.

.

.

.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

21 - Aceitação

É muito difícil conviver com o que não gostamos. Mas, por que não gostamos? É preciso identificar esse motivo para que possamos aceitar a nós mesmos.
Nós não aceitamos a aparência que temos por que os outros não acham bonito? Nós nos olhamos com os olhos dos outros então?
A discriminação dói, ela magoa, entristece. As nossas diferenças devem ser motivo de orgulho mas, as ofensas contra nossas características físicas, as transformam em motivo de vergonha.
Quando uma pessoa é freqüentemente zombada, humilhada, ridicularizada em público, ela pode ter seqüelas dessa situação para o resto da vida, como por exemplo, ela pode perder a confiança em si mesmo, ter a auto-estima baixa, entre outras seqüelas que podem surgir.
As pessoas gostam de cabelo liso, cintura fina, ceios "avantajados", nariz reto e fino, barriga "tanquinho", olhos claros, orelhas pequenas e celulite zero. Por isso quem não se enquadrar neste conceito de beleza, infelizmente, vai ser motivo de zombaria, vai ouvir que seu nariz é assim, é assado. Orelha disso, orelha daquilo. Cabelo de alguma coisa. Se formos altos demais ou baixos demais, gordos demais ou magros demais, seremos motivo de chacota.
Resumindo; querem um corpo perfeito. Perfeito aos olhos deles que gostam de zombar dos outros né, pois para mim não existem feições feias, existem feições diferentes umas das outras. Mas, todo mundo quer ser igual para não ser humilhado. Todos querem estar no padrão.
Quem tem dinheiro para mudar sua aparência faz milhares de tratamentos, plásticas e passa a vida inteira presa nisso. E quem não tem condições passa a vida inteira sofrendo, frustrado (a) e não se aceitando.

Eu vejo dessa maneira: - É tudo uma questão de moda. Ninguém tem características feias, elas simplesmente não estão na moda. Eu me lembro que antigamente considerava-se feio mulheres com seios grandes, elas eram até complexadas, sonhavam em diminuir o tamanho dos seios. Hoje todo mundo quer aumentar os seios. Hoje todo mundo quer aumentar o tamanho dos lábios, que há pouco tempo atrás quem tinha a boca carnuda era chamada de beição (essa eu falo por experiência própria rs), antes ninguém achava bonito, hoje todo mundo acha lindo.
Se de repente uma mulher com seios pequenos fizer o maior sucesso, as outras mulheres vão correr para as clínicas de cirurgia plástica para retirar o silicone.
Isso mostra que as pessoas que modificam sua aparência são pessoas que se olham com os olhos dos outros e se comparam aos outros.
Seguir padrão de beleza é uma tremenda de uma falta de autenticidade.

Nós não precisamos que os outros nos achem bonitos. Ou precisamos? Para quê? Não devemos ficar nos comparando a ninguém. Se os olhos azuis daquela moça são lindos, os meus olhos negros ou orientais também são. Se o cabelo liso daquela moça é bonito, o meu cabelo encaracolado também é.
Ficar se comparando aos outros, querer ser igual aos outros, só nos faz sofrer. Buscar ser magra igual a vizinha, amiga, irmã, atriz, enfim, só nos traz sofrimento, nunca nos traz alegria porque é uma busca que não termina.

Portanto, antes de tomarmos a decisão de modificar alguma característica de nosso corpo devemos pensar: - Aqueles que tanto riram e nos ridicularizaram, é exatamente essas mesmas pessoas que queremos agradar. Queremos que elas gostem da gente, da nossa aparência.
Será que vale a pena? Acho que essas pessoas não merecem nosso sacrifício, afinal a vida inteira elas só fizeram a gente não gostar da gente mesmo. Só fizeram a gente odiar a gente mesmo e não nos aceitar. E ainda queremos agradá-las? Elas não merecem.
Eu sou assim: - Não admito mais piadinhas a meu respeito. Não admito mais humilhações. Me chateou, me ofendeu? Eu viro a cara. E essa pessoa para mim morreu. Eu respeito todo mundo e exijo respeito em troca.
Com essa atitude, eu não estou perdendo amizades, eu estou vendo quem são meus amigos de verdade, quem realmente me respeita.
Lógico que essa atitude radical não é a mais indicada mas, de qualquer forma, todos que se incomodam com piadinhas e se sentem humilhados devem encontrar uma maneira de conscientizar as pessoas, de que "comigo ninguém mexe mais".
Todo mundo me fala que eu não aceito brincadeira, e eu não aceito mesmo. Quando um humorista faz uma piada e a platéia não ri, não é que a platéia não sabe brincar, o problema está no humorista que não sabe fazer piada. E eu acho que toda vez que alguém não aceitar uma brincadeira minha o problema está em mim e na piada que eu fiz. Vai ver, a piada não é uma piada aceitável. Ninguém é obrigado a rir ou a gostar do que eu falo.
Outra coisa; quando alguém te ofender, deixa entrar por um ouvido e sair pelo outro, jamais deixe entrar no coração. No coração só coisas boas, ok?

Uma coisa que eu aprendi, é que ninguém é 100%.
Por mais que a gente trabalhe nossa mente ou nosso emocional para nos aceitarmos, nunca chegaremos a perfeição. Sempre teremos algo que vamos tentar mudar. Quando alguém vai buscar tratamento para mudar algum probleminha emocional, como por exemplo, timidez, agressividade, etc. Ela consegue melhorar muito mas, nunca será 100%. Ainda terá situações que a deixem tímida ou agressiva.
É absolutamente natural não aceitarmos algum defeito, seja ele físico ou defeito de caráter. Cuidar do cabelo, da pele, das unhas, toda mulher sabe como isso faz bem para gente e melhora o nosso humor. O que determina se eu me aceito ou não me aceito é a quantidade. Fazer plásticas no nariz, na boca, usar lente para mudar a cor dos olhos, fazer lipo, colocar silicone em tudo quanto é lugar do corpo e fazer isso tudo sem limites, está na hora de eu parar para pensar, tentar me livrar dos "traumas" que me fazem sofrer e me libertar da opinião dos outros.
Existem cinco dicas que eu procuro seguir diariamente:

* Nunca se compare a ninguém.
* Nunca se olhe com os olhos dos outros.
* Nunca deixe uma ofensa entrar no teu coração.
* Não preciso que ninguém me ache bonito (a).
* Só aceite elogios a teu respeito.

22 comentários:

Pedrita disse...

vc falou uma verdade, é uma questão de moda. na década de 70 o bonito era ter seios pequenos. as mulheres faziam cirurgias para diminuir os seios, hoje isso mudou. o importante é gostarmos da gente, termos auto-estima. e não focarmos a vida só no estético. infelizmente o brasil olha demais para a estética feminina e pouco para o nosso intelecto. beijos, pedrita

nadja disse...

LINDUXINHA QUE BELO TEXTO PARABÉNS !!!
VIM TE CONVIDAR PARA O RODIZIO DE FONDUE NO CANTINHO DA NADJINHA !!!AMANHÃ Ñ FALTE ...TÁ DE DAR AGUA NA BOCA KKKKKKK
OTIMO FDS BEIJUSSSSS
http://www.meurascunho.blogger.com.br/_ChocFondue.gif

MilfordMaia disse...

Retribuo sua visita ao "Assim fala Milford Maia" e aproveito para deixar um comentário sobre o texto '21 - Aceitação'.

Muito pertinente o assunto. Não é fácil, são muitas cobranças, conceitos pré-fabricados, modas, enfim, pressões para que agora sejamos assim e daqui a pouco, assado.

Mais do que aceitação, que é o primeiro passo, sem dúvidas, necessária é a busca por auto-conhecimento, auto-entendimento, para enfim, encontrar-se, a caminho de sermos mais completos e prontos para os desafios da vida.

Forte abraço! Visite o blog aqui ou acolá!

nadja disse...

OIE ADORADINHA VOLTEI...O MEU BLOGGER É ESSE www.nadjaloukapornet.blogger.com.br/
o rascunho da nadja ..é aonde eu faço primeiro minhas postagens é tipo um rascunhozinho!!!!..vai no nadja louka ok ..obrigada amada..lá sim está certinho !!!!beijus milllllll..otimo fds!!!!

Pudim disse...

Falou tudo!
O que é bonito ou não é um assunto particular. Como ninguém é perfeito, temos que ver nos outros o que achamos bonito e não ridicularizar. Não só o interior como o exterior, ninguém é igual e todo esse conjunto de ídeias, sonhos, características ( seja elas exteriores ou interiores ) nos fazem únicos. Essa é a verdadeira beleza, aquela que ninguém, absoltamente ninguém, por mais plástica que fizer, lavagem cerebral que sofrer, esforço que tiver, vai ter igual.


Parabéns, sua forma de se colocar de olhos abertos para o mundo é 10!

Ana Maria disse...

Bem interessante esse tema. è importante saber aceitar as pessoas como são e não como a mídia manda. Adorei as frases finais.

Lin disse...

Ola, obrigado por deixar um comentario!!
Eu acho realmente legal editar o blog mesmo que ninguem olhe mas sabendo que tem gente olhando eu fico mais feliz!!
...Gostei das frases acima, mas que acho dificil nao fazer essas coisas XP

• A l i n e x) disse...

Nossa, o texto é grande, mas fala tudo o que eu tento dizer pra algumas pessoas :D
Sabe, se alguém não te aceita, porque ~você tem que mudar?

Obrigada pela visita, gostei daqui!
beeijos ;*

Andy In The Sky disse...

Olá, vim retribuir a visita ao meu humilde blog, você também escreve muito bem. Se quiser me adiciona no msn : andy.nakamura@hotmail.com
bjo

Analu disse...

retribuindo a visita...mmm, seu tema sobre aceitação é pertinente e vai mto além de características físicas ao meu ver. Tem a ver em aceitação da sua própria personalidade, existencia. Porque se importar com o que os outros pensam? Mesmo lindos, belos... nunca vamos agradar a todos. Tenho o cabelo liso, barriga tanquinho, sou engraçada, divertida e inteligente. Mas tem uma coisa que mta gente não gosta em mim: tenho opnião, personalidade. As pessoas preferem conviver com cascas vazias que podem ser rotuladas e qdo se esbarram com alguém qua não acompanham a correnteza, se chocam, se escandalizam, e a diminuem tmb. Não só fisicamente. Por isso. além de gostar de vc, de se aceitar, ter personalidade, determinação e ser fiel aos seus preceitos, é fundamental. E mto mais difícil de ser feito, mas não impossível ^^ Volte sempre ao Inconstância, viu?

Sidnei disse...

Em primeiro lugar, venho agradecer sua visita em meu blog: http://www.aconteceudeverdade.zip.net/

Realmente o que você postou é uma realidade, as pessoas não tem procurado se satisfazer por si só, buscam sempre a opinião de uma outra pessoa! Falta um pouco de personalidade, não só ao se tratar de corpo, mas outras são roupas, procuram estar na moda, no desfile vêem roupas ridiculas que até são criticadas, quando faz parte do figurino da estrela da novela das 8, faz-se sucesso, e esquecem das críticas feitas anteriormente!

A pessoa tem que se olhar no espelho se sentir bem com ela mesmo, se amar do jeito que ela é! Ainda bem que todos são diferentes, pois se tudo fosse padronizado não seria gostoso!

Parabéns pelo seu blog, visitarei mais vezes, beijos.

Maah-chan disse...

Oieee x3' amei seu coment no meu flog,mto obrigada. seu blog é lindo e suuper informativo ^^x mais uma vez,obrigada e volte sempre xD kissus =**

Jeaninny disse...

Retribuindo o seu coment

Juu ameei o seu blog, de verdade cheio de conteúdo, posts mtu interessantes ( coloqueei até nos meus favoritos ) Seempre que puuder apareça laa no meu blog ok? beeijos

Pudim disse...

Que bom que você gostou! Eu adoraria continuar com meu blog, como pode ver ele esta bem abandonado! :)
Mas, como eu tenho apenas 14 anos e grande parte do meu tempo fica dividido nos estudos, escola e as festas noturnas (De 15 anos, de meus colegas de sala.), eu fico de cabeça cheia de mais para postar.
Nessa e na próxima semana tenho provão na minha escola, aquela temida prova de meio do ano que decide quem vai ter férias ou não... x_x

Fico com muito medo

... disse...

Olá, querida! Vim agradecer imensamente suas palavras na minha página, elas me fizeram muito bem! O seu blog é um encanto, assim como você também deve ser. Quanto ao último texto que postou, adorei. As pessoas estão numa eterna busca de beleza, esquecendo da autonomia e do que verdadeiramente as fazem bem. Algumas já perderam a identidade em troca da estética, o que é uma coisa muito séria. Imagina o que seria de você se não conseguisse mais associar-se à imagem do espelho?

Te desejo sorrisos na vida e no espelho que há dentro de você.

Grande abraço

Nayara

Nina Fernandes disse...

Só deixamdno minha marquinha...

Blog legal.. ;)

Julio Cesar Corrêa disse...

Ser sincero e autêntico num mundo feito de aparências é como ser um guerrilheiro, um terrorista, um revolucionário. Ser sincero consigo e com os outros virou a exceção, quando deveria ser a regra.
bj

Anônimo disse...

Valew, brigadão pelas visitas ao meu blog.
Realmente as amizades, mesmo que distantes, fazem falta.

Parabens pelo seu blog, lindo, principalmente pelas matérias de auto-ajuda...
Tenho algo a lhe comentar reservadamente sobre um ítem dele que tá me ajudando...

Brigadão e tenha uma exelente semana.
nalingrandi@yahoo.com.br
www.rumsbr.blogspot.com

Coisas de Isa... disse...

QUER SABER?
AMEI AS SUAS 5 DICAS...VOU APLICAR NO MEU DIA A DIA
BEIJOS,
ISA

•·.·´¯`·.·•Lili Cavalcanti•·.·´¯`·.·• disse...

Olá!! vim retribuir a visita... ^^

gostei muito do seu blog e das suas palavras... profundas e inflamadas!! ;)

=*

www.lilicti.zip.net

Rosinha disse...

Boa tarde Juliana, vim retribuir a tua visita, qdo quiser voltar vai ser um prazer pra mim. Adorei o texto que vc escreveu, precisamos mesmo nos valorizar e não ligar para a opinião dos outros, afinal, ninguém paga as nossas contas, certo amiga!

Aproveito pra te desejar uma semana abençoada.

Beijokassssssss

Bianatriz disse...

Realmente não devemos dar o poder da NOSSA FELICIDADE a ninguém. Ele nos pertence e a mais ninguém.
Além do mais, gosto da máxima que diz: "Prefiro ser feliz a ter a razão!".

Bjos, e valeu pela visita lá no meu cantinho.