.

.

.

.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Tem gente que não precisa trabalhar. Será?

Segundo o escritor, psiquiatra, pós-graduado em Gestão de Negócios e doutor em administração de empresas Roberto Shinyashiky, trabalhar é servir o próximo. É um compromisso que temos com o próximo. Em seu livro "Os Segredos do Campeões" ele diz que quando você ama o que faz, pode se tornar um prisioneiro da rotina e uma vítima da acomodação. Uma das idéias que mais tem levado o profissional à acomodação é a de amar o que faz. Quando você ama somente o que faz, você corre o risco de olhar só para o computador que fica em tua mesa de trabalho, olhar só para a calculadora, para o elevador da empresa, e não olha para o cliente.
Ele ainda diz: "Não ame simplesmente o que você faz. Ame o próximo".
Ame a pessoa que se dirige até a padaria para comprar os pães que você faz. Ame a pessoa que vai até o teu consultório te contar sobre seus dramas. Ame a pessoa que graças ao ônibus que você dirige ela consegue chegar todos os dias no trabalho.
O primeiro compromisso do profissional é com o outro e não com o salário que ganha. Portanto, é um equívoco achar que existem pessoas que não precisam trabalhar porque essas pessoas são sustentadas pelos pais e já têm dinheiro o suficiente. Como eu acabei de dizer, o primeiro compromisso do profissional é com o outro e não com o dinheiro. Então, rico ou pobre, todo mundo precisa trabalhar. Se somos de uma família rica e não necessitamos de um salário porque já recebemos mesada; melhor ainda! Não seremos mais um que vive lutando por um salário melhor, podemos trabalhar voluntariamente. Com certeza tem alguém no mundo precisando do meu trabalho, da minha mão-de-obra, independentemente da minha posição financeira. Rico ou pobre, todos têm talentos, vocação, ninguém é inútil, para alguma coisa a gente tem que servir, né (rsrs).
Pesquisas mostram que o jovem de hoje está começando a trabalhar muito tarde. Eu mesma conheço rapazes de 19, 20 anos que nunca trabalharam. O trabalho é uma fonte de conhecimento, de ensinamentos. O trabalho nos faz amadurecer e crescer como pessoa. Dependendo do trabalho, o ser humano desenvolve espírito de equipe, aprende a respeitar o espaço do outro, aprende a ouvir o outro, exercita sua capacidade de resolver conflitos, exercita sua criatividade, aprende a receber e respeitar ordens, consegue ver o que é lutar para alcançar uma meta, aprende a competir, aprende a negociar enfim, o trabalho traz incontáveis benefícios ao homem. Mas o principal, e o que Deus quer que façamos, é servir o próximo. Não importa se eu tenho muito dinheiro ou se eu não tenho dinheiro, eu tenho que servir o próximo com amor e assim, fazer a vontade de Deus.
Precisamos do pedreiro para construir nossas casas, precisamos do varredor de rua para manter a cidade limpa e mais bonita, precisamos do carteiro para levar e nos trazer cartas de pessoas queridas que estão longe e assim, nos fazer matar um pouquinho da saudade, precisamos do motorista de ônibus para nos transportar ao médico, ao trabalho, à nossa casa, precisamos da cozinheira que mata nossa fome no horário de almoço ali no restaurante da esquina, precisamos das costureiras para fazer as roupas que vestimos, precisamos do guarda de trânsito para pôr ordem nos carros e nos ajudar a atravessar a rua quando algum semáforo estiver quebrado. E esse compromisso que temos com o próximo, é também responsabilidade social.
Roberto Shinyashiky ainda diz que "quem serve o próximo, serve à Deus. Quem trabalha serve à Deus." Afinal de contas, Deus mandou a gente trabalhar. E obedecendo à Deus, estamos fazendo a vontade Dele, ou seja, estamos servindo à Ele.
(então, se alguém aqui acha que o conceito de responsabilidade social surgiu nos departamentos de marketing das grandes empresas, está muito enganado. A verdadeira responsabilidade social, ou seja, o compromisso com o próximo, foi criado por Deus).
Diz o jornalista Mário Rosa: "Quem trabalha bem nunca é egoísta; egoísta é quem não trabalha. Para ter sucesso profissional, você precisa obrigatóriamente pensar no outro. Quando pára de pensar no outro, a decadência se torna inevitável."
Portanto, essa história de que "fulano já ganha mesada da família e por isso não precisa trabalhar"; não é verdade. Todo mundo precisa trabalhar porque todo mundo precisa servir à Deus, todo mundo tem um compromisso com o outro.
(Hoje eu não estou falando sobre problemas sociais, não misturem as coisas, estou falando sobre o valor do trabalho e não sobre o desemprego).

Beijinhos
Image Hosted by ImageShack.us

35 comentários:

Anderson Emídio disse...

Olá Juliana.
Grandes personalidades da história deixaram um legado por entenderem este princípio,servir ao próximo é a missão de todos nós.Independente doque e com oque,o fato é que servir ao próximo é a razão das habilidades,dons e sonhos que temos.
As grandes corporações mundiais por exemplo são oque são porque agregam valores para servir as pessoas.
O homem foi criado para produzir e servir ao seu próximo e este é o maior dos princípios na vida de uma pessoa de sucesso.

Parabéns pela postagem!!!
Beijos

Gerly disse...

Ótimo post!
Já dizem as Escrituras "Tudo que fizerdes fazei como ao Senhor e não aos homens".
Q possamos nos lembrar disso diariamente! A começar de mim!

Bjoka!

:o)

GUILHERME PIÃO disse...

O trabalho enobresse o homem e enriquecer é outra estória.
Abraços

Márcio Ribeiro disse...

Adorei o seu post! Eu particularmente, trabalho no que eu gosto, estudo direito e mesmo ganhando uma mixaria como estagiário, sei que é bom para a minha carreira, e sei também, que com a minha carreira, vou poder fazer algo pelo próximo.

Todos deveriam pensar como nós né, teriamos um mundo bem mais justo e humano.

bjs
www.comideiaseideais.blogspot.com

Thiago disse...

Intrigante. =}

Ótimo post !
Um beijo

Tony Madureira disse...

Olá,

Subscrevo totalmente!



Bjs

leonardotr disse...

OI juliana, brigado por ter retornado a visita no meu blog, e eu estava pensando se vc da proxima vez , se tiver uma, colocar o link do seu blog junto ao seu comentario para que aqueles que acompanham o bog da qual faco parte possa acompanhar o seu tbm !

Acabei de ler a sua sujestao,
bom para quem quiser acessar o meu blog
sem compromisso
estah aqui:

http://juventudenvps.blogspot.com/

Ser jovem Cristao e muito Louco
Brigadu Juliana
Beijoos

Eliane disse...

O trabalho só é frutífero quando fazemos aquilo que gostamos e o pagamento é justo.Devemos valorizar o que fazemos.Para isso o trabalhop deve ser feito com amor e bem feito.
Beijinhos

Dany disse...

Espero um dia me formar e trabalhar no que gosto... Mas não só isso, espero ser valorizada pelo que faço tb, e assim poder viver de forma agradável no ambiente de trabalho. Só assim, terei uma vida tranquila, estável e poderei ajudar o próximo e tantas pessoas que penso em ajudar caso tenha dinheiro um dia!
Bjs

sandre disse...

Existe um provérbio popular que diz, "O trabalho traz dignidade ao homem"

Uma verdade que tem sido, distorcida pelo homem em sua incapacidade de amar.
Pois hoje coisas valem mais do que pessoas.

Belo post.

Bjs
Sandre

Cassius Vallim... disse...

Bom, eu gosto do que eu faço, talvez não ame, mas gosto bastante... não trabalho direto com o cliente, mas trabalho em regime de turno sempre com o mesmo pessoal, sempre com o mesmo grupo... o que nos torna muito próximos e humanos!

Um ótimo final de semana.

♥тєcα♥ disse...

Pior que todo mundo precisa né amiga?

Ai queria ganhar dinheiro dormindo, rs!

Beijinho amiga ótimo final de semana para ti!

Nina Fernandes disse...

Pode ser que algumas pessoas não precisem trabalhar.
Mas ficar parado ninguem deve.

Paulo Pinto Pereira disse...

OI, Juliana! Retribuindo sua visita e tendo a satisfação de encontrar um blog que é um tesouro. Legal! Gostei do seu post e de você, que tem uma cabeça afinadissíma!
Abraços!

Tiago Faller disse...

Concordei geral, cara... Bom texto!

"Amar ao meu irmão, assim como Jesus me amou.
Isso resume, sim, um novo mandamento que devemos seguir." (8)

Joyce Carla disse...

uou....
^^
Você realmente fala sobre assuntos polêmicos!!! gostei.
bjussssss

Viajante da Imensidao disse...

Gosto dos livros do Roberto Shinyashiky...são muito bons mesmo...Trabalhar no que vc gosta é um pouco relativo...as pessoas tendem a se acostumar com tudo, e o do costume acabam gostando do que fazem (ou não)...mas até que vc não atinja uma estabilidade, sempre vai estar descontente com o emprego...é preciso traçar uma meta e procurar cumprir, não da noite pro dia, mas trabalhando dia-a-dia sem desistir....sem esquecer de dar valor as relações interpessoais, isse é o ponto forte para se obter sucesso..

Bom fim de semana Ju...Bjos

B. disse...

Nossa, tem dias que eu sinto que trabalhei demais! =p
Mas então, isso que você disse tá certíssimo. É muito fácil julgar pela situação financeira ou pelo próprio emprego sem nunca saber o que está por trás. Por isso que a verdade é que cada um sabe de si, e só. Ninguém mais sabe de ninguém! Os bastidores somos só nós que conhecemos os nossos!

Karkr Napon disse...

Olá Juliana!
Obrigado pelo seu comentário, amei e concordo com ele, é bom ter pessoas conscientes e que se não deixam influenciar pela mídia (algo raríssimo hoje em dia...) ;)
Amei seu post, realmente trabalhar é servir a Deus, sempre devemos estar em atividade, nunca picar parado mesmo você tendo ou não condição para se manter, quando alcançamos nossos objetivos devemos querer sonhos maiores e novos objetivos, jamais parar. Claro, amar o que você faz é essencial, mas amar a Deus e ao próximo é mais ainda :)
BJonas e Deus abençoe
xD

Cris Santos disse...

Ju, tive varios conflitos com algumas materias lá na facul justamente por isso: defendia-se que o trabalho foi oque proporcionou condições e criou necessidades para a nossa sobrevivência e evolução. Concordo claro, só que sempre preferi ultilizar palavras como relações com o grupo :)
Não gosto muito da palavra trabalho, é uma herança minha da visão capitalista, trabalho=escravidão mal remunerada. Então eu trabalho porque preciso e só...
Agora olhando o trabalho como uma forma de servir ao próximo proporcionar possibilidades de relação social e não apenas uma venda de mão de obra, sim, ele é essencial para as pessoas que o executam. Como venda de serviços, ele é essencial para a humanidade que usufriu dele mas apenas uma forma de sobrevivência para quem é "explorado"...
Obs: mas claro que se eu fosse filhinho de papai, como já tem muitas pessoas na fila por um emprego, eu não iria ser o responsavel pela fome de uma familia, talvez até criasse mais empregos, mas trabalhar... não rs
Obs2: mas se eu tivesse pensando só no dinheiro, nunca que estaria cursando psicologia rs
beijos!

Celo Aglio disse...

Parabéns, tudo o que você escreveu aqui fez muito sentido pra mim, que já há tempos não via sentido no trabalho.

Acho que sempre soube, sempre senti, que o único sentido em meu trabalho seria o amor a próximo e o compromisso para com eles, e , aliás, se eu não tiver amor e paciência com o próximo meu trabalho vai por água abaixo hahah


Ótimo blog, ótimas linhas...são leves e gostosas de ler. Precisamos de mais gente que escreva assim: pra gente!

Celo

Rafa Gizzi disse...

Eu queria mesmo ser essas que tem muito dinheiro e "não precisam trabalhar" só para servir à Deus voluntariamente. Passaria meus dias gastando o muito dinheiro, que no caso eu teria, fazendo os outros mais felizes, servindo aso outros. Principalmente às crianças.

Voluntário é tão mais prazeroso!

Curupira disse...

"Aquele que não trabalha, que não coma" isso tá na Bíblia.
Como está muito bem dito em seu post. o nosso trabalho deve cumprir naturalmente sua função social. Nosso trabalho nos agrega à sociedade. Caso o trabalho seja exercido pelos princípios Cristãos as coisas ficam fáceis.
Espíritas e Católicos acreditam na salvação pelas boas obras e não pela graça de Deus.
Boas obras é obrigação do verdadeiro Cristão que se arrepende de seus pecados e toma Jesus como seu salvador.
Tudo se conecta...
um abraço
inté

Saldanha disse...

Belo post.
Acredito e tento viver como um profissional do Reino, ou seja, não basta trabalhar, nosso trabalho deve de alguma maneira melhorar o mundo, ajudar as pessoas, facilitar as coisas...
Continue escrevendo assim.
Paz e Bem,

Cadinho RoCo disse...

Quando você diz que precisamos servir a Deus, concordo porque enquanto criaturas não devemos querer dar uma de Criador porque simplesmente quebraremos a cara. No entanto, por Sua infinita sabedoria Deus já colocou isso até como mandamento, porque o que na verdade acontece é que nós precisamos de servir ao próximo, para que numa mesma dinâmica sejamos servidos. Sem isso, simplesmente não conseguimos sobreviver. Somos seres dependentes uns dos outros e aí é que está o pulo do gato. O arremate genial de Deus é para que sirvamos com amor para que este amor também reflita sobre nossas vidas.
Cadinho RoCo

Márcio Ribeiro disse...

Olá! Venho pra lhe dizer que indiquei este blog ao selo Melhores 2008. Quando poder, vá em meu blog e pegue o selo, é merecido!

www.comideiaseideais.blogspot.com

O SELO ENCONTRA-SE NA POSTAGEM DE 25 DE OUTUBRO.

Fito disse...

Eu to na psicóloga, pra ver se melhoro...
Valeu mesmo! Tem orkut? o meu tá em fitomarcio@yahoo.com.br (é o MSN tb)

Abraços do Fito

αиα.·* disse...

1ª vez aki.. muitoo baum tudu isso


voltarei semprii


deixar o link néh?
amuuh.blogspot.com

Daniel Simões disse...

obrigado pela visita e pelo comentário, achei engraçado quando vi tambem.. abraços

Eliane disse...

Tem selinhos pra vc.Escolha um e coloque no seu blog.Beijinhos

Alexandre Gil disse...

o conceito da palavra trabalho no grego, significa - SERVIR A DEUS!!!

mto bom este autor e bela reflexao fizeste
:)

Thiago disse...

Ótimo texto...

bjo...
Thiago
moskitoloko.blogspot.com

paulinho damascena disse...

Gostei do Blog,
vc escreve super bem.
topa parceria entre blogs?

♥ DeH ♥ disse...

Adoreeeeeeeeeeei seuu blog...!! =D

ée meio dificil mesmo, ainda mais quando vc qr contar sobre sua vida e nao sabe nem por onde começar...
^^J
maais com o tempo eu apreendo neeh!?

BeeijiNhos!

RayanneSilvério ~~* disse...

esse docinho no final me deo água na boca x]
(desculpe a demora ¬ )
obrigada pelo comentário ;*