.

.

.

.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Dando uma Satisfação

Amigos e Amigas!
Estou sumida né?
Mas não parei com o Blog não!
Próximo sábado (Dia 3 de Outubro de 2009)
Visitarei todos os blogs que por aqui passaram e retribuirei os comenários!
Por enquanto me encontrem no Twitter.
Foi uma maneira que encontrei de não ficar tão distante de vocês assim!
Mas meus posts nesse blog continuarão em breve!!!
Beijos à Todos

sábado, 30 de maio de 2009

Muito ajuda quem não atrapalha

"Em 1994, duas mães de alunos da Escola Base, escola localizada no bairro da Aclimação, em São Paulo, se queixaram na delegacia que seus filhos de quatro e cinco anos estavam sendo molestados sexualmente na escola, e levados numa Kombi para orgias em um motel, onde seriam fotografados e filmados. O delegado, junto à imprensa, antecipou uma condenação dos donos da Escola Base, que só no final do inquérito, dez anos depois, foram declarados inocentes. O caso foi arquivado por falta de provas".
.

Vocês sabem o que acontecia com os acusados durante toda essa situação?
Eu achei um texto aqui na internet muito interessante sobre esse caso da Escola Base, vejam um trechinho dele:
.

"Os donos destas escolas sofreram linchamento moral, tiveram que fechar as escolas, os funcionários perderam os empregos, sofreram grave estresse, também receberam inúmeras ameaças por telefonemas anônimos, e isolaram-se da comunidade. A mídia que espetacularizou a falsa denúncia e, sem nenhuma prova, lançou manchetes reproduzidas como se fosse uma onda espalhada pelo país, terminou estigmatizando os acusados de monstros da escola, escola de horrores, que a Kombi era motel na escolinha do sexo, etc. Um comentarista do extinto programa televisivo Aqui Agora, do SBT, chegou a pedir a pena de morte aos acusados. Autoposicionada do lado do bem e justiça, a imprensa fechou os olhos para o linchamento dos acusados."
.
.

Bom. Pelo que eu sei a polícia tinha provas muito frágeis e não eram suficientes, houve também uma ausência de perícias para comprovar alguma coisa e imprudência. Mas isso é outro assunto, hoje eu quero falar apenas sobre os erros da imprensa nesses casos.

Ainda nesse texto, tem uma parte que diz que a mídia, a imprensa, induz as pessoas a construírem opiniões levianas, sendo que o papel delas é levar as pessoas à uma reflexão e análise serena diante do grave momento.
.

Pois é.

O papel da imprensa é importante na sociedade, ela ajuda, da maneira dela, que é informando, mas ajuda. Mas, falar sobre uma pessoa, sobre a vida particular dela, fazer acusações gravíssimas sem nenhuma prova, jogar uma nação inteira contra meia-duzia de pessoas, expor as pessoas ao ridículo, se isso é ajudar, esse tipo de ajuda eu dispenso, muito obrigada.

Eu acho que os jornais não devem se entrometer em casos que não estão concluídos, e muito menos tentar desvendar o caso, tentar resolver os crimes no lugar da polícia.

Custa esperar as coisas se resolverem para depois lançar as manchetes?

Custa esperar o aparecimento de provas?

Acho que para eles custa sim, custa pontos de ibope perdidos.

E a imprudência da imprensa custa o linchamento moral das pessoas que estão sendo alvos dela.
Eu acho que os jornais não devem se entrometer em casos que não estão concluídos, e muito menos tentar desvendar o caso, tentar resolver os crimes no lugar da polícia. É mais ou menos o que aconteceu no vídeo à seguir:



Em primeiro lugar, me irritou ver esse bandido se fazendo de vítima e coitadinho.
.

Bom.

A apresentadora e jornalista Sônia Abrão conversou ao vivo com o sequestrador que mantinha uma jovem no cativeiro. E não foi só ela. A produção do programa Hoje em Dia da TV Record, e a Rede Globo, também conversaram com o sequestrador enquanto ele estava dentro do cativeiro com a vítima.

E eu gosto muito da Sônia Abrão, acho ela inteligente, simpática e uma boa pessoa. Mas fazer o que só o negociador deveria fazer, foi decepcionante. Mostrou que a intenção dela era só aumentar a audiência mesmo. Não só ela, mas também as outras emissoras que conseguiram conversar com o bandido, chegaram ao cúmulo da falta de amor pela vida dos outros. Em um caso como esse, não dá para a imprensa se entrometer e fazer disso um reality show, filmando o local 24 horas por dia (pois o dia inteiro a televisão não falava em outra coisa né!).

E se eles fizeram isso alegando que o povo tem pressa de informação, é a maior mentira que eu já ouvi na minha vida, pois se o povo cobrasse toda essa rapidez de informação como eles dizem, eles não seriam criticados pelo próprio povo nesse caso do sequestro. O povo quer a verdade e serenidade.

Longe de mim culpar a Sônia e os outros jornalistas pelo desfecho trágico do caso. Mas quem não é especialista, corre o risco de falar alguma besteira e piorar a situação. Ás vezes a polícia já está seguindo com uma linha de negociação, aí aparece um leigo sem saber de nada e muda tudo. Ás vezes a polícia estava falando sobre alface, vai lá um desorientado e fala sobre tomate, e no final, sai uma abobrinha.

E a Sônia Abrão se defendeu dizendo que ela tem experiência em entrevistar as pessoas, tem bagagem, pois ela trabalha com jornalismo há muitos anos.

Só que ela não percebeu que falar com o bandido naquelas circunstâncias não seria uma entrevista qualquer, seria uma negociação. Entrevista é uma coisa, negociação é outra, e ela não é negociadora, portanto não era o momento de entrevistar ninguém, era momento de negociar, coisa que ela e as outras emissoras não deveriam ter se entrometido.

Mas no caso da Escola Base em que os acusados foram humilhados por uma população inteira, eu culpo a imprensa sim por ter lançado matérias falsas, por fazerem comentários maldosos à respeito dos acusados, sem provas.

Isso se chama imprudência.

Se querem ajudar, só o fato de não atrapalharem já é uma grande ajuda, pois como diz o título desta postagem: Muito ajuda, quem não atrapalha!
.

Pessoal, eu já ouvi um monte de gente falando sobre esse "toque de recolher para menores de 18 anos", está todo mundo falando nisso, rs. Então eu também vou dar a minha palavra sobre o assunto.

Proximo Post: Toque de Recolher
Beijinho

domingo, 10 de maio de 2009

Tudo é Marketing

Antes de mais nada, quero desejar um Feliz Dia das Mães para a dona Yara, minha mãe.

Ela é minha mãe e minha melhor amiga.

É a pessoa mais motivada que eu já vi.

Para ela não tem tempo ruim.

E não é só comigo não, ela está pronta à ajudar qualquer pessoa.

Minha mãe tem um coração enorme.

Agora à pouco eu estava lendo um blog amigo e o blogueiro dizia que a mãe dele é a melhor mãe do mundo.
.

Coitadinho! Mal sabe ele que a minha mãe é que é a melhor mãe do mundo. Rsrsrsrs.
.

E Feliz Dia das Mães para todas as Mamães!
.

Memes e selinhos atrasados, postarei todos no próximo post, viu meninas.
E desde já agradeço à todos os presentinhos, vocês são uns amores!
.
.

.
________________________________________________
.

Tudo é Marketing
.

Marketing, publicidade, merchandising, propaganda, enfim. Não sei qual é a expressão mais adeqüada à utilizar para expressar melhor o meu pensamento. E para falar a verdade eu não faço a mínima ideia sobre qual seja a diferença entre uma coisa e outra. Rsrsrs.
Mas durante todo o post eu usarei a palavra marketing. Tudo bem?
O importante é que a gente se entenda, rsrsrs.
.
"Nóis fala errado mas nóis se entendi". rsrsrsrs
.
Né? rsrsrsrsrs.
.
.
Todos os anos a televisão transmite o show de premiação do Oscar.

Há uns anos atrás eu vi um jornalista dizendo na TV, que todo aquele show , nada mais era do que um marketing dos filmes americanos.

Se a gente parar para pensar, isso que ele disse até que faz sentido porque durante toda a premiação são mostrados musicais, piadas, imitações, sátiras, somente dos filmes americanos.
Bom! Isso é apenas a opinião do jornalista e eu concordo com ele, mas não estou dizendo que essa opinião seja a correta.
.

E sabe aquele programa chamado Vídeo Show? Para mim, aquele programa não passa de um marketing das novelas e programas da Rede Globo. Nesse programa, é até mostrado reportagens de programas e novelas da Globo que não estão mais no ar. Mas na minha opinião, isso é só para disfarçar, pois a real intenção deles é fazer um marketing das novelas atuais, e incentivar as pessoas à assistirem.
.

Agora o que me deixa decepcionada é assistir um jornal, ver uma matéria séria, importante e no meio da matéria ouvir o narrador dizer que determinada novela está mostrando um caso semelhante ao caso da reportagem. Isso me leva à crer que todo aquele trabalho jornalístico foi feito com a única intenção de fazer um marketing da novela da emissora.

Isso me deixa decepcionada com os jornais e jornalistas.

Eu acho que eles deveriam fazer propagandas nos intervalos dos programas, e não no meio do jornal fazer uma propaganda disfarçada de reportagem.
.

E sobre esses programas que fazem doações para os mais necessitados?

Seria tudo marketing?
.

E quando um cantor grava o DVD de seu show e vários outros artistas participam dessa gravação. Seria amizade ou marketing?
.

Uma vez eu trabalhei com vendas de TV à cabo. E quem me deu o treinamento sobre o produto foram os próprios profissionais da empresa de TV à cabo.

E eles disseram que na televisão tudo é marketing.
.

Olha!

Sobre os programas que fazem doações de casas, móveis, dinheiro, eu acredito que isso seja um marketing para melhorar a imagem da emissora ou do apresentador, mas eu também acredito que ninguém é feito de pedra, todos são seres humanos, todos têm sentimentos. Então eu acho que os artistas se emocionam de verdade, choram de verdade e se alegram de verdade ao ajudar as pessoas. Embora eu também acredite que, como diz meu pai, os organizadores do programa usam a emoção das pessoas para conseguir audiência.
(Falando em usar a emoção das pessoas, eu detesto quando eles ficam passando o depoimento de familiares e amigos de determinado artista, fazendo homenagem à ele, não gosto de assistir isso, e na minha opinião, nesses programas sim, tem alguns artistas que forçam o choro, forçam a emoção).
.
.

Aqui no Brasil existem duas campanhas beneficentes bastante conhecidas, que são o Teleton e o Criança Esperança.

Talvez os artistas que participam do show de apresentação dessas campanhas, estejam ali realmente só para se aparecer mesmo (eu disse "talvez", não quero julgar ninguém).

Mas os "donos" das campanhas, no caso do Teleton que é o Silvio Santos e no caso do Criança Esperança que é o Renato Aragão (o Didi), eu acho que eles fazem esse bonito trabalho de coração mesmo, não acho que seja só marketing.
.

Agora eu quero falar sobre os eventos beneficentes que muitos famosos participam, fazem desfiles, usam camisetas da campanha, etc.

Eu gostaria de saber se eles cobram cachê para participar dessas campanhas.

Já que é um evento beneficente, eu acho que todo esse evento, as camisetas, o local da festa, etc; deve ter sido bancado com dinheiro de doações.

Afinal, o evento é exatamente para isso, para conseguir doações.

Se o artista cobra cachê para participar disso, aí eu acho que o único interesse dele é se promover mesmo. Mas se ele vai de coração sem querer nada em troca, apenas com a intenção de usar sua boa imagem para conseguir doações e ajudar as pessoas, aí eu acho que não deve ser marketing não, rsrs.

Não sei, rsrs.
.

Mas em relação à cantores que gravam DVD juntos, eu acho que não é amizade não viu! Isso está mais para marketing mesmo, rs.

O que tem haver Cláudia Leite com Bruno & Marrone?
E ela teve uma participação em um dos DVDs deles.

Quem não gosta de Bruno & Marrone, mas é fã da Cláudia Leite, é bem capaz de comprar o DVD deles, só para ver a Cláudia Leite e tantos outros artistas que participaram dessa gravação também.

Por isso que nesses casos, eu acho que é puro marketing, e não amizade, rs.
.
.

Voltando um pouco ao assunto dos jornais que fazem propagandas de novelas disfarças de reportagens; eu disse que eu fico decepcionada em saber que a intenção deles era só fazer marketing e não alertar, informar, ajudar a população.

Mas hoje em dia eu me pergunto se jornais e novelas ajudam em alguma coisa.
Suas influências são positivas ou negativas?

Notícias violentas, hoje existem até novelas violentas.
Ás vezes eu acho que essas informações que recebemos mais atrapalham do que ajudam.

E é mais ou menos sobre isso que falarei no próximo post.
.

Próximo Post: Muito ajuda quem não atrapalha!
BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

sábado, 25 de abril de 2009

Reality Show


Bom, para quem nunca ouviu falar, eu explico.

Trata-se de um reality show.

O apresentador do reality é o empresário Roberto Justus.

Ele é o único patrão que te demite sem sequer ter te contratado.

No programa, os participantes disputam uma vaga de emprego em uma das empresas do Justus e ainda levam um prêmio de 1 milhão de reais.

Toda semana esses participantes realizam tarefas. Quem se sair mal, vai para a sala de reuniões conversar com o Roberto Justus que demitirá uma dessas pessoas, ou seja, a pessoa será eliminada do programa.

Até que eu gosto desse programa, que por sinal, é o único programa da Record que eu assisto, rs.
Mas o programa tem ótimos índices de audiência.

Eu só não me simpatizo muito é com o apresentador, acho ele um tanto antipático. (Se alguém aqui for fã do Justus, pode me xingar depois, rsrsrs).
.

Eu comecei a assistir "O Aprendiz" quando eu trabalhava no call-center.
O meu supervisor disse para a gente assistir o programa porque era muito bom, nós aprenderíamos muitas coisas e o programa nos ajudaria em muitas ocasiões e problemas referentes ao trabalho.

E eu nem imaginava que tempos depois, vários chefes, Brasil à fora, iriam incorporar o próprio Robertos Justus neles, rs.

Eu acho que "O Aprendiz" antes de ser uma seleção de emprego, é um programa de televisão, onde só é visada a audiência, portanto, nem tudo nesse programa é tão correto assim (na minha opinião).

Como por exemplo, todos sabemos que um chefe não pode dizer que o trabalho de seu funcionário é péssimo, pois isso é uma falta de respeito com o trabalho dos outros, que pode não ter agradado ao chefe, mas é o trabalho que ele fez e merece ser respeitado. E no entanto, o Justus já disse várias vezes aos participantes que o desempenho deles em determinada tarefa foi péssimo, foi isso, foi aquilo. Isso na vida real, pode até desmotivar o funcionário.
Outra coisa é que o Justus fica corrigindo gramáticamente as pessoas publicamente, na vida real isso seria um constrangimento para qualquer um.
.

E eu acho um absurdo o Roberto Justus exigir que ninguém o interrompa enquanto ele estiver falando, sendo que ele mesmo interrompe todo mundo. Eu acho que ele deveria dar o exemplo.
E "K" entre nós, dá uma raiva quando o Justus fala: Não interrompa o meu raciocínio! rsrsrs.
.

Á seguir, um vídeo com um episódio do programa, exatamente na parte em que os participantes que se deram mal nas tarefas estão na sala de reuniões dando explicações ao Justus, tentando convencê-lo à não os demitirem.


Primeiro o Justus ficou criando caso com a moça só porque ela disse que não se achava melhor do que ninguém. Mas no final, demitiu o rapaz só porque o rapaz não escreveu o nome "Justus" corretamente. O rapaz escreveu Justos, com a letra 'o' e o correto é com a letra 'u'.

Mas aonde foram arranjar esse nome? Nem eu sabia escrever, rsrs.

Depois que eu assisti o vídeo eu tive que corrigir o meu post inteirinho porque eu estava escrevendo Justos, em vez de Justus, rsrsrs.

Agora, perguntem se eu sei escrever o nome do meu chefe!

Sei nada.

A lição que eu tirei é que se você quer se manter no mercado de trabalho, aprenda a escrever o nome do teu chefe, do contrário você será demitido.
É brincadeira gente, rs!

Embora o Justus tenha realmente se incomodado com a moça quando ela disse que não se achava melhor que o rapaz e tenha reclamado com o rapaz pelo fato de ele ter escrevido "Justus" incorretamente, ele permaneceu com a moça no programa e demitiu o rapaz por outros motivos, muito mais sérios, que ele mesmo expôs nessa reunião. Está tudo no vídeo.

O Justus falou para o rapaz que "uma infelicidade dessas ele nunca tinha tido antes". Igualzinha a minha ex-chefe que eu contei no post anterior que disse que "nunca tinha tido uma decepção tão grande quanto ela estava tendo naquele momento".

Ela é mais uma que foi contaminada pela Síndrome de Roberto Justus ou Justus Mania. Decepção teve eu, com aquela empresa bagunçada.

E hoje em dia, um monte de gente fica imitando o Roberto Justus. Sabe aquela frase que diz que a vida imita a arte. Realmente essa frase faz sentido.

Nas reuniões com o chefe, eles estão cada vez mais indelicados, ficam dando "showzinhos" em vez de reunião.

Vocês já perceberam que a tendência desses reality show, é mostrar o que normalmente é feito em particular?

A avaliação que um selecionador faz sobre o candidato, ele guarda para ele, não fica dizendo que avaliou que esse candidato é um incompetente, é preguiçoso, é fofoqueiro. O selecionador simplesmente dispensa o candidato, dizendo que entrará em cantato quando tomar sua decisão.

E no reality, eles mostram tudo o que acontece mesmo, o que os chefes falam sobre os funcionários, etc.

Então, não tem porque a vida real ficar imitando tudo o que vê na televisão.

Eu acho que os líderes devem estudar mais, se especializar mais, ler mais, em vez de ficarem assistindo televisão.


Em "O Aprendiz" os participantes concorrem há um super emprego e a 1 milhão de reias. Portanto, vale a pena passar por tudo isso. Mas na vida real, ninguém está concorrendo a 1 milhão de reias, passar por todo esse estresse e ser avaliado dessa maneira, para um emprego "comum" vamos dizer assim; me desculpe querido chefe, mas eu não estou passando fome. Ainda não, rsrs.

Se ninguém é perfeito, a liderança de ninguém é perfeita, nem a liderança e a avaliação do Justus é perfeita, pois ele é um ser humano como qualquer outro.

E mesmo que ele diga que o programa dele não é um jogo, ainda assim eu acho que as pessoas não devem seguir tudo o que assistem na TV.

E o próprio Roberto Justus diz em entrevistas que nas empresas dele, ele não age da mesma maneira que ele age no programa.

Não sei se é verdade, mas dizem que no "O Aprendiz" dos Estados Unidos, eles falam até palavrões. Viu como não se pode pôr em prática tudo o que se vê na televisão! Existem milhares de maneiras de se avaliar um candidato. As pessoas precisam diferenciar "programas de televisão" e "vida real".

Mas continuo gostando de "O Aprendiz" vejo esse programa como um jogo, como um programa de entretenimento e no meu outro blog, o Menina Empreendedora, eu postarei um episódio em que o Justus fala sobre ética e fala sobre o Brasil. Eu amei!


Eu já vi profissionais de televisão falarem que na TV tudo é marketing, absolutamente tudo. E é mais ou menos sobre isso que eu falarei no meu próximo post. Não é EXATAMENTE sobre isso, é mais ou menos sobre isso, rs.

Próximo post: Tudo é Marketing.

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Câmeras de Insegurança

Para não perder o costume, antes do texto, vou postar selinhos e memes ganhos nos últimos dias..
.
MEME 1 - A SEXTA FOTO

Quem me passou foi a Gerly do Blog Nadica Demais.
.
Para participar deste desafio, publique a 6ª foto da sua pasta de fotos e descreva-a.
.
Descrição: Essa é uma montagem que eu mesma fiz, eu estou no meio, do lado esquerdo e direito são minhas amigas de infância.






MEME 2 - SEIS VERDADES, TRÊS MENTIRAS.

Quem me passou foi a Andressa do Blog Entre Fotos e Beijos e a Brunette do Blog Singularidades de uma Rapariga Morena..

Direi nove coisas sobre mim, entre elas devem haver seis verdades e três mentiras. Quem receber o meme deve tentar descobrir as três mentiras do blogueiro que te enviou..

Andressa, eu acho que você mentiu nas três seguintes afirmações:
Gosto de assistir Big Brother Brasil / Já fiz curso de eletrecidade / Amo frio..

Brunette, eu acho que você mentiu nas três seguintes afirmações:
Gosto de me maquilhar / Quando conduzo sozinha vou sempre a ouvir música, a cantar e, muitas vezes, também a dançar / Quando eu era criança, era uma "maria-rapaz"..

Andressa e Brunette, eu escolhi essas opções por eliminação, primeiro escolhi quais seriam as seis verdadeiras e as três que sobraram foram essas que escrevi a cima, rs.

As nove coisas sobre mim, dentre elas três são afirmações falsas, são estas:

1 - Não quero me casar nunca / 2 - Nunca morei em cidade pequena / 3 - Estou fazendo faculdade / 4 - Sou evangelica / 5 - Sou tímida / 6 - Sou caseira / 7 - Tenho cachorro / 8 - Tenho dois Blogs / 9 - Sou romântica


Está muito fácil. Quem acompanha meu blog já descobriu de cara em quais afirmações eu menti. Passo esse meme para a Teca do Blog Tudo que há de Bom..

SELINHOS

O selo Somos Mulheres Bem Resolvidas quem me passou foi a Janini do Blog Vivendo um Dia após o outro.



E este selinho eu repasso para as mulheres que já me visitaram mais de 3 vezes. Se você (que é do sexo feminino, rs) já veio aqui no meu blog mais de 3 vezes pode pegar o selinho.


A Cíntia Mara do Blog Deus é Fiel me passou o selo Olha que Blog Maneiro.



As regras:
1- Exiba a imagem do selo "Olha Que Blog Maneiro" / 2- Poste o link do blog que te indicou / 3- Indique 10 blogs de sua preferência / 4- Avise seus indicados / 5- Publique as regras / 6- Confira se os blogs indicados repassaram o selo e as regras / 7- Envie sua foto ou de um(a) amigo(a) para olhaquemaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação.

Caso os blogs tenham repassado o selo e as regras corretamente, dentro de alguns dias você receberá 1 caricatura em P&B.

Obrigada a todos que me presentearam com selinhos ou memes. Se eu esqueci o selinho ou o meme de alguém podem puxar minha orelha que no proximo post eu coloco.
.
.
.

Câmeras de Insegurança
.
Eu gostei tanto de um comentário que o Jornalista Carlos Nascimento fez que eu até fiz este post sobre esse comentário. Tem gente que não gosta dele, mas eu não tenho nada contra ele não, rs.
Ele mostrou no jornal que ele apresenta no sbt uma reportagem sobre um crime que foi todo filmado pelas câmeras de segurança do local. Infelizmente esse crime acabou com uma morte, as câmeras registraram tudo. Então, após a apresentação dessa reportagem, ele fez o seguinte comentário:


"O cidadão tem que ter sua segurança garantida pelo estado, e não, comprar câmeras de segurança para filmar a própria morte".



Eu acho que é bem por aí mesmo, o dono do estabelecimento gastou dinheiro comprando câmeras de segurança que só serviram para que ele filmasse sua própria morte. Infelizmente essas câmeras não intimidam os bandidos, na verdade elas não são câmeras de segurança, mas sim, câmeras de insegurança, afinal elas não garantem a segurança de ninguém. O aviso dentro dos ônibus "Sorria, você está sendo filmado" jamais impediu assaltos à ônibus.



Segurança é dever do estado e a gente paga imposto para isso.



Essas câmeras servem, pelo menos, para identificar os bandidos. Só que aí, o pior já aconteceu, o estabelecimento já foi roubado e, muitas vezes, os bandidos já balearam as vítimas. E não é isso que a gente quer. Nós queremos preservar a vida das pessoas.

Proximo Post: A difícil tarefa de se enturmar.




BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Trotes Criminosos

A Paula do Blog Compartilhando... me passou o selo Friends e o selo Olha que Blog Maneiro.
.
Selo Friends: "Esses blogs são extremamentes charmosos. Esses blogueiros têm o objetivo de achar e serem amigos. Eles não estão interessados em se auto promover. Nossa esperança é que quando os laços desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas. Entregue esse troféu para oito blogueiros que devem escolher oito outros blogueiros e incluir esse texto junto com seu troféu!"




Selo Olha que Blog Maneiro: 1 - Exiba a imagem do selo / 2 - Poste o link do blog que te indicou / 3 - Indique 10 blogs de sua preferência. / 4 - Avise seus indicados. / 5 - Publique as regras. / 6 - Confira se os blogs indicados repassaram o selo e as regras. / 7 - Envie sua foto ou de um(a) amigo(a) para olhaquemaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação.

Caso os blogs tenham repassado o selo e as regras corretamente, dentro de alguns dias você receberá 1 caricatura em P&B.




A Brunette do Blog Singularidades de uma Rapariga Morena me passou o Prêmio Somos Mulheres Bem Resolvidas.

Regras: 1. Exibir a imagem do selo / 2. Postar o link do blog de quem recebi o selo / 3. Escolher 10 mulheres bem resolvidas e distribuir o selo / 4. Avisar as escolhidas.

A Karolina do Blog Frases do Sol me presenteou com o award Beautiful Blogger.



À todos que me presentearam, muito obrigada!

.

.

.

Trotes Criminosos
.


Vocês já devem ter visto nos últimos dias várias reportagens sobre os trotes universitários pois, todos os anos, em época de volta às aulas é a mesma coisa; os jornais noticiam vários crimes relacionados ao trote.
.

Trote Universitário vira caso de polícia no interior de São Paulo.

Calouros do curso de veterinária dizem que foram humilhados pelos veteranos. Dois estudantes ficaram em coma alcoólico. A polícia abriu inquérito para investigar o caso.

Fonte: G1
.

E a televisão sempre mostra a opinião de um psiquiatra ou psicólogo, psicanalista, etc. Eu dou muita credibilidade à opinião deles, lógico. Mas eu vou dar a minha opinião pessoal também, é um ponto de vista meu, bem particular mesmo:

Todo mundo que trabalha sabe que quando um funcionário novo é contratado os funcionários antigos "abusam" dele. Ele é bem recebido por alguns, mas mal recebido por outros. Os antigos se sentem mais sabidos, querem mostrar para o novo funcionário que eles, os antigos, têm mais conhecimento, tem gente até que quer "mandar" no novato.

E eu acho que nas universidades é mais ou menos isso que acontece também. Os veteranos têm uma sensação de superioridade, é como se eles dissessem: Eu sei mais do que você, afinal estou aqui há mais tempo.

E quando colocam "poder" nas mãos desses veteranos, afinal, são eles quem vão comandar e ditar as regras da "brincadeira", para mim é como se fosse uma espécie de "poder", de liderança, então eu acho que essa sensação de superioridade aumenta. Isso tudo na minha humilde opinião, rs.

Também tem essa: Quando os veteranos eram calouros, eles tiveram que obedecer as outras pessoas durante o trote, então agora eles querem se vingar, rs.
.

Bom. Esse post não é para ficar traçando o perfil psicológico de estudante, rs. Eu escrevi isso só para constar meu pensamento mesmo, rsrs. A minha intenção ao escrever esse texto era ressaltar um problema muito grave, que também está relacionado ao trote (na verdade está relacionado à todos os tipos de crimes aqui no Brasil); é a impunidade.
.

Acusados da morte de estudante em trote na USP são inocentados.

A morte de Edison Tsung Chi Hsuen, em 1999, na piscina da Atlética da USP (Universidade de São Paulo), durante um trote, não passou de "uma brincadeira - de muito mau gosto - em uma festa de estudantes", não existindo elementos para se responsabilizar alguém por sua morte.

Fonte: UOL
.

E agora a pergunta:

A universidade deve se responsabilizar pelo que os alunos fazem fora do campus?

Elas respondem: NÃO.

Não sei se são todas as universidades que afirmam isso mas, a grande maioria delas alega que não pode se responsabilizar pelo que os seus alunos fazem fora do campus.
.

Mas, aqui na internet mesmo, eu li outras opiniões sobre o assunto:
.

Universidade deve sim punir trote violento, afirmam reitores.

A universidade tem, sim, a obrigação de prevenir e punir trotes violentos com suspensões e até expulsões. É o que dizem 5 atuais e ex-reitores, o Conselho de Reitores de Universidades Brasileiras, 2 pesquisadores e a ABMES (Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior).
.

"O ideal é trabalharmos pela prevenção, por uma cultura de paz. Trote é uma palavra da cultura animal. Mas a punição à casos que acabam com violência às vezes é necessária e dá exemplo.
Na PUC o trote é proibido, mas ele deve ser punido quando acontece fora do campus também, pois a relação dos alunos está ligada à entidade", diz Hélio Deliberador, pró-reitor de Cultura e Relações Comunitárias da PUC.

Em 1998, a universidade expulsou 5 jovens após o estudante Rodrigo Favoretto Peccini ter fogo ateado em seu corpo num trote em Sorocaba.

Para o ex-reitor da USP Roberto Lobo, a universidade tem que se posicionar em casos de violência. Até para dar exemplos. "Se ela encontrar respaldo jurídico, via portaria, ou decisão do conselho superior, cabem punições para atitudes fora". Como reitor (1990-93), ele proibiu o trote não consentido.

Esse respaldo jurídico poderia vir da lei estadual 10.454, de 1999, que proibiu o "trote violento" em universidades estaduais, mas é desconhecida da maioria dos entrevistados.

Fonte: Folha Online
.
.

Quer dizer então que a responsabilidade por esses crimes não é da universidade!

Ok.

A responsabilidade não é dela. Ela não terá que pagar indenização nenhuma, ninguém vai ser preso, não vai acontecer absolutamente nada com ela.

O que me deixa indignada aqui nesse país é que ninguém assume a responsabilidade de nada mesmo. Tudo aqui acaba em pizza como no caso do estudante Edison Tsung Chi Hsuen.

Todo crime que é noticiado, a polícia joga a culpa no governo, na justiça, o governo joga a culpa na família, a família joga a culpa na escola, a escola volta a culpa para a família, a população culpa o desemprego, culpa a prefeitura e no final das contas, ninguém assume a culpa de nada. A verdade é que ninguém QUER fazer nada.

Eu acho que nós devemos parar de ficar caçando um culpado e assumir a nossa responsabilidade.
.

Já que a universidade não tem amor pelos alunos, se os alunos estão se matando entre si, estão sendo assassinados ou sofrendo violência através de um ritual universitário e mesmo assim a universidade pouco se importa com isso; eu acho que elas deveriam, no mínimo, pensar na imagem da universidade. Esse tipo de acorrência é péssimo para a imagem dela.

Se eles não tem amor às vidas, pensem pelo menos no marketing, e tentem melhorar.

Tudo bem, as universidades não vão pagar pelos atos criminosos de seus alunos fora do campus (segundo elas). Mas como eu estava dizendo, para mim, todos temos que assumir responsabilidades, então, a universidade deve assumir, a partir de agora, a responsabilidade de prevenir e impedir o máximo esse tipo de ocorrência, através do incentivo de trotes culturais, beneficentes e solidários. Ou se quiserem proibir os trotes, eu não sou estudante, mas não teria nada contra essa decisão, eu sou contra a morte de estudantes em brincadeiras estúpidas como essa que é o trote. Como disse o reitor Roberto Lobo, se a faculdade se posicionar ao acontecer uma coisa dessas, servirá como exemplo, concordo com ele.
.
Acredito que ninguém desistiria do sonho da faculdade só porque o trote foi proibido.
.

Mas podem dizer: O trote é uma tradição muito antiga, nada haver proibí-lo.

Olha! Certos estudantes, principalmente os que participam de trotes violentos regados a bebida e drógas, se dizem tão modernos e avançados, me espanta muito eles se importarem com tradições. Não sei o que tanto atrai os estudantes à esses trotes, não sei o que eles tanto defendem.
Mas uma coisa eu tenho certeza: Não tem nada haver com tradições.
Não tenho nada contra brincadeiras de jovens, eu sou jovem, rs. Só não entendo o porquê de exageros, eles perdem o limite completamente. E já que eles não têm limites, alguém tem que colocar limites neles.

Quem vai colocar limites neles?

A justiça?

Os pais?

Pode ser, mas eu não estou falando sobre maneiras de se criar um filho, estou falando sobre as atitudes das universidades perante esses fatos.
E outra que na faculdade não tem nenhuma criança. Tudo bem que eu já conheci meninas e meninos de 17 anos que já cursavam faculdade, mas a grande parte dos universitários é composta por pessoas maiores de idade.


Eu acho que se a universidade tem recursos e ideias que podem acabar ou pelo menos diminuir esses incidentes, por que não colocar em prática?

Né?

Cada um tem que fazer sua parte e não ficar esperando do outro.
.

Proximo Post: Câmeras de Insegurança.
.

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Invisibilidade

A Mônique Lobo do Blog Conversa [A]fiada e a Sofih do Blog Happy XD me passaram o selinho Olha que Blog Maneiro.





Regras:


1- Exibir a imagem do selo “Olha Que Blog Maneiro”.
2- Postar o link do blog que te indicou.
3- Indicar 10 blogs de sua preferência.
4- Avisar os seus indicados.
5- Publicar as regras.
6- Conferir se os blogs indicados repassaram o selo e as regras.
7- Envie sua foto ou de um(a) amigo(a) para o e-mail: olhaquemaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação.Caso os blogs tenham repassado o selo e as regras corretamente, dentro de alguns dias você receberá 1 caricatura em P&B.
.


Só vale se todas as regras acima forem seguidas.
.


Novamente minha amiga Mônique Lobo do Blog Conversa [A]fiada me passou alguns selinhos, que são estes a seguir:





A minha amiga Sofih do Blog Happy XD também me presenteou com mais 3 selinhos:
.


Este selo "Esse blog me deixa Happy XD" foi ela própria quem fez, e eu achei esse selinho a cara dela por causa da cor amarela que representa a alegria e o coelhinho sorrindo, a Sofih é uma menina muito alegre.
.




Este selinho lindo, lindo, lindo quem me passou foi a minha amiga Marinilce do Blog Caminho e Santidade.



E estes dois selinhos quem me presenteou foi a minha amiga Martinha do Blog Mar de Desabafos.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Meninas! Se eu esqueci de postar algum selinho ou meme, podem puxar minha orelha que no próximo post eu coloco, ta bom?
.
Invisibilidade
.
Há muito tempo atrás eu recebi um e-mail falando sobre um psicólogo que se vestiu de gari e varreu ruas da Universidade de São Paulo (USP). Ele fez isso para concluir sua tese de mestrado sobre 'Invisibilidade Pública'.
.
A tese dele era que as pessoas só olhavam a nossa função e não nos olhavam como pessoa. Ele concluiu que, em geral, as pessoas, enxergam apenas a função social do outro, quem não
está bem posicionado profissionalmente, vira mera sombra social.
Ele disse que fingiu ser gari por 8 anos e viveu como um ser invisível.
.

Vejam só um trechinho desse e-mail:
O psicólogo sentiu na pele o que é ser tratado como um objeto e não como um ser humano. 'Professores que me abraçavam nos corredores da USP passavam por mim, não me reconheciam por causa do uniforme. Às vezes, esbarravam no meu ombro e, sem ao menos pedir desculpas, seguiam me ignorando, como se tivessem encostado em um poste, ou em um orelhão', diz.
.

Esse e-mail me lembrou um texto que circula pela na internet sobre um violinista famoso que tocou violino no metrô durante algumas horas e ninguém parou para apreciar sua apresentação ou para jogar moedas.
.

Porém, uma apresentação desse violinista custa caríssimo, mas o contexto de sua apresentação (no meio de um metrô) fez as pessoas acharem que ele era um pobre coitado, um "Zé Ninguém".
Isso mostra que de um modo geral, a sociedade nos dá valor de acordo com a nossa posição.
.

Você conhece algum gari?
Você cumprimenta com bom dia/ tarde/ noite os faxineiros da empresa em que você trabalha?
Você sabe o nome deles?
Ou você também age como se eles fossem invisíveis?
Você só dá valor para quem tem faculdade?
.
Eu sempre cumprimentei o pessoal da limpeza em todos os lugares que trabalhei. Até porque eu já fui garçonete e também percebia um pouquinho de orgulho e arrogância por parte de alguns clientes, por isso eu sempre fiz questão de tratar todo mundo igual. Mas também não estou dizendo que sou amiga íntima de todos os lixeiros da minha rua, rsrs. Eu estou longe de ser uma pessoa perfeita, mas procuro melhorar a cada dia.
.
Próximo post: A Fama na Infância.
.

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Punir ou não punir mães desesperadas?

Eu já vi várias reportagens na televisão sobre filhos que foram vítimas de crimes cometidos por suas proprias mães. É uma manchete mais triste que outra:

Mãe joga filho recém-nascido no lixo.

Mãe joga o filho recém-nascido em uma fossa.

Mãe espanca a filha de 3 anos.

Mãe afoga bebê na banheira.


E por aí vai...
.

Polícia diz que mãe jogou filha no lixo por causa da depressão pós-parto.

Eu acredito que existam mulheres que realmente sofrem de depressão pós-parto, muita gente me critica mas eu acredito até que se a pessoa não tivesse essa doença talvez ela não cometeria crime nenhum. Assim como eu também acredito que tem mães que espancam seus filhos e não estão com depressão pós-parto coisa nenhuma, eu acho que existem sim as mães desnaturadas.


Sobre o vídeo acima, só o diagnóstico vai poder afirmar se realmente essa mãe sofre de depressão pós-parto ou não. Eu não estou dizendo que ela é inoscente.
Eu pesquisei um pouco, aqui na internet mesmo, sobre o que é depressão pós-parto, vi uns vídeos no YouTube.

A depressão pós-parto é uma íra excessiva, uma tristeza excessiva e descontrole. Ela costuma ser uma raiva sufocada.

O alvo de uma mãe com depressão pós-parto pode ser qualquer pessoa, não somente seu filho.
Psicólogos dizem que sentir tristeza após o nascimento de um filho, é normal. Mas se essa situação demorar mais de um mês, é melhor procurar ajuda. A doença é séria, afinal de contas, ela faz a mãe rejeitar o próprio filho.

E agora vem a pergunta: Deve ser punido ou não?

Olha!
Eu já vi muitas pessoas dizendo na televisão que todo crime deve ser punido, independentemente de o criminoso ser doente ou não. Uma pessoa só não é punida em casos de doenças que a deixam fora de si. Mas muitas pessoas doentes cometem crimes sabendo exatamente o que estão fazendo, por isso a doença não justifica, mesmo sendo doente, ela terá que ser punida.


No caso de depressão pós-parto, eu acho que a justiça deve julgar o que achar melhor.
Agora vejam o que essas mães fizeram com seus filhos:


Mãe acorrenta filho para salvá-lo das drógas





Mãe acorrenta filho viciado em drogas


Essas mães não estão com depressão pós-parto, mas elas estão doentes. O que elas tem é uma doença chamada co-dependência.

E essa eu conheço bem porque eu tenho dependentes químicos na minha família.

Infelizmente o vício acaba contaminando todo mundo.

O que acontece é o seguinte; a pessoa que toma conta do usuário de drógas, age como babá dele e nem percebe que esse comportamento está alimentando cada vez mais o seu vício.

Ela dá banho nele quando ele chega sob o efeito da dróga ou álcool;

ela sobe o morro para comprar drógas para ele porque tem medo de que os traficantes o matem;

vira uma espécie de "secretária" cuidando de todos os assuntos financeiros e profissionais dele;

tem dificuldade em dizer "não";


vive inventando desculpas para o chefe dele, justificando as ausências no trabalho;


esconde ele dos parentes, dos amigos, etc;


e em atitudes desesperadas ela pode chegar ao extremo de acorrentar o dependente químico dentro de casa ou só trancá-lo dentro de casa para que ele não saia para comprar drógas.

Os co-dependentes deixam de viver a própria vida para viver a vida do outro e acham que só serão felizes quando o outro largar o vício.

E isso não é verdade. Nós temos que ser felizes independentemente do que acontece com o nosso pai, mãe, filho, irmão, tio, avó, primo, amigo, marido, etc, etc, etc...O co-dependente pode ser um cônjuge, pai, mãe, filho, amigo, e assim por diante...

Os dependentes químicos são manipuladores. Eles manipulam as pessoas emocionalmente quando querem dinheiro para comprar drógas. Eu conheci uma senhora que era sempre manipulada pelo seu filho usuário de drógas. E uma vez ela lhe disse não. Ele tentou manipulá-la, se fez de coitadinho, chorou, chorou, chorou, disse que tinha dívidas com traficante e estava sendo ameaçado de morte, mas ela não deu se quer um centavo para ele.

E ele saiu para assaltar as pessoas nas ruas, voltou para a casa com drógas e disse para sua mãe: Para mim a senhora morreu!

Lógico que ele disse isso em mais uma tentiva de manipulá-la.

Uma mãe agüenta uma coisa dessas?

Uma mãe que precisa dizer não ao filho senão a dróga vai matá-lo, mas sabe que esse não vai fazê-lo cometer delitos nas ruas, realmente leva-a a cometer atos extremos de acorrentar o próprio filho em casa.

Agora pensem comigo:

Se tudo que a mãe de um usuário de drógas mais deseja é ver seu filho longe das drógas, como pode essa mesma mãe subir o morro e trazer drógas para ele?

Contraditório, não é mesmo?

Essa mãe está completamente desorientada, ela precisa de ajuda.

Ela não precisa de punição, ela precisa é de INFORMAÇÃO.

As mães que apareceram nos vídeos que eu postei precisam de um acompanhamento psicológico, elas precisam aprender a como agir com dependentes, precisam aprender qual a melhor atitude que elas devem tomar em cada ocasião.

Existe um programa chamado al-anon, que é um programa para co-dependentes. Trata-se de um grupo de pessoas que se reunem para contar sobre todo o sofrimento que passam por causa dessa co-dependência. As mães dos vídeos que postei precisam ser tratadas, precisam ser encaminhadas para esses grupos de ajuda para que possam aprender a como lidar com o parente ou amigo viciado.

Elas estão errando, mas é por falta de conhecimento.

Os próprios filhos acorrentados não condenam a atitude de suas mães. Na grande maioria dos casos os filhos prestam depoimento a favor das mães.

Muitos deles até pedem para ser acorrentados, como na notícia abaixo:


Para fugir do crack, adolescente pede para ser acorrentado


"Um adolescente, de 17 anos, usuário de crack e morador da cidade de São Cristóvão (SE), pedia à mãe para ser acorrentado à cama para não comprar a droga. “Quando estava consciente, ele mesmo pedia para ficar amarrado", diz a conselheira tutelar Eloína Matos de Azevedo".


Fonte: G1

Vale lembrar que nos vídeos que eu coloquei aqui sobre mães que acorrentaram seus filhos usuários de drógas, em nenhum caso ocorreu maus tratos. As mães permitiam que seus filhos utilizassem o toillet, tomassem banho, as mães davam comida e água à eles normalmente, eles não foram espancados por elas, o único mau trato foi o fato de eles estarem acorrentados, mas isso é totalmente compreensível nessas circunstâncias.

Acorrentar o filho não resolve o problema, mas foi uma atitude de desespero dessas mulheres, foi a única maneira que elas encontraram de fazer seus filhos não usarem drógas. Elas precisam ser orientadas a como agir adeqüadamente.

Teve uma mãe em um dos vídeos que disse que prefere ver o filho acorrentado dentro de casa do que vê-lo morto em um caixão.

Pelo menos, para mim, o que ela fez não foi correto mas, foi compreensível.

É um tanto revoltante ver a justiça punindo uma mãe que acorrentou seu filho na tentativa desesperada de salvar a vida dele, e não ver a mesma justiça punindo o traficante que arranja a dróga para as pessoas e mata seus devedores.

Lógico que um erro não justifica o outro. Só porque muitos traficantes e assassinos ficam impunes, não significa que todos os outros crimes tenham que ficar impunes também. Mas mesmo assim isso me deixa meio revoltada.

Infelizmente existem mães e pais, que maltratam os filhos, acorrentam os filhos, espacam os filhos sem eles terem feito nada, esses filhos nem são usuários de drógas, muitas vezes ainda são crianças. Pais assim devem ser punidos mesmo.

Mas têm aquelas mulheres que não sabem como agir com um filho usuário de drógas da melhor maneira e acabam tomando atitudes desesperadas, impensadas.

Esse tipo de mãe eu não puniria porque eu não considero um crime

(mas, eu sei que não sou eu quem decide o que é crime e o que não é crime nesse país, rs).

Mas mesmo assim eu acho que cada caso deve ser muito bem avaliado e investigado para que não haja injustiça.

E aconteça o que acontecer, nenhum crime deve ficar impune.

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

sábado, 24 de janeiro de 2009

Recolocação no Mercado de Trabalho

Primeiramente, muito obrigada a todos que me desejaram Feliz Aniversário no post anterior, fiquei muito feliz com o carinho de vocês! E no próximo post eu posto todos os memes e selinhos que eu acabei deixando atrasar.

Das empresas que eu trabalhei, apenas uma delas me pediu um atestado de antecedentes criminais antes de me contratar.

Muitas empresas fazem isso. E caso o candidato tenha passagem pela polícia a empresa não o contrata.

Eu achava que essa política da empresa era correta, nunca vi nada de errado nisso. Eu pensava que era apenas um dos requisitos exigidos pela empresa para a escolha de seus funcionários.

Algumas empresas não contratam pessoas que estão com o nome sujo, outras não contratam pessoas que são membras da mesma família, e outras não contratam quem tem passagem pela polícia. Empresas que não contratam ex-presos, para mim, eram empresas rigorosas, severas, sérias. Isso para mim era uma maneira de prevenir as pessoas a não cometerem crimes, servia para as pessoas pensarem duas vezes antes de fazer alguma coisa contra a sociedade, isso servia para condicionar as pessoas: "Não vou fazer nada de errado pois, amanhã ou depois, eu posso me arrepender e quando eu quiser trabalhar, nenhuma empresa vai me aceitar".

Era isso que eu pensava até ver na televisão as propagandas do Projeto Começar de Novo, criada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

O objetivo da campanha é sensibilizar a população para a importância da recolocação no mercado de trabalho e na sociedade, dos presos libertados após o cumprimento de suas penas.
Isso está escrito no próprio site do CNJ, aqui.
.

O slogam da campanha eu achei muito bonito: "Ignorar é fácil. Ajudar é humano".
.

Então, como eu estava dizendo, muitas empresas ainda não contratam ex-presos. Algumas pessoas são da seguinte opinião (vou escrever resumidamente com minhas palavras):
.

- A empresa deve sim contratar pessoas com ficha suja, pois se essas pessoas não conseguirem emprego elas voltarão a cometer crimes. E se elas estão procurando emprego é porque se regeneraram, se não tivessem se regenerado não estariam procurando emprego, mas sim, cometendo crimes outra vez.
.

E outras pensam assim:
.

- Se um cidadão decidiu ir pelo caminho da marginalidade é porque bom sujeito ele não é. Provávelmente ele não será um bom funcionário porque já mostrou sua tendência a cometer fraudes e ir pelo caminho mais fácil.
.

Para mim as duas opiniões têm sentido.
Eu acho que a gente tem que dar uma segunda chance para as pessoas mesmo mas, eu só quero fazer um comentário sobre o argumento de que as pessoas voltarão a cometer crimes caso as empresas não derem emprego para elas:
.

Eu acho que nem sempre uma pessoa comete crimes porque está desempregada. Tem homens, por exemplo, que já foram presos por baterem em suas mulheres. Trabalhavam o dia todo, quando chegavam em casa batiam em suas respectivas esposas e foram presos por causa disso, afinal de contas, violência contra mulher é crime, todos sabem disso. O emprego não o impediu de cometer um crime.
.

Na propaganda diz que nós temos que nos lembrar que os ex-presos já pagaram suas dívidas com a sociedade.
.

Olha! Eu acho que pagar é uma coisa e aprender a lição é outra. Gente, eu volto a dizer, nós temos sim que ajudar e dar uma segunda chance às pessoas, mas eu estou falando essas coisas porque eu entendo também o lado das empresas em só contratarem quem tem ficha limpa. Como eu sempre digo, infelizmente a cadeia aqui no Brasil não recupera os presos, então os donos de empresas acabam ficando com um pé atrás em relação aos ex-presos.
.

Só que eu acho que tem uma maneira de driblar esse "pé atrás". Ninguém sabe o que se passa no interior de ninguém, só Deus sabe. E pelo fato de não termos o poder de adivinhar o que se passa no interior de cada um, não temos como ter 100% de certeza que a pessoa realmente se regenerou, que Deus nos deixou um sábio ensinamento: Ele nos ensinou a não julgar.
.

Vou ser bem sincera! Se eu tivesse uma empresa e fosse contratar funcionários, eu sentiria medo de conviver com ex-assaltantes, ex-contrabandistas, ex-traficantes, etc.
.

Mas para não sermos injustos com ninguém, temos que perdoar e não julgar. Se a gente não der um voto de confiança para as pessoas, não vamos contratar ninguém, né!
.

Essa campanha realmente chamou minha atenção porque, eu na minha ingênuidade, nunca tinha pensado que a decisão de algumas empresas em não contratar pessoas com ficha suja, estava prejudicando a recolocação de muitas pessoas no mercado de trabalho e na sociedade de um modo geral. Mas eu acho que a contratação de ex-presos é mais comum do que a gente imagina, porque nem todas as empresa pedem o atestado de antecedentes de seus funcionários (ainda bem que elas não ligam para isso), ou seja, as empresas contratam pessoas com ficha suja e nem sabem.
.
Ignorar é fácil. Ajudar é humano!
.
BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

A Verdadeira Idade

Olha só que selinho bonito que eu ganhei da Sheila do Blog Eu só Quero Paz. Muito Obrigada pelo selo Sheila.





Antes de começar o post vou postar 3 memes.

MEME 1 - Sete Pecados



Esse meme quem me passou foi a Gerly do Blog Nadica Demais.
Pelo que entendi eu tenho que falar qual é a minha visão sobre os 7 pecados capitais.

1) Gula: Para mim, o guloso é aquele que come e se recusa a dividir sua comida com os outros.

2) Avareza: Para mim, o avarento é aquele que só pensa nele mesmo e se coloca em 1º lugar em todas as situações. Também considero como ausência de solidariedade e generosidade.

3) Inveja: Eu acho que o invejoso é aquele que despreza o que é dele e super valoriza o que é do outro. Ele sempre se sente inferior aos outros.

4) Ira: Mais um sentimento que gera violência.

5) Soberba: É uma total ausência de humildade.

6) Luxúria: Uma pouca vergonha e escravidão.

7) Preguiça: Medo de esforço e de tarefas que demoram muito para acabar, atividades muito longas.

.


MEME 2 - Seis coisas sobre você
.
Esse quem me passou foi a Janaína de Almeida do Blog Assuntos e etc.

Escrever 6 coisas sobre você.
.


1) Eu sou descendente de índios e escravos.
2) Sei andar de bicicleta e de patins.
3) Uso aparelho ortodôntico.
4) Sou sentimental e chorona (Mas jamais choro na frente dos outros para não acharem que eu quero chamar atenção).
5) Amo praia e rio.
6) Não gosto de filosofia de jeito nenhum.
.

MEME 3 - Oito Sonhos



E esse quem me passou foi a Andressa do Blog Entre Fotos e Beijos.


Escrever uma lista com 8 de seus sonhos.



1) Me casar (mas daqui à muito tempo).


2) Sonho com um único casamento só, que seja feliz até o fim da vida.


3) Quero investir em imóveis e viver disso.


4) Estudar Teologia.


5) Ajudar a sociedade, os mais necessitados, de alguma forma.


6) Ter uma casa de praia ou um apartamento na praia.


7) Conhecer os lugares mais bonitos do Brasil.


8) Ter uma casa linda com piscina e em um condomínio fechado.

.
.

A Verdadeira Idade
.

Dizem que gíria velha denuncia a idade muito mais que um festival de rugas. Ainda bem que eu não falo em gíria, rsrs.
A única gíria que eu falo, eu digo que não é gíria, é uma palavra que faz parte do meu sotaque, é dialeto de paulista, rsrs.
Vocês já devem saber de que gíria eu estou falando né!
É lógico!
Estou falando do MEU.
.

Todo Paulistano fala MEU.
Ôrra meu!
Nossa meu!
Fala sério meu!
Meu! Não acredito!
.

E assim por diante, rsrs. A única gíria que eu falo é essa mesmo.
.

Há uns anos atrás passava na TV um comercial do refrigerante Sukita que mostrava um homem (que não era mais nenhum mocinho) que vivia se fazendo de mocinho para paquerar as meninas. Aí ele falou uma gíria muito antiga (ele falou chu-chu beleza) e todo mundo percebeu que de mocinho ele não tinha nada, rsrs. Eu não conheço se quer uma pessoa que não deu risada com esse comercial, rsrs.
Eu até procurei o comercial no YouTube e em outros sites de vídeo mas não achei.
.

Não são só as rugas que denunciam a nossa idade, as gírias também denunciam, rsrs. Não adianta nada fazer um monte de plásticas e ficar com a pele lisinha se a pessoa não atualizar seu vocabulário, rsrsrs.
.

No programa Casos de Família o Dr. Ildo falou que todas as fases da nossa vida que, por um motivo ou outro, nós ficamos frustrados com essa fase, tempos depois elas voltam.
.

Um menino que não teve infância, por exemplo, no futuro essa infância vai voltar, aí ele vai ser um baita marmanjão casado, com filho para criar, mas não sai de perto do vídeo-game, da pipa, dos carrinhos. Ou então aquela menina que não pôde aproveitar sua juventude, no futuro ela vai ser uma senhora que adora usar roupas de adolescente e se comporta como adolescente, por exemplo, rs.
.

Lógico que não é com todo mundo que isso acontece, mas eu já tinha ouvido falar mesmo em algo do tipo. Não sei se isso é um mecanismo de defesa, ou distúrbio, ou um simples comportamento mesmo. Mas eu já ouvi falar em algo chamado regressão, que é exatamente isso que o Dr. Ildo explicou, as fases voltam.
Eu acho que as pessoas decidem regredir para as fases da vida que as frustraram.
.

E por causa disso elas não curtem sua atual fase. Os doutores dizem que é melhor curtir a nossa atual fase e o que passou, deixa pra lá!
.

Eu não tenho nada contra àquelas mulheres um pouco mais velhas que gostam de se vestir como mocinhas e também não tenho nada contra àqueles homens que gostam de se comportar como mocinhos, rsrs. E eu prefiro ter um marido que passa o dia em casa no vídeo-game do que na rua jogando bola, longe da minha fiscalização, rsrsrs.
.

Vocês devem estar pensando: Nossa, que menina ciumenta! rsrs.
.

Eu acho que as pessoas devem se livrar dessas frustrações e serem felizes. Como eu disse, eu não tenho nada contra às pessoas mais velhas que gostam de se comportar como adolescentes, mas se nada disso estiver adiantando, se mesmo assim elas continuam sofrendo; aí eu acho que elas devem buscar outra maneira de acabar com as lembranças tristes do passado, outra maneira de lidar com a frustração.
.

É possível ser poderosa sem ser tão jovenzinha assim.
Vocês já viram as notícias sobre o carnaval?
Eu vi uma que dizia que a escolha de duas mulheres mais velhas como rainhas de bateria de escolas de samba da elite do carnaval carioca é o tema de uma reportagem do jornal britânico The Times.
A reportagem está se referindo a Luma de Oliveira e a Luiza Brunet. Elas desbancaram as mocinhas e conseguiram o posto de rainha de bateria.

A reportagem eu vi aqui.
.

Viu só? Dá para aproveitar, se divertir, curtir, brilhar, sem ter que fugir da nossa atual fase.


Eu resolvi fazer esse post sobre esse assunto, não foi à toa não, foi por um motivo muito especial.
Resolvi falar sobre idade porque hoje, dia 21 de Janeiro de 2009 eu completo mais um ano de vida, rsrs.


Pois é, hoje estou ficando mais velha. Mas não me pergunte minha idade porque eu não vou falar não! rs.


Algumas pessoas já sabem minha idade, por isso eu peço encarecidamente que vocês não comentem qual é a minha idade na caixinha de comentários, porque outras pessoas podem ler por acidente! rsrs.
Tá Bom? É o presente de aniversário que eu peço para vocês, não contem a minha idade! rs

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us