). Mas é bom a gente recorrer aos nossos direitos sempre que nos sentirmos injustiçados. Têm pessoas que agem da má-fé conosco e fazer papel de boba sempre ninguém merece .
Beijos à todos.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

39 - Pressões

Há anos atrás, a mulher sofria muita pressão da sociedade pois, queriam que ela fosse uma boa esposa, uma boa mãe e uma zelosa dona de casa.
Hoje, essa pressão continua. Porém, acrescentaram mais um item à essa lista. Além de boa esposa, boa mãe e boa dona de casa, a mulher sofre pressão para ser uma boa profissional também.
Se uma mulher optar por ser só uma dona de casa, irão julgá-la dizendo que ela deveria trabalhar fora. E se ela optar por ser uma mulher de negócios, irão julgá-la dizendo que ela não é uma boa dona de casa.
E ela não sabendo lidar com essas cobranças, busca atender à todas as expectativas da sociedade, talvez por medo da exclusão ou por medo de se sentir menos mulher, ou ainda por medo que os outros achem que ela é menos mulher.
Tentar ser uma "Mulher Maravilha", está fazendo muitas mulheres sofrerem de stress e depressão.
Eu prefiro ser 1% em várias coisas, do que ser 100% em uma coisa só. Mas, ser 100% em tudo, não dá. Ninguém é de ferro. Ninguém é robô. A mulher é muito pressionada também para ter um marido, se ela for "solteirona" será tratada como uma coitada.
Nenhuma mulher é menos mulher só porque não atende às pressões da sociedade. Ela não é menos mulher só porque não tem um marido e optou por ser solteira.Tem gente que diz que é vergonhoso uma mulher depender do dinheiro do marido, dizem que é vergonhoso uma mulher pedir dinheiro para o marido. Isso está fazendo com que ela se sinta mal e ache que está se aproveitando do companheiro. Quando eu casar, mesmo casada pretendo trabalhar fora mas, não é vergonha alguma eu e meu marido dividirmos o dinheiro, somos parceiros. Quando eu precisar de dinheiro não há nada de mal em pedir emprestado para ele, e vice-versa. Bom, é assim que eu penso.

Beijos à Todos!