.

.

.

.

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

39 - Pressões

Há anos atrás, a mulher sofria muita pressão da sociedade pois, queriam que ela fosse uma boa esposa, uma boa mãe e uma zelosa dona de casa.
Hoje, essa pressão continua. Porém, acrescentaram mais um item à essa lista. Além de boa esposa, boa mãe e boa dona de casa, a mulher sofre pressão para ser uma boa profissional também.
Se uma mulher optar por ser só uma dona de casa, irão julgá-la dizendo que ela deveria trabalhar fora. E se ela optar por ser uma mulher de negócios, irão julgá-la dizendo que ela não é uma boa dona de casa.
E ela não sabendo lidar com essas cobranças, busca atender à todas as expectativas da sociedade, talvez por medo da exclusão ou por medo de se sentir menos mulher, ou ainda por medo que os outros achem que ela é menos mulher.
Tentar ser uma "Mulher Maravilha", está fazendo muitas mulheres sofrerem de stress e depressão.
Eu prefiro ser 1% em várias coisas, do que ser 100% em uma coisa só. Mas, ser 100% em tudo, não dá. Ninguém é de ferro. Ninguém é robô. A mulher é muito pressionada também para ter um marido, se ela for "solteirona" será tratada como uma coitada.
Nenhuma mulher é menos mulher só porque não atende às pressões da sociedade. Ela não é menos mulher só porque não tem um marido e optou por ser solteira.Tem gente que diz que é vergonhoso uma mulher depender do dinheiro do marido, dizem que é vergonhoso uma mulher pedir dinheiro para o marido. Isso está fazendo com que ela se sinta mal e ache que está se aproveitando do companheiro. Quando eu casar, mesmo casada pretendo trabalhar fora mas, não é vergonha alguma eu e meu marido dividirmos o dinheiro, somos parceiros. Quando eu precisar de dinheiro não há nada de mal em pedir emprestado para ele, e vice-versa. Bom, é assim que eu penso.

Beijos à Todos!

22 comentários:

Martinha disse...

Antes de serem mulheres, elas são seres humanos, e não são perfeitos... Nenhuma mulher é uma máquina capaz de ser perfeita em tudo o que a sociedade exige...
Interessa é que as mulheres vivam uma vida justa, digna e de acordo com as opções que fazem. Como as pessoas, todas são diferentes.
Eu penso da mesma maneira que tu!
Beijinhos :) *

Fernanda Resende =';'= disse...

Oiiie... Tô passando para dar uma olhadinha no seu blog (de novo). Adorei o post... Um abração e uma ótima semana!!! Bjim... Fê. =)

Dany disse...

Cada vez mais exigem da gente. Não sei como é que mulheres casadas e com filhos conseguem trabalhar, cuidar e ter tempo pros filhos e maridos... deve ser um corre-corre e um estress sem tamanho. E outra: nós mulheres trabalhamos tanto qto os homens, temos uma casa pra cuidar e ainda ganhamos menos que eles... isso é vergonhoso! Pq mudam tantas coisas pra mulher, mas esse preconceito com a questão do sexo não muda?!
bjs!

Monique Lôbo disse...

E ainda nos chamam de sexo frágil!
Quando não trabalha fora é Amélia,quando não trabalha em casa é negligente com a familia,se é casada é submissa,se não é casada é encalhada.Nossa,nunca ficam satisfeitos,e provavelmente nunca ficarão!Então não devemos dá importancia a esses rótulos e padrões pré definidos por uma sociedade machista.Temos que nos valorizar e nos importar com o que consideramos importante,se é trabalhar fora ou não,casar ou não.Chega de nos exegirmos super poderes,somos humanas!!
Mais uma vez muito obrigada pelo selo!!!
Bjus

cah disse...

nhaa q massa seui perfil aahuauha xd
e bem criativo esse post de hoje :0
http://imensidadx3.blogspot.com

Carlos Henrique Leda disse...

Vou eu fazer o papel de advogado do diabo. Li os argumentos e são coerentes sim, e concordo. Mas os homens também são bem pressionados. Sofremos pressão sempre para sermos fortes e suportarmos tudo, temos que ganhar mais que as mulheres, temos que ser garanhões, não podemos demonstrar sentimentos, tampouco compaixão.
Imagine se um menino apanha do outro e não revida, pois aprendeu que não é bom isso. Vai ser satirizado por todo mundo, até 'aprender' a ser homem de verdade.

Só disse tudo isso para dizer que há o outro lado também. E não vou dizer que esse lado é maior ou menor do que o outro. Isso não faz diferença.

O que faz a diferença é agirmos com valores com as pessoas (homens e mulheres) que convivemos, deixando de exigir tudo isso que foi relatado neste blog.

[]'s

Odilon disse...

Obrigado pela visita no blog e pelas palavras carinhosas. Gostei muito do seu espaço e comcordo que é impossível querer a perfeição em todos os domínios. A melhor forma é compartilhar o quanto se consegue em cada um deles com os outros. Uma mão lava a outra.

Carol disse...

Oie tudo bem miga?
Nossa miga eu tb acho que a mulher depender do marido não tem nada d+, eu não gostaria de ser totalmente dependente do meu marido mas se não tiver outro jeito fazer o que né, mas vergonha não, que isso! acho que a população tá mal informada ehheh.
Bom vou indo nessa, uma ótima semana p/ vc.
Bjs.

Janete Cardoso disse...

Obrigada por sua agradável visita!
Espero que volte sempre!

A mulher moderna conquistou espaço no mercado de trabalho, mas não conseguiu se libertar dos grilhões antigos, dos padrões estabelecidos... :(
realmente, não dá pra ser 100% em tudo...

beijos

Sahmany disse...

Oi querida, tudo bem com vc?
Obrigada pela visita, gostei muito.
Venha sempre que quiser tá?

Quanto a seu post...
Gostei do seu ponto de vista viu?
Mas olha, o mais importante é o que VOCÊ pensa de si mesma. O que os OUTROS pensam, não importa. Se vc pensa bem de vc mesma, está em paz com Deus, tá tudo ótimo né? É assim que eu faço.
Beijos

Jéssica Alves disse...

Pedir dinheiro pro marido não que dizer que está se aproveitando dele.
Casal que é casal tem cumplicidade.
Mas tem razão, não dá pra ser 100% em tudo!

beijos, moça!
Valeu a visita!
*________*

Ecclesiae Dei disse...

Disse tudo!!!
Parabéns

♥тєcα♥ disse...

Sem muito a declarar...

...apenas assino em baixo Ju, adorei o post e o que você pensa!!!

Beijão!

PS:vergonha é um homem depender do dinheiro da, mulher...rs!!!

sergio (voltando das férias) disse...

Concordo plenamente com seu posicionamento. Falta compreensão aos homens de maneira geral. Abraço e bj.. ps. estava curtindo férias e agora, retornando ao batente

SGi/Sonia disse...

Oi Ju,
Já vou entrando de sola mesmo, me sentindo a íntima, afinal esse assunto é muito EU.
Trabalhei minha vida toda, desempenhava todas as tarefas possíveis e imagináveis, quando meu fiho mais velho estava com 3 anos, parei de trabalhar fora, já não estava mais compensando, porque no final das contas trabalhava pra pagar alguém pra cuidar dele pra mim.
Agora fico em casa, tô doidinha pra voltar a ativa.
Mas nessa minha vida de mãe e dona de casa em tempo integral, ainda acho chato ter que pedir dinheiro, ter que avisar que gastei tantos no cartão... Essas coisas que antes(a 6 anos atrás) eu não fazia.

Mas eu torço pra que um dia todas nós mulheres tenhamos a liberdade total pra ir e vir...

Beijins

Leonardo disse...

Obrigado pela visita no blog!
E desde já gostaria de parabenizar o seu. Boas palavras bons temas. Você escreve muito bem.
Pena que nem todas as mulheres sensatas pensam como você.
Deus te abençoe!

Ana Maria disse...

Mais um ótimo post. =)
Não é fácil ser mulher!!!! O pior é que na maioria das vezes as fofocas e exigências partem de outras mulheres. Até as amigas cobram que vc tenha namorado, depois que se case, tenha um bebê, dê um irmão para ele... cada vez aparece uma nova exigência.

Viajante da Imensidão disse...

estou até com medo de fazer comentario desse assunto...rsrs...realmente se exige muito da mulher hoje em dia, naquela época em que mulher era pra ficar em casa e ser submissa em tudo ao marido passou a muito tempo (apesar de ainda existir essa falta de consciencia em algumas sociedades), mas a mulher continua a carregar a responsabilidade de ser responsavel pela casa e ainda ser "obrigada" a trabalhar fora pra compor a renda mensal da familia...O que falta ainda é muita conscientização de ambas as partes, tantos dos homens quanto das propias mulheres que discriminam umas as outras...é preciso conciliar e respeitar o que a mulher buscou e conquistou, 'direitos iquais'...

Tenha uma ótima semana...bjos

O Profeta disse...

Ai quem me dera agitar o tempo
Atirar a mágoa à voragem da noite
Arrancar as raízes ao pensamento
Sentir a paz que uma lagoa acolhe


Boa férias


Mágico beijo

Anita disse...

Olá boa tarde. Venho agradecer a sua visita ao meu cantinho e volte sempre pois a porta está aberta.
Voltarei.
Muito há a dizer sobre este assunto. Basta abrir a Bíblia e logo aí temos as instruções que Deus dá ao homem e à mulher.
Um dia abençoado.
Fique bem. Fique com Deus.
Anita (amor fraternal)

Zek disse...

Eu acho que nós dois sofremos pressoes, homens e mulheres... temos que saber equilibrar o que querem de nós com oque podemos dar..

PS: Valeu a visita e volte sempre que quiser.

Gervásio Neto disse...

Parabéns pelo blog e pelo texto. É a realidade nua e crua!!! Bjão