.

.

.

.

segunda-feira, 7 de julho de 2008

22 - Traição

Por que as pessoas traem?
Ao meu ver, elas traem porque não têm limites.
Assim como ninguém é responsável pela minha felicidade ou pela minha infelicidade, afinal, eu sou 100% responsável por mim e todos são 100% responsáveis por si mesmo, eu não levo ninguém a me trair, não tenho essa capacidade. Se eu fui traída a culpa não é minha. Pessoas podem me ofender, eu me magôo se quiser, basta dar ouvidos às ofensas. Caso eu não dê ouvidos, ninguém irá conseguir me magoar.
No caso da traição é a mesma coisa. Posso agir de qualquer maneira em minha relação, se fui traída, foi porque meu parceiro quis me trair. Ele é 100% responsável por ele, eu não obrigo ninguém a me trair.

Limites!
Todo ser humano precisa de limites.
Se eu me comprometo com alguém, devo estabelecer até onde posso ir. Até onde posso chegar quando alguém estiver me paquerando. Para depois não dar a desculpa de que "a carne é fraca" ou "aconteceu". Se aconteceu foi porque os limites foram ultrapassados, se é que existiu limite nessa pessoa.
Não é certo trair e depois colocar a responsabilidade no outro, colocar a culpa no outro.
Ser comprometida com uma pessoa e se apaixonar por outra, também não é desculpa para traição. Primeiro resolva-se com o atual parceiro (a) e só depois ingresse no outro relacionamento.
Quem trai, engana. E eu escutei uma frase assim: "Quem não é fiel no mínimo, não será fiel no muito”.
Por isso, quem comete "leves" traições, se é que dá para medir traição, enfim, quem simplesmente deixa de dizer que é comprometido (a) para não "queimar o filme" ou dá uns beijinhos aqui, outros ali, ninguém vai saber mesmo né; provavelmente, essa pessoa vai trair a esposa (ou marido) quando for casado (a) e aí, as conseqüências serão muito piores, principalmente se já tiver filhos nessa relação.

Têm pessoas que não conseguem ser fiel nem a Deus. E se desviam do caminho Dele.

Nas novelas, raramente um relacionamento acaba sem traição.
E na vida real nós sabemos que muitos casais se separam sem ter havido uma traição entre eles.
Ainda falando das novelas, em sua grande maioria, o mocinho ou a mocinha nunca são solteiros. Sempre um dos dois é comprometido. Então, em algum momento da novela, eles se encontram, se apaixonam, ficam juntos, traindo então seus atuais parceiros, que provavelmente serão os antagonistas, os vilões. E durante a novela inteira, o mocinho com a mocinha vivem uma "linda" história de amor e no último capítulo terminam felizes para sempre.
Mas, nós sabemos que tudo o que começa errado a tendência é dar errado. Portanto, não nos enganemos com as novelas, os autores têm uma péssima mania de romantizar a traição, de embelezar a traição.
E traição é uma coisa Negativa. Traição é sinônimo de enganação, é sinônimo de mentira. Trair é maldade, é falta de consideração para com a outra pessoa.
Não deseje para os outros, não faça com os outros o que você não deseja para você.
Aproveitar a vida não é se aproveitar das pessoas.

Beijos!

19 comentários:

sergio disse...

Juliana... que post interessante. Ao meu ver vc abordou muito bem o assunto traição. Parabéns pelo seu blog, muita criticidade sem banalidades. Estarei linkando seu blog ao meu. Abraço, bj e ótima semana querida...

Rosane disse...

As pessoas traem pq elas realmente nao tem amor proprio e amor a pessoa que esta com ela!!

Lulu on the Sky® disse...

Juliana,
Excelente seu post. Concordo com vc. A pessoa ela trai pq quer e muitas vezes não tem coragem de dizer na cara do companheiro(a) que quer acabar uma relação.
Big Beijos

Maria João disse...

As pessoas traem porque não têm princípios. Não venham a com a ideia de que "a carene é fraca". Então assim todos nós seríamos traidores.


beijos

Anônimo disse...

Bom dia Paixão!!!

Apaixonado por vc, lá vou comentar mais essa polêmica tão bem explicitada.
A monogamia foi um avanço para a humanidade, porque a poligamia é uma manifestação da paixão nos seres humanos. Percebe-se, em geral, na poligamia, a satisfação dos desejos, dos prazeres, e pouco sentimento. Enquanto que na monogamia, não. Pressupõe-se que os dois seres possuem sentimentos elevados entre si, se amam. Então a monogamia pressupõe também o respeito.
com saudade,
Giba

Nina disse...

Gostei da forma como você encara o mundo... somos responsáveis apenas pelo que nós fazemmos... mas não sei se eu conseguiria encarar uma traição como algo que eu não tivesse culpa... a partir do momento em que o ser humano com que me relaciono não tem limites, Automaticamente stou cedendo espaço para que ele apronte todas... acho que me sentiria culpada mesmo sabendo que não tenho culpa...
Adorei o seu blog!! Post bom para refletir!!!

krauser disse...

olá vlw pela visita quando quizer estamos ai :)qualqreu ajuda :)

tenho muita esperencia em blogspot !

Danna disse...

Olá Juliana...
Parabéns pelo seu blog, adoreiii... e mais ainda as matérias... são leves e de fácil entendimento.

Eu queria te pedir um favor.. tenho um blog social onde as pessoas escrevem matérias e me mandam para eu postar.. adoraria ter um texto seu postado lah.. pode ser qualquer tema... me visite ou me envie um e-mail: sunrise_blue@ hotmail.com

muitas gracias... besossssss

fer disse...

Ola muito obrigada por sua visita a meu blog me desculpe a demora em resp. mas estava sem tempo,hj aproveitei pra att o bloguxo e vi seu recadinho q me deixou muito feliz me sinto lisonjeada com o elogio..obrigada

zaratrusta disse...

O ser humano reconstrói-se
permanentemente e corrige-se
constantemente, entre o desejo,
a cinza, a paixão e a vontade

• A l i n e x) disse...

Falta limite sim, concordo com o que você escreveu, as pessoas as vezes dizem que o amor justifica a traição, mas na verdade se houve uma traição, não se pode justificá-la com amor, quem ama não trai...

O Post ficou muito bom, adorei!
Beeijos ;*

fer disse...

Olá vc foi uma das minhas escolhidas para o premio Bright Weblog, pegue seu selo no meu post!

Anderson Tadeu Sgrancio disse...

fico triste em saber que a traição está sendo impregnada na cultura do brasileiro pela mídia. Não há como não doer vindo de uma pessoa que vc ama. Acho que antes de fazer uma merda dessas as pessoas deveriam pensar mais um pouco.
No mais gostei muito do seu blog...
bjs

lane disse...

Juliana,seu blog é lindo,assim com vc,parabéns!!gostei de seus temas,polÊmicos,eu me separei,mas não houve traiçao,foi desgaste mesmo!!!
explicitou muito bem,bjss
estarei ausente,mas assim q possivel voltarei!
meu blog
http://elanerebello.blogspot.com

bjs,

Carlinha disse...

Nunca imaginei achar alguém num blog colocando um tema tão polêmico assim... De cara limpa!
Gostei, e sempre disse: quem ama não trai!
Beijinhos!

Didi disse...

Oiii
Obrigada pela visita no meu blog!
Gostei muito do seu, tenho o pensamento parecido com o seu.
Vc gostou do post do Eu quero no meu blog? Eu tenho mais coisas que gostaria de colocar lá, mas o post ia ficar enormeeeeeee risos!
Volte sempre
Bjos

Jessica disse...

olá!!! Vi que você passou pelo meu blog e deixou um comentário, sobre a minha amiga!!! Adorei...
Assim, resolvi te visitar no seu tbm, li essa postagem sobre a traição, o que me deixou super interessada, vc escreve muitíssimo bem, com clareza e presição. Parabéns pelo seu blog e pelos temas nele discutidos, realmente são polêmicos.
Gostaria que me visitasse mais vezes.
Bjão e fique com Deus!
Jessica

nandabandeira disse...

Comentando post antigo porque achei excelente a questão, engraçado que até tem um pouco a ver com o que postei hoje.rs. Acredito que uma pessoa que trai prioriza seu prazer, o que a fará bem (na cabeça dela), e deixa de lado o que o(a) companheiro(a) sente. Se olhássemos menos para nossos próprios umbigos e mais para as pessoas que temos do nosso lado, traição seria uma palavra extinta de uma atitude também extinta.
Beijos para você.

HAMILTON BRITO... disse...

Polêmica, sabe o motivo pelo qual os homens mentem muito?

- porque as mulheres perguntam demais...

ps.brincadeirinha rsrsssss