.

.

.

.

domingo, 31 de janeiro de 2010

Porta da Esperança

.

Eu fico pensando numa certa declaração de mulheres que aceitam convites de revistas para tirarem fotos nuas. Elas dizem que esses trabalhos abrem muitas portas para elas, fazem com que elas conheçam muitas pessoas que podem ajudá-las.
Também tem homens que fazem esse tipo de foto.
.

Isso me soa como falta de perseverança, falta de auto-confiança achar que só tirando a roupa conseguirão uma oportunidade. Eu acho que um profissional deve se valorizar e não aceitar qualquer proposta, isso em qualquer profissão.
.
Tenho a impressão de que hoje não é preciso ser artista para ser famoso, basta "causar", como diz a gíria. Na verdade, hoje parece que as pessoas não querem ser artistas, não querem nos mostrar arte e talento, querem ser só famosos, conhecidos.
.

Lógico que nem todas as mulheres tiram a roupa em revistas por esse motivo, mas esse post é sobre as que declaram que revistas abrem portas e longe de mim julgar quem aceita a proposta de fazer esse tipo de foto, pois como eu sempre digo, quem sou eu para julgar as atitudes e o comportamento de alguém se eu não passei pelas mesmas experiências de vida que ela passou, e se eu não estou na mesma situação que ela. Uma coisa que eu aprendi foi que as pessoas são diferentes e tiveram experiências de vida diferentes que as levaram à ser o que são hoje.
.

Será que os profissionais da televisão só querem um rostinho bonito?
Por tudo que eu já ouvi falar, eu acredito que sim.
Mas mantenho a opinião de quê precisamos acreditar mais no nosso talento, no nosso trabalho, estudar, ser persistente, ter fé, e assim as portas vão se abrindo, as oportunidades vão surgindo e temos que aproveitá-las.
.

Mas hoje uma revista Play Boy virou uma Porta da Esperança para muita gente.


Próximo Post: As cheias de Opinião

Beijinho

25 comentários:

Miguel disse...

Eu acho que esse abrir de portas é uma falsa questão, porque na maior parte dos casos essas visibilidade não é muito considerada nem mesmo pelos mídia e pelo meio artístico. Ainda sou do tempo em que a Playboy brasileira "pegava" em actrizes já consagradas, sem necessidade dessa promoção, fazendo-o como que querendo mostrar a sua coragem e espírito moderno ou mesmo e principalmente pelas quantias envolvidas. Mas você tem razão, ontem como hoje dificilmente se tem uma chance no mundo do audio-visual se você não tiver um bonito palmo de cara ou um "padrinho" que substitua essa eventual lacuna. Recorda-se do caso da menina que cantava na abertura dos últimos Jogos Olímpicos? A verdadeira cantora ficava nos bastidores, enquanto uma garotinha mais bonita ficava dando a cara para a multidão e o flash dos fotógrafos. Não mudámos nada - como civilização - desde os tempos da antiga Grécia em que predominava o culto de tudo que era belo, valorizando o aspecto físico acima de todas as outras qualidades. Óptimo ver você de novo com essa força toda! Um abraço.

Karen Kremes (Karkr Napon) disse...

Olá Juliana!
Muito obrigado pelo comentário ;D

HAHAHA, amei seu post! Concordo com cada palavra dita, pra mim também é falta de competência precisar tirar a roupa para "abrir as portas", sem falar que é como você disse, hoje em dia não precisa ser artista para ser conhecido, é só fazer algo estúpido e que chame a atenção da mídia: pronto, "resolvido" seus problemas. Só pra constar: já notou que virou "moda" tirarem a roupa para protestar contra qualquer coisa? Ninguém merece...
Infelizmente os profissionais da TV só querem um rostinho bonito para suas produções mesmo, romances entre pessoas perfeitas (digo corpo atlético, cabelo maravilhoso, jovens, etc etc etc), prova disso é que dificilmente se vê um ator/atriz com mais idade protagonizando uma novela ou filme, por que? Porque não interessa alguém assim ao público atual, as pessoas gostam de ser iludidas e acharem que a vida é igual na TV. Lamentável.

Grande e forte abraço
Deus abençoe

Karen Kremes (Karkr Napon)

Oscar Menezes disse...

O grande problema é que vivemos em um mundo onde se valoriza mais um rostinho bonito e um corpinho gostoso. Vejo isso acontecer até no meu local de trabalho...

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Sabe o que acho bonito? Uma mulher falando disso. Acho muito importante.A mulher vive reclamando de igualdade, respeito,etc, mas fica se sujeitando a isso. Gosto demais de mulher, mas não gosto de banalização, é ruim para ela mesma.Queroa mulher lvire,forte, mas isso não precisa passar por sexo ao vivo na tv ou revista. E mais... só completa o temor que temos, cultura fica de lado. O tema é vasto, mas parabéns a você, como mulher por abordar. Beijos

Rafael Castellar das Neves disse...

huahau...muito bom..tem toda a razão...gostei da forma como propôs!!

Deni Maciel disse...

a porta da esperança ou abre por bm ou abre "pro" mal...

é mta hipocrisia pra pouco EGO..
é sujo falando do mal lavado..

enfim...

mta vela pra pouco bolo..

as pessoas deviam se importar com o q é ealmente importante..

ahaaa.vo fazer outra promoção mais modesta e justa se vai v kkkkkk
aqui em são paulo o ET morreu =/
a chuva não perdoa.
e a coisa tá mais feia que o cruzamento do carlitos tevez com a regina casé..
affi maria...
abraços e até mais V

Juliana Sphynx disse...

Totalmente apoiado!

Ariana Braga disse...

Eu concordo com o Oscar Menezes. e os demais.
E parabéns pelo post querida. Você soubre tratar muito bem do assunto.
Beijoos

Paulo Dionísio disse...

Olá Ju. Tudo em riba? Primeiramente obrigado pelo comentário em ambos os blogs que escrevo.
Algumas pessoas fazem de tudo mesmo para ter um rosto conhecido e deixar a sua marca. Eu acho que iria odiar ter um rosto conhecido no país inteiro, acho eu, que seria uma enxeção de saco, porém abre portas para muitas coisas, como disse.
Infelizmente as pessoas deixam de ser elas mesmo quando se tornam conhecidas. FATO.
Gostei do desenho do currículo, bem bolado.
E muito bom o blog.
Beijos.

Carlos disse...

poxa Juh, gostei muito do seu blog.
mulheres de atitudes são raras hoje em dia.
parabens pelas palavras.
to seguindo.

bjs

Carlos disse...

Poxa juh, gostei muito do seu blog.
mulheres de atitudes são dificeis hoje em dia.
adorei mesmo, parabens.
to seguindo.

bjs

Mary disse...

É isso mesmo, vc disse tudo, muitas mulheres ficaram de "bem com a vida" tirando a roupa.
Bjs

Katia disse...

Penso a mesma coisa...mas o que me encomoda nisso tudo são os valores passados para nós e nossos filhos, em que alguém só tem valor se tem o bumbum grande, corpão, corpinho, joga futebol, etc...Não vejo a mídia incentivando as pessoas estudarem, buscar conhecimento, sendo sujeitos reflexivos, vendo outras oportunidades porque ganha mais uma mulher fútil rebolando do que um profissional respeitado que estudou anos...isso pra mim é um absurdo...o pior é que a maioria é manipulado pelos meios de comunicação e o nosso capitalismo, sem perceber...acho que somos um bando de gados mesmo...temos que fazer a diferença...bjs...estamos em sintonia.

Laurinha disse...

Olá Ju,
Feliz em ver novas postagens.
O tema é punk, amiga. Mas ainda sou a favor de "viver e deixar viver". Eu escolho qualidade e deixo o contrário de lado. Quantos mais de nós optar por descartar o rostinho, bumbum ou o programa de mau gosto, menos eles serão presença em nossos meios de comunicação. Persistência e atitude, sempre.

Beijocas

Pah disse...

"Pagando bem que mal tem?" se a pessoa em questão não acha que isso possa ser evasivo e constrangedor e que ainda por cima poderá criar "novas oportunidades" qual o problema?

Layz Costa disse...

É verdade... as pessoas perderam seus valores.
O corpo, aquilo que é íntimo está sendo exposto como se fosse muito comum. O diferencial é: as pessoas se sentem cada vez mais vazias, porque o que há nelas pra ser explorado, descoberto, está cada vez mais conhecido.

beijo =*

Webert Gomes disse...

Que blog interessantíssimo!

A matéria, então...

Pensei que iria falar sobre moral. Daí, já ia logo dizendo que moral é um tanto indiscutível. Ela altera de região para região, de cultura para cultura. E ae, como podemos julgar moral se vemos apenas sob o ponto de vista da sociedade na qual estamos incluídos?

Mas o conceito de que muitos vêem a carreira pornográfica como uma porta aberta é verdade. Mas é direito de quem quer. Tranquilo! Valores humanos é outro fato indiscutível.

Para mim não abriria portas.
E depois que o corpo ficar velho?
Aff!
E se ficar aleijado? E se sofrer uma queimadura? Morre sem trabalho? As portas se fecham?

Acho que valho muito mais do que a representação do meu corpo para a sociedade. E o que posso faço fazer é ainda mais valioso do que as curvas do meu corpo, tão incertas e diferentes para cada ponto de vista.

Sabe lah... Opiniões. =)

O Profeta disse...

Chove bem no meio do mar
São de fogo as manhãs na ilha
A seda púrpura é lençol de amantes
Os olhos roubam a virtude à maravilha

Enchi a taça com absinto
Ergui o braço, toquei uma nuvem carmim
Ensaiei um passo de dança 
Senti que os pássaros riam de mim

Senti o resto da geada em descalços pés
Calei minha viola de dois corações
Deixei entrar no peito o tamborilar de perdidas gotas
Senti o sabor sal das minhas emoções


Convido-te a partilhar a outra metade


Mágico beijo

disse...

Também não esquecendo o dinheiro que se ganha com este tipo de exposição!!!Acredito que muitas o fazem só pelo dinheiro!!
bejinho

Bruna disse...

Eu concordo com você Juliana. Existem muitas pessoas hoje em dia que não estam nem aí pra fazer arte. Elas querem ser conhecidas e pra isso são capazes de fazer tudo. Acredito que uma revista de Play Boy abra portas, o dinheiro que a pessoa recebe pode até ajudá-la a viver alguns sonhos. Mas como você mesma disse, quem somos nós pra julgarmos os atos das pessoas que fazem isso.
Acredito que temos que lutar pelos nosso sonhos, assim, com certeza as protas iram se abrir.
E, respondedo ao comentário que você colocou lá no meu. Eu concordo que relações podem ser reconstruídas e podem ficar ainda melhores. Mas acredito que quando isso aconteça o cristal não tenha quebrado. Ele apenas sofreu um deslize. E é sempre bom colocar cristais novos na nossa vida né?
bjs :* gostei daqui, vou voltar mais vezes e to te seguindo!

Carine Passos disse...

Eu concordo que hoje em dia as pessoas não querem e não sabem o que é arte!
E isso é uma questão que eu tenho reflertido bastante nos últimos tempos! quando eu vejo pessoas dizendo que querem ser atores, o objetivo na realidade, é se tornar famoso! o ator de verdade nasce com a alma pura! & eu aprendi que os maiores atores não são reconhecidos pelo público!

ótimo post =D
1Bj

Luke Cohen disse...

hey.. tá estudando para demitir pessoas, que feio! rs

blog legal.. e bombadinho hein, rsrs

me segue lá no twitter:

http://twitter.com/CohenLuke

sempre que atualizo o blog, toda hora quase, rs, eu digo lá!

beijooo ;*

Fê Colcerniani Justo disse...

É complicado essas coisas de pousar nú! As meninas do BBB mesmo, sempre vão p a Playboy, acho que já entram sabendo q se não levar o prêmio do programa, basta tirar a roupa que ganha o mesmo tanto... Complicado né? e sim, a mídia só quer um rostinho bonito....

Beijosss

Emmy S. disse...

você tem tooda razão, flor, acho que você tem que pensar mil vezes antes de se sujeitar a esse tipo de trabalho... não julgo e nem discrimino quem faz, mas realmente isso é falta de amor-próprio, ou falta de vergonha na cara, haha. me desculpem quem gosta desse tipo de revistas e tal.. mas realmente, ter fé e estudar para ser alguém basta para atingir nossos objetivos se tivermos perseverança e perseguir até o final!

Simples assim... disse...

Ah Ju, o q vale é causar sim! Se até a Geisy ficou pelada eu tb fico...kkkkkkkk. Pois é fia, na nossa sociedade basta ter bunda, o resto é resto.......