.

.

.

.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Recolocação no Mercado de Trabalho

Primeiramente, muito obrigada a todos que me desejaram Feliz Aniversário no post anterior, fiquei muito feliz com o carinho de vocês! E no próximo post eu posto todos os memes e selinhos que eu acabei deixando atrasar.

Das empresas que eu trabalhei, apenas uma delas me pediu um atestado de antecedentes criminais antes de me contratar.

Muitas empresas fazem isso. E caso o candidato tenha passagem pela polícia a empresa não o contrata.

Eu achava que essa política da empresa era correta, nunca vi nada de errado nisso. Eu pensava que era apenas um dos requisitos exigidos pela empresa para a escolha de seus funcionários.

Algumas empresas não contratam pessoas que estão com o nome sujo, outras não contratam pessoas que são membras da mesma família, e outras não contratam quem tem passagem pela polícia. Empresas que não contratam ex-presos, para mim, eram empresas rigorosas, severas, sérias. Isso para mim era uma maneira de prevenir as pessoas a não cometerem crimes, servia para as pessoas pensarem duas vezes antes de fazer alguma coisa contra a sociedade, isso servia para condicionar as pessoas: "Não vou fazer nada de errado pois, amanhã ou depois, eu posso me arrepender e quando eu quiser trabalhar, nenhuma empresa vai me aceitar".

Era isso que eu pensava até ver na televisão as propagandas do Projeto Começar de Novo, criada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

O objetivo da campanha é sensibilizar a população para a importância da recolocação no mercado de trabalho e na sociedade, dos presos libertados após o cumprimento de suas penas.
Isso está escrito no próprio site do CNJ, aqui.
.

O slogam da campanha eu achei muito bonito: "Ignorar é fácil. Ajudar é humano".
.

Então, como eu estava dizendo, muitas empresas ainda não contratam ex-presos. Algumas pessoas são da seguinte opinião (vou escrever resumidamente com minhas palavras):
.

- A empresa deve sim contratar pessoas com ficha suja, pois se essas pessoas não conseguirem emprego elas voltarão a cometer crimes. E se elas estão procurando emprego é porque se regeneraram, se não tivessem se regenerado não estariam procurando emprego, mas sim, cometendo crimes outra vez.
.

E outras pensam assim:
.

- Se um cidadão decidiu ir pelo caminho da marginalidade é porque bom sujeito ele não é. Provávelmente ele não será um bom funcionário porque já mostrou sua tendência a cometer fraudes e ir pelo caminho mais fácil.
.

Para mim as duas opiniões têm sentido.
Eu acho que a gente tem que dar uma segunda chance para as pessoas mesmo mas, eu só quero fazer um comentário sobre o argumento de que as pessoas voltarão a cometer crimes caso as empresas não derem emprego para elas:
.

Eu acho que nem sempre uma pessoa comete crimes porque está desempregada. Tem homens, por exemplo, que já foram presos por baterem em suas mulheres. Trabalhavam o dia todo, quando chegavam em casa batiam em suas respectivas esposas e foram presos por causa disso, afinal de contas, violência contra mulher é crime, todos sabem disso. O emprego não o impediu de cometer um crime.
.

Na propaganda diz que nós temos que nos lembrar que os ex-presos já pagaram suas dívidas com a sociedade.
.

Olha! Eu acho que pagar é uma coisa e aprender a lição é outra. Gente, eu volto a dizer, nós temos sim que ajudar e dar uma segunda chance às pessoas, mas eu estou falando essas coisas porque eu entendo também o lado das empresas em só contratarem quem tem ficha limpa. Como eu sempre digo, infelizmente a cadeia aqui no Brasil não recupera os presos, então os donos de empresas acabam ficando com um pé atrás em relação aos ex-presos.
.

Só que eu acho que tem uma maneira de driblar esse "pé atrás". Ninguém sabe o que se passa no interior de ninguém, só Deus sabe. E pelo fato de não termos o poder de adivinhar o que se passa no interior de cada um, não temos como ter 100% de certeza que a pessoa realmente se regenerou, que Deus nos deixou um sábio ensinamento: Ele nos ensinou a não julgar.
.

Vou ser bem sincera! Se eu tivesse uma empresa e fosse contratar funcionários, eu sentiria medo de conviver com ex-assaltantes, ex-contrabandistas, ex-traficantes, etc.
.

Mas para não sermos injustos com ninguém, temos que perdoar e não julgar. Se a gente não der um voto de confiança para as pessoas, não vamos contratar ninguém, né!
.

Essa campanha realmente chamou minha atenção porque, eu na minha ingênuidade, nunca tinha pensado que a decisão de algumas empresas em não contratar pessoas com ficha suja, estava prejudicando a recolocação de muitas pessoas no mercado de trabalho e na sociedade de um modo geral. Mas eu acho que a contratação de ex-presos é mais comum do que a gente imagina, porque nem todas as empresa pedem o atestado de antecedentes de seus funcionários (ainda bem que elas não ligam para isso), ou seja, as empresas contratam pessoas com ficha suja e nem sabem.
.
Ignorar é fácil. Ajudar é humano!
.
BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

45 comentários:

Bertonie disse...

amagad, eo concordo contigo.
Eu acho que todos merecem uma segunda chance, afinal, se cometeu o crime e pagou pela sua pena, fazer o que, né?! Mas se eu fosse o dono de uma empresa e recebesse um curriculum vitae de um ex-traficante, ex-assaltante, ex-assassino, ex-suicida ou ex-seiláoke, ficaria meio inseguro, sim. Afinal, estar preso, isolado, atrás de grades de ferro, "à pão e água" não garante que a pessoa se regenerou totalmente, né.

beijaaao

Cassius Vallim... disse...

Caraca, fazendo justiça ao nome que leva seu blog... POLÊMICA!!!

Complicado hein?

Pra mim, as pessoas mudam, muitas não merecem segunda chance, depende do crime... mas as com delitos leves, podem sim mudar...

Quanto a não contratar um ex-presidiário... depende... voce vai perguntar que crime ele cometeu? Acho que não... então, complica... É fácil também julgar um empregador que nega essa chance a essas pessoas... Mas pense no lugar delas... Você, dona de uma empresa séria... com muito a perder caso entre alguém com má índole e com tendência a provovar qualquer tipo de distúrbio! É embassado...

Agora, pense pelo outro lado, um sujeito, pai de familia... que não teve educação, portanto teve 4 ou 5 filhos... ele que não tem dinheiro para comprar um leite... todos os dias ele vê seus filhos chorando de fome... e ele sem conseguir arrumar um emprego!!! O que você faria??? Não teria feito os filhos... claro, essa é a resposta mais sensata, mas pra gente que tem educação... e informação... Mas, quanto a eles?

Complicado!!!

Polêmico rs!!!

Clique nos anúncios!!!
Bejos...

' Sofih disse...

É realmente nescessário dar uma chance para as pessoas. Se não ouvesse perdão no mundo, estaríamos destruídos. Ninguém ajudar ninguém não leva a nada e não custa tentar!
Beijos

Gerly disse...

Todos merececem e precisam de uma segunda chance. Uma segunda chance é a oportunidade de fazer diferente.

Acho que mais chances não devem ser dadas. Principalmente nesses casos, as pessoas deveriam ter direito a uma única chance de mostrar que está regenerado e disposto a fazer diferente. Agarrar a oportunidade com unhas e dentes.

Voto pela segunda chance!

Mas só ela!

Beijokas, July!

Vc está cada dia mais polêmica, hein? rsrsrsrs...

:o)

Gerly disse...

Todos merececem e precisam de uma segunda chance. Uma segunda chance é a oportunidade de fazer diferente.

Acho que mais chances não devem ser dadas. Principalmente nesses casos, as pessoas deveriam ter direito a uma única chance de mostrar que está regenerado e disposto a fazer diferente. Agarrar a oportunidade com unhas e dentes.

Voto pela segunda chance!

Mas só ela!

Beijokas, July!

Vc está cada dia mais polêmica, hein? rsrsrsrs...

:o)

caurosa disse...

Olá minha cara amiga Julina Pires, aí vai um desafio literário que repasso para você. Esteja à vontade.

Forte abraço

caurosa

Mary disse...

Todos ex-presidiários merecem uma segunda chance, porque não!
Mas ainda existe o preconceito.
Bjs

Miguel disse...

Eu sei que é difícil contratar alguém que cometeu algum crime. É certamente mais fácil de falar do que se estivermos nós nessa situação, não é? Eu penso que nenhuma pessoa está livre de cometer um crime, seja ele qual for. Podemos roubar, matar, sei lá... Podemos fazê-lo por nós, pela nossa sobrevivência, pela família, por um amigo, num momento de zanga, por acidente... Eu não sei se daria o emprego, mas não dar emprego é quase como ir para a prisão, onde na maior parte das vezes você não fica uma pessoa melhor, muito pelo contrário. Parabéns por mais esta polémica, amiga.

Azrael disse...

essa campanha é uma iniciativa maravilhosa...
como eu trabalho no ministerio publico aqui de brasilia, eu vi muitos casos de pessoas que reincidem no crime por que nao conseguem nenhuma oportunidade devido a ter a "ficha suja"...

um ex-presidiario nao é um monstro, é uma pessoa que cometeu um erro e pagou por ele...

Vivian Sbrussi disse...

Oiii amiguinha!!! td certinho?
tenha um ótimo finzinho de domingo!

obs: dá uma passadinha lá no meu blog que tem um presentinho pra você!

bjinhoooo

Nádia disse...

Segunda chance ? Todos nós queremos uma segunda chance quando erramos não é verdade ? Generalizando mesmo, uma criança só aprende que bater é errado quando repreendida. Claro que não vamos comparar uma criança com um adulto que tem principios e educação (talvez), mas, acredito que uma segunda chance têm de ser dada se a pessoa está recebendo essa recompensa com sinceridade e respeito. Dar a segunda chance é dificil quando não se trata de algo pessoal.

Somos obrigados a dar segundas chances sempre pra nós mesmos.

Renata disse...

Poxa, fiquei um tempão sem passar por aqui ... mas essa coisa de final de ano ... com janeiro turbulento ... mas corrigo e prazeroso ... me fez ficar um pouco longe do mundo virtual. Vou voltar mais vezes. Bjs

Vera disse...

Olha Jú.... realmente é um assunto complicado. É um assunto com dois ângulos de visão. Acho que se fosse em empresa minha, quando soubesse que era ex-presidiário, eu com certeza ia querer saber por qual delito a pessoa teria sido condenada. Como vc mesma diz, cadeia no Brasil não conserta nada...só piora - vide a quantidade de presos que recebem indulto de Natal e, além de não voltarem, ainda aproveitam o indulto prá reinscidir no crime. Lemos isso nos jornais frequentemente.
Se fosse ex-presidiário de crimes leves, eu até pensaria numa segunda chance...mas conforme o crime, eu não "pagaria" prá ver não.
Beijinhos... bom começo de semana!!!

✰тєcα✰ disse...

Putz Juh esse tema tá a cara do nome do blog Polêmica!

Olha Juh é muito bonito falar fazerem propagandas com ótimos slogans, mas na prática não rola não, acho que pra presidiário além da cadeia deveria ter algum tipo de reabilitação de integração social onde lá eles sim mostrariam se tem capacidade para encarar a vida com direito a dormir em casa pra ver se surge recaida e tal, mas assim cumprir pena e sair trabalhando sei lá, é bom sempre ter o pé atrás né?

Beijinhos minha linda!

sandre disse...

Oi, parabéns atrasado,]
mas que vc tenha muita saude, paz, e felicidade,

feliz 2009,

pois estou voltando de férias esta semana.


Trabalho em uma empresa, que eles pedem atestado de antecedentes para todos novos contratados, por terhavio problemas no passado, com pessoas com ficha suja.

é um assunto muito dificil, pois alguns se recuperam bem, outras pessoas nem tanto.]

Mas acho que todos merecem uma segunda chance.

Um beijão e como sempre, posts muito interessantes

Sandre

Mélker de Queirós disse...

Muito bom seu blog.
meus parabens mesmo.
te coloquei nos meus favoritos tah?
grande abraço.

Karkr Napon disse...

Olá Juliana!
Obrigado pelo comentário, amei, hehehe
Ah! Feliz Aniversário, atrasado... hehehe, não havia comentado no seu post anterior :)
Amei seu post, a campanha da CNJ também me fez pensar diferente, antes também concordava em as empresas não contratarem pessoas com passagem pela polícia, mas agora vejo diferente. Todos merecem um segunda chance. Sem dúvida "ignorar é fácil. Ajudar é humano".
BJonas e Deus abençoe!
xD

Karkr Napon disse...

Olá Juliana!
Obrigado pelo comentário, amei, hehehe
Ah! Feliz Aniversário, atrasado... hehehe, não havia comentado no seu post anterior :)
Amei seu post, a campanha da CNJ também me fez pensar diferente, antes também concordava em as empresas não contratarem pessoas com passagem pela polícia, mas agora vejo diferente. Todos merecem um segunda chance. Sem dúvida "ignorar é fácil. Ajudar é humano".
BJonas e Deus abençoe!
xD

Mari disse...

É muito bom voltar e achar uma postagem desse nível.
abraços!

Brunette disse...

Olá!
Nesta questão, considero que "cada caso é um caso". Não se pode generalizar e olhar para todos os que já cumpriram pena de prisão da mesma maneira. Há aqueles que vivem para o crime e não têm respeito pelos outros, voltam para os mesmos hábitos que tinham antes de serem presos. Mas também há aqueles que se regeneram e pretendem voltar para a sociedade, fazendo algo de útil. A especificidade de cada ser humano torna esta questão muito difícil de resolver. É por isso que ambos os lados têm "razão nas suas razões"...
Bjos e boa semana!

P.S. Tem selinhos no meu blog para vc!

*Silvia Alencar* disse...

Vim retribuir sua visitinha e te desejar uma ótima semana...
Abraços e fui!!!

Miriã Duarte disse...

Olá............ Fiquei muito contente com sua visita em meu blog e por isso resolvi visitá-la também.......

Acredito que essas pessoas que você menciona tenham, com certeza, direitos a novas chances........ apenas acredito que devam ser mais rígidos os critérios de escolha......... Por exemplo, eu trabalho em uma escola infantil e nessa escola, alguns ex-presidiários prestam serviços comunitários para diminuição do tempo penal......... o problema é que eu acho que ex-presidiário não combina com crianças........ talvez seja preconceito meu, mas acho que as autoridades devem ter um pouco mais de cautela ao enviá-los a entidades públicas...... acredito que tenham chances de reabilitação, mas acredito muito mais na vida saudável e feliz de inocentes crianças que, desde cedo, iniciam suas vidas ao lado de criminosos.........

Abraços.......... gostei muito do seu espaço...... visite-me sempre.....

Miriã Duarte

Sementinha de Francisco e Clara disse...

lEMBREMOS DO QUE JESUS FALOU AO IRMÃO LADRÃO, APÓS O SEU ARREPENDIMENTO: "Ainda hoje estarás comigo no Paraíso."
Se o Senhor perdoa, quem somos nós, pobres servos, para não perdoar né, linda?
Pus o link de seu blog no meu blog.
tem problema?
Bjinhos
Linda semana.

Manoella disse...

Obrigada por passar pelo meu blog...LA tem textos legais sempre q de passe por la q sera bem vinda!!!
BjO*
Manu

Mezza Luna disse...

Juliana , vc visitou nosso blog e agora estamos aqui conhecendo o seu .....Adorei seu conteudo é 10 .
Como empresaria digo que me sinto completamente responsavel pelos meus funcionarios .E posso dizer que a funçao social da empresa é uma coisa muito importante ,embora muitos empresarios nao pensem assim ....Contratar uma pessoa que realmente precisa e quer trabalhar dar oportunidades ,reconhecer o trabalho dessa pessoa é fazer com que ela cresça junto com a empresa é a chave do SUCESSO para os dois lados EMPRESA X TRABALHADOR . Mas infelizmente nos sabemos que nem sempre é assim que funciona .... Mas é importante LUTAR contra todos os PRECONCEITOS . Pois com certeza , nos mais cedo ou mais tarde SEREMOS a proxima vitima.
Sera que seriamos quem somos se alguem algum dia nao nos tivesse dado UMA OPORTUNIDADE .....
PRECONCEITO ....SO SABE O QUE É QUEM UM DIA JA FOI VITIMA DESSE ABOMINAVEL SENTIMENTO .TEMOS QUE TRABALHAR ISSO DENTRO DE CADA UM DE NOS PARA QUE UM DIA POSSAMOS SER UM POUCO MAIS HUMANOS .
Um grande beijo ...
MEZZALUNA mezzaluna@hotmail.com

Miguel Barroso disse...

ignorar é mesmo fácil, enfim...



Abraços d´ASSIMETRIA

DO PERFEITO

Paulinho Adorador disse...

Juh, vc tocou num ponto que há mto tempo venho pensando: temos a mania de julgar as pessoas. Esse papel não cabe a nós, porque não somos isentos de errar. Por isso realmente acho que dar uma segunda chance é mais do que honroso, é humano!
Bjos Juh!

Paulinho Adorador disse...

Ah Juh, falando nessa questao de emprego, eu vi qki no blog um anuncio do STC. Só queria saber se é um negócio sério msm e vc trabalha p eles.
Se vc puder me responder eu agradeço.
Bjão!

Funcionária do Mês disse...

Parabéns pelo post, é muito importante levantar este tipo de discussão, apesar da polêmica que o envolve. Eu sou a favor da segunda chance. Com certeza vai ter gente me crucificando, dizendo que penso assim porque nunca ninguém da minha família foi vítima de algum crime. Mas acredito que, se a segunda chance não existir, corremos o risco de viabilizar um círculo vicioso: após cumprir a pena, e não conseguir um emprego, ou seja, não se reinserir na sociedade, a pessoa pode voltar para a marginalidade e, mais uma vez, voltar para a cadeia... Realmente, para se pensar. Posso colocar um link em meu blog sobre essa postagem? Afinal, meu blog fala sobre trabalho, e essa é uma discussão oportuna. Aguardo resposta! Obrigada!

Viajante da Imensidão disse...

Ter uma segunda chance...acho que todos nós às vezes precisamos disso...porém uma segunda chance serve para repararmos o erro que cometemos, nos regenerar e conseguir superar o fracasso ocorrido anteriormente...como vc disse, infelizmente nosso sistema prisional é muito fraco no quesito de recuperar e reeducar a pessoa antes de retorná-la à sociedade...a prisão geralmente é um local de muito vandalismo..mas se uma pessoa decide mudar e reparar o seu erro, ela consegue e merece sim uma segunda chance....pq como diz o slogan da campanha "Ignorar é fácil. Ajudar é humano", só quem tá na situação é que sabe a dificuldade de superar o seu problema...

Apoio a segunda chance, mas também concordo em ter cautela quanto ao assunto...realmente bem polêmico.

Bjos

Betho Sides disse...

Oi Índia! Todos merecem uma segunda chance, eu como advogado sei o que isso significa na vida de um cidadão egresso das penitênciarias do país, porém a politica de atestado de antecedentes é interessante, pois não sou hipócrita de dizer que todos que saem da cadeia estão regenerados, eu diria que de 100% hoje 15% não voltam ao crime os outros...infelismente!

Eliane disse...

Desculpe não a ter cumprimentado pelo seu aniversário,mas é que eu não sabia porque estou meio afastada da Net(problemas cde saúde),mas nunca é tarde.Parabéns,J´.Muitos anos de vida e saúde.
Seu blog continua maravilhoso,assuntos atuais , objetivos e produtivos.Muitas novidades por aqui bem legais.
Um bju

De vez em qdo venho aqui!! disse...

JU,DESCULPE POR NAO VIR ANTES!!PARABÉNS ATRASADOS E MUITA RENOVAÇÃO PRA VC!!
CONCORDO COM VC,IGNORAR É FÁCIL...É POR ISSO Q ESCOLHI SER ASSISTENTE SOCIAL,PARA NAO IGNORAR...
PARABÉNS PELO POST,COMO JA FALEI ZILHOES DE VEZES A VC,,ADMIRO-TE!!!!
BJS LINDAAA!!!

ELANE

janaina de almeida disse...

Juliana, teve uma empresa que também pediu que eu assinasse uma declaração que não tinha antecedentes criminais e não respondia a processo.Nessa época lembro de um colega que de moreno ficou branco, porque havia brigado e feio com a ex-sogra(que é advogada)por causa de pensão alimentícia .O pior é que ele estava sem razão.Poxa,essa pessoa tinha 22 anos de idade e sua filha, 3 anos e não trabalhava.Na verdade a meu ver era um malandro e contava a versão dele.
Um abraço.
p.s.:também ficaria com medo, dependendo do delito.

Felipe disse...

Opa!, tudo bem?

Tô passando pra te avisar que tem selo pra você lá no Conectou!

http://conectou.blogspot.com/2009/01/olha-que-blog-maneiro.html

Mas ô, esse selo é diferente. É um bem mais show! Leia as regras lá e vai entender. Ok!?

Abraços.

Eletéia Lilian disse...

Concordo plenamente com todas as suas palavras. Todos merecem uma segunda chance!!!! Quem nunca errou um dia???
Bjos Adorei!!!!

Simples assim... disse...

Ótimo texto Ju!!!!

Precisamos mesmo estar abertos e entender os outros, ajudar sempre....mas cada caso é um caso...como vc disse, tem gente q rouba pra comer, e tem gente q mata por prazer, ambos obviamente estão errados, mas nós da sociedade que pagamos o pato por termos que conviver com criminosos, antes ou depois de cumprirem suas penas, quando deveria ser o governo o responsável por reeducar esses cidadãos para novo convivio em sociedade.....polêmica!!!

* Fada * disse...

*Polêmica, obrigada pelo teu

comentário no meu *Blog !!!

*Ótima quinta-feira !!!

*Um abraço.

Luciana Kotaka disse...

Olá amiga, sempre com umas postagens interessantes, e sempre nos colocando a pensar... Beijo grande

Dany disse...

OLá... enfim voltei das minhas viagens maravilhosas! E com muitas histórias pra contar!

Bom, acho que muitas coisas devem ser reavaliadas antes de dar uma segunda chance a um ex presidiário... primeiro que o sistema penitenciário brasileiro na minha opinião, não reabilita nenhum ser humano pra voltar à vida em sociedade, mto pelo contrário... eles saem de lá mto mais violentos e revoltados.
A maioria é assim. Infelizmente!
Então se houvesse sim, uma mudança nesse sistema, nessa forma de lidar com os bandidos, aí sim, talvez eles tivessem oportunidades reais aqui fora!
Pq contratar uma pessoa que passa anos na cadeia, seria o mesmo que contratar um pai de família que está há anos desempregado, atrás de emprego e sem carteira assinada, ou alguém que não tem como provar experiência na função, coisas sempre exigidas no mercado de trabalho! E ai?!
Complicado essa questão!

Parabéns pelo texto!
Bjs

Cyn Cardoso disse...

Dar uma segunda chance à alguém pode ter um resultado ruim ou um bom. Porém, o bem que você faz ao próximo, independente de como ele venha a se comportar posteriormente, não tem preço.
Claro que ficamos chateados quando o resultado é negativo, mas vale lembrar, que na tentativa de ajudar nos tornamos um pouquinho melhores e temos a possibilidade de tocar o coração do outro.
Parabéns pelo texto

Lourdes disse...

Obrigado pela visita e pelo comentário. Adorei o seu blog... suas preocupações, seus alertas... FORÇA!!Vamos sempre lutar por um mundo melhor!!!
Também para você, tudo de magnifico.
Um grande beijinho
ʆѳυʀɗɛร ɱɛรรiɑร ɗ'ρσитσѕ ѕєм иό

Limara Lis - Editora disse...

Obrigada, Juliana!

Sua visita é muito especial!

Abraços grandes!

Murilo Prado Badaró disse...

Juliana existem pessoas que merecem sim uma segunda chance, mas todo cuidado é pouco! As estatísticas mostram que as reincidências são enormes, principalmente com gente mais jovem. Outro fator é relacionado a droga. A grande maioria de presidiários e ex são emvolvidos com drogas, ai mora o perigo também.

Eu até poderia contratar, mas depois de uma análise muito profunda, inclusive com testes psicológicos!

anna disse...

Olá pessoal sabe estou procurando esse tipo de programa pro filho de uma vizinha,com 20 anos pai de um bebe de 1 ano a 4 meses e com outro pra nascer mes que vem,ele foi preso por roubo ficou 1 ano no presideo,acompanheir de perto todo o sofrimento da familia e sempre ajudei no que me foi possivel,mas digo a todos que em casos de crimes graves,peversos eu sinceramente nao conseguiria pois tenho uma frase que define tudo o que penso e sinto "Direitos humanos apenas pra humanos Direitos"