.

.

.

.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

25 - Liberdade

Liberdade é algo muito relativo, uns dizem que têm, outros dizem que não, enfim, não é sobre 'quem tem e quem não tem' que quero falar. O que quero dizer é muito simples. Ser livre ou estar livre, não é simplesmente fazer tudo o que vier na cabeça. Achar que um sentimento de liberdade é sair de casa e voltar a hora que quiser sem ter que dar satisfações aos pais, também achar que você é livre para beber, fumar, sair de balada toda semana, usar drogas, pixar as ruas escrevendo todas as suas revoltas, ficar na internet até a hora que te "der na telha", você pode estar enganado, isso pode ser uma escravidão. Quem usa drogas não consegue parar de usar, isso significa escravidão e não liberdade. Muita gente pensa que é livre mas, na verdade é escrava. É escrava das "paixões" do mundo material, é escrava do álcool, é escrava até mesmo das baladas, da internet, de seus ídolos, é escrava da beleza, entre outros. Somos livres para fazer o que quisermos porém, se somos fortemente criticados a respeito de algo que pretendemos fazer, ou se causamos discórdia e discussões na nossa família, precisamos refletir: -Será que estou sendo livre ou escrava desse "algo" que quero fazer? Isso está me fazendo bem? Se é tão bom assim por que causou tantas opiniões adversas? Será que eu consigo viver sem isso? Será que eu consigo me divertir sem bebida? Será que consigo me acalmar sem cigarro?
Seja livre! Não seja escravo.
Beijos à Todos!

Nenhum comentário: