.

.

.

.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Feliz Natal

Como eu havia dito, hoje postarei uma poesia que ouvi na minha igreja. Essa poesia é muito conhecida, acredito que muitos de vocês já devem conhecer. É uma poesia de Gioia Júnior.
NADA ERA DELE
Disse um poeta um dia, fazendo referência ao Mestre amado:
"O berço que Ele usou na estrebaria, por acaso era dEle?
Era emprestado!
E o manso jumentinho, que em Jerusalém chegou montado e palmas recebeu pelo caminho, por acaso era dEle?
Era emprestado!
E o pão - o suave pão, que foi por seu amor multiplicado alimentando a multidão, por acaso era dEle?
Era emprestado!
E os peixes que comeu junto ao lago, ficou alimentado, esse prato era dEle?
Era emprestado!
E o famoso barquinho? Aquele barco em que ficou sentado mostrando à multidão qual o caminho, por acaso era dEle?
Era emprestado!
E o quarto em que ceou ao lado dos discipulos, ao lado de Judas que o traiu, por acaso era dEle?
Era emprestado!
E o berço tumular, que depois do calvário foi usado de onde havia de ressuscitar, por acaso era dEle?
Era emprestado!
Enfim, nada era dEle!
Mas a coroa que Ele usou na cruz era dEle!
E a cruz que carregou e onde morreu, essas eram de fato de Jesus!"
Isso disse um poeta certa vez, numa hora de busca pela verdade; mas não aceito essa filosofia que contraria à própria realidade. O berço, o jumentinho, o suave pão, os peixes, o barquinho, a sepultura e o quarto, eram dEle a partir da criação; Ele os criou - assim diz a Escritura;
mas a cruz que Ele usou, a rude cruz, a cruz escura e mesquinha, onde meus crimes todos expiou, essa cruz não era Sua!
Essa cruz era minha!
Autor: Gioia Júnior
Realmente a cruz que Jesus carregou era nossa. Jesus Cristo morreu a nossa morte.
No dia 25 de dezembro de todos os anos, nós celebramos o nascimento do Messias enviado por Deus. Porém, a cada instante Jesus Cristo nasce no coração de milhares de pessoas em todas as partes do globo. Portanto, todo dia é Natal. Todo dia é dia de comemorar o nascimento do Rei.
Desejo a todos um Feliz Natal, celebremos o nascimeto do Salvador.
Abaixo estão os selinhos que ganhei nas últimas semanas e os blogs que me premiaram:

Image Hosted by ImageShack.us

Blog Conectou

Image Hosted by ImageShack.us

Blog Happy XD

Image Hosted by ImageShack.us

As regras de todos os selinhos eram bem parecidas. Eu tinha que postar o selinho, já está postado. Colocar um link dos blogs que me premiaram, já estão os links acima de cada selinho. E fazer um comentário sobre os blogs:

São blogs que eu visito com confreqüência porque gosto muito, são excelentes textos, mensagens e imagens. Para saber mais sobre eles, é só visitá-los, eu recomendo!

Feliz Natal.

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Os Preparativos

Olá meus queridos! Me perdoem pela demora em postar, é que final de ano vocês sabem como é né! Aqui em casa todo mundo já está de férias então, eu estou curtindo bastante minha família e as horas vão passando e quando eu vejo já é de noite, bate aquele sono e não dá mais para postar, mas hoje eu fiz um esforço e consegui postar.

Falando em final de ano; como estão os preparativos para o Natal? O querido patrão já deu a cesta de Natal para vocês? Já compraram os legumes para fazer aquela maionese? E o arroz de forno? rs.

Hummmm, que delícia né!

Vocês sabem de que maionese eu estou falando né? São vários legumes picados, aí a gente mistura tudo na maionese e come bem geladinho, é muito gostoso.

Ainda faltam alguns dias para o Natal e será que tem alguma doida que já comprou todos os legumes para fazer a maionese?

Tem sim, a minha mãe. Para vocês terem uma idéia, ela começou a comprar as coisas desde outubro kkkkk.

Todos os anos, a tradição do Natal é comer panetone e chester. Mas aqui no Brasil, além de panetone e chester, a gente come maionese todos os anos, é quase uma tradição também. Não sei se os ricos comem isso mas, na minha família tem maionese todo o ano e eu conheço muita gente que faz maionese também rs. Se os ricos não comem, eles não sabem o que estão perdendo!

Os publicitários deveriam aproveitar esse consumo de legumes misturados na maionese e fazer uma campanha para vender legumes e maionese (rsrs). Brasileiro gosta!

E não é só no Natal, almoço de domingo também tem maionese e macarrão (não sempre).

Eu já fui garçonete e no restaurante que eu trabalhava tinha maionese todo dia, os clientes adoravam.

Tem gente que só faz com batata e cenoura. Minha mãe faz com batata, cenoura, chuchu, vagem e ovo (rsrs), e uma vez meu pai inventou de colocar maçã na maionese, eu não gostei muito não, tem gente que gosta.

Eu já estou até preparando minhas mãos porque, como em todos os anos, minha mãe me coloca para descascar batata e picar vagem para fazer a maionese. Já falaram para ela cozinhar os legumes primeiro e depois descascar, porque assim a casca já está molinha, e é mais fácil de descascar, não precisa nem de faca. Mas minha mãe é teimosa e prefere descascar primeiro para depois cozinhar (só para dar mais trabalho rs).

A gente também já comprou vários fardos de refrigerante, minha mãe comprou até um ventilador novo, afinal de contas, o calor fica insuportável essa época do ano.

Eu quero só ver quando as faturas começarem a chegar. Todo mundo vai perder o espírito natalino rapidinho. Aí vai ser aquela briga:

-Eu não vou pagar isso, não fui eu que comprei.

-O que é essa cobrança de quarenta reais? Eu não comprei nada de quarenta reais.

-Imagina! Eu não gastei tudo isso não. Vou pagar só a minha parte.

Isso é o que dá pagar décimo terceiro pra pobre, kkk.

E o pior é que aqui em casa ninguém entende as faturas. Eu definitivamente não sei ler fatura, não entendo nada. Vem umas cobranças malucas. Todo mês a gente tem que ir na loja pedir para moça explicar o que está sendo cobrado rs.

A minha irmã estava com o nome sujo, aí ela pegou o dinheiro das férias, do décimo terceiro e há poucos dias atrás ela limpou o nome dela e chegou aqui em casa gritando:

-Gente! Limpei o meu nome. Já posso sujar denovo. kkkkkkk.

Aqui em casa agora está todo mundo gastando. Depois vamos passar o ano de 2009 inteirinho só pagando fatura, e só vamos ter dinheiro para gastar denovo, só no outro Natal quando a gente receber o décimo terceiro denovo kkkk.

Já compraram biquíni novo meninas? Ou vão usar o do ano passado mesmo? rsrs. Minhas irmãs vão usar o biquíni do ano passado mesmo. Eu não queria comprar biquíni novo mas no meu caso, eu me senti obrigada a comprar um, porque o meu biquíni estava uma V-E-R-G-O-N-H-A, sem condições de usar. Além de velho ele estava fora de moda kkkk. Minha mãe também comprou chinelo para todo mundo. Ninguém merece pisar descalço na areia quente.

Daqui a alguns dias a baixada Santista vai ficar cheia de farofeiro, e eu estarei lá com a minha família e com a farofa, aliás, as praias do Brasil todo ficarão cheias de farofeiros. A gente faz uma farofa, compra uns pãezinhos e um franguinho na padaria, sóca tudo dentro do isopor e bóra pra praia rsrs. E farofeiros não tem só em São Paulo não viu, tem uns aí que vem de Minas Gerais rs.

O que eu vou falar agora é muito sério:

Gente! Pelo amor de Deus! Não deixem o guarda-sol sair voando kkkk. Ai que vexame, isso já aconteceu comigo. Enterrem bem o guarda-sol na areia para ele não voar, porque fica todo mundo dando risada.
Eu espero que esse ano não tenha água viva na praia. Ano passado surgiram um monte de águas vivas, queimou quase todo mundo que estava na água (rs), foi todo mundo parar no pronto-socorro.

E para finalizar este post. Eu quero falar sobre a brincadeira de Amigo Secreto (ou Amigo Oculto). Tem pessoas que ficam bravas dependendo do presente que ganham.
Eu amo presentear as pessoas. E muita gente compra qualquer presentinho "fuleiro" porque pensa assim:

-Eu que não compro um presente bom. Eu compro um presente super legal e ganho em troca um presentinho fuleiro, por isso que nem vou comprar coisa boa.

Eu não penso assim! Em Amigo Secreto eu me preocupo mais em presentear do que ser presenteada. Se todo mundo pensar mais em presentear, aí todo mundo ganha presente legal. Mas a maioria das pessoas se preocupam mais em ser presenteadas. E aí fica nisso:

Todos compram presentes ruins porque acham que vão ganhar presentes ruins também.

Eu sempre procuro presentes bons mesmo que eu ganhe presentes ruins.

Por isso que eu gosto mais de Amigo Chocolate. E mesmo no Amigo Chocolate tem gente que vem com a mesma ladainha:

-Eu vou comprar só um chocolate porque vai que eu compro uma caixa de bom-bom e ganho um chocolatezinho de nada!

É o que eu falei, as pessoas só pensam no presente que vão ganhar e não pensam em presentear o outro com todo carinho, independentemente do que receberão em troca.


Gente!
Desculpa a brincadeira, eu não estou chamando ninguém de farofeiro e nem de pobre, o post inteiro eu estou falando de mim e da minha família, nós sim somos farofeiros (rsrs), desculpa qualquer coisa viu!
Chega né!
Já falei demais, vou visitar todos os blogs que me visitaram nos dois posts anteriores a este, porque eu já estou devendo muitas visitas e vou postar novamente só no dia 24 de dezembro. Eu postarei uma poesia de Natal que o pastor ressitou na minha igreja e fez uma pregação sobre essa poesia. Eu achei muito bonito e postarei no dia 24. Também vou postar todos os selinhos que eu ganhei nesses últimos dias.

Até lá!

Usem protetor solar e não sujem as praias viu!

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Cigarro

O cigarro,
Só faz mal e nem estou falando da saúde, veja o que o cigarro causa ao ambiente:

FLORESTAS DEVASTADAS

A cada 15 maços produzidos, uma árvore é derrubada. A madeira é usada como combustível na secagem da folha de tabaco, em fornos de enormes proporções, e também para fazer o papel que enrola o cigarro. No Brasil, a cultura do tabaco derruba 50 árvores por minuto!

FUMAÇA TÓXICA
O gás carbônico (CO2) é o grande vilão do aquecimento global - ele é responsável por 60% do efeito estufa. Nos cigarros, ele é o principal produto da queima do tabaco: cerca de 90% da fumaça do cigarro é formada por esse gás.

EMBALAGEM ETERNA
Papéis de embalagem, em geral, podem ser reciclados. Mas o maço de cigarro leva celofane e papel laminado, que não são reaproveitáveis. Para piorar, o celofane demora mais de cem anos para se decompor no ambiente.

A PONTA É FOGO!
25% dos incêndios florestais são provocados por pontas de cigarros acesas atiradas no solo.

BITUCA RESISTENTE
Uma ponta de cigarro jogada no chão ou na água é composta de materiais orgânicos (tabaco e papel, que levam no mínimo dois anos para se decompor) e inorgânicos - o filtro, que pode persistir por mais de cinco anos na água ou no solo.
Tirei as informações acima daqui.
Resolvi escrever isso para quem acha que quem fuma só faz mal a si mesmo e isso não é verdade, vocês puderam ler o mal que ele faz ao meio ambiente.
________________________________

Vocês já imaginaram uma campanha para incentivar o consumo de cigarro?
Já pensou se a televisão mostrasse vários comerciais dizendo que fumar é bom, é legal, é divertido?
Mesmo sabendo de todas as conseqüências ruins que o cigarro causa, tantas doenças, e por sinal, doenças graves, como por exemplo, câncer, seria certo o consumo de cigarro ser incentivado?
Pois é. Há alguns anos atrás isso acontecia.
Eu achei algumas propagandas de cigarro no youtube:

Isso nada mais é do que um incentivo ao uso de drógas. Um absurdo uma coisa dessas.

Olha o slogan: "Pega bem fumar Dallas" o outro "Hollywood O Sucesso".

Não sei de que sucesso é esse que eles estão falando, só se for sucesso nas vendas de cigarro. Hoje isso é inadmissível, ainda bem. Eu me lembro que quando a propaganda de cigarro foi proibida na televisão brasileira (digo brasileira porque eu não sei se outros países também proibem a propaganda de cigarro então, não posso generalizar), mas quando foi proibida eu fiquei toda feliz, eu ainda era criança mas, gostei da iniciativa porque na época estavam começando a divulgar os males do cigarro então, as pessoas já sabiam que fumar era prejudicial à saúde (e se dependesse de mim comercial de bebida alcoólica também seria probido rs).

Eu me lembro que eu gostava de brincar de STOP (vocês sabem que brincadeira é essa, né?). E nessa brincadeira tinha a opção "cigarro". E eu sabia várias marcas de cigarro. Hoje eu não conheço quase nenhuma, foi um sacrifício achar as propagandas no youtube porque eu não lembrava de nenhum nome de cigarro.

Os não-fumantes assim como eu, já se preocuparam muito com saúde dos fumantes. Mas hoje, a preocupação é outra. Estamos preocupados com o meio ambiente. Quem fuma não prejudica só a si mesmo, prejudica o meio ambiente. Cigarro, fumaça dos carros, das fábricas, desmatamento, tudo isso junto, tantas coisas, tantos hábitos ruins estão destruindo o planeta. A gente tem que fazer alguma coisa. Ninguém pensou nas conseqüências que o cigarro causava e incentivou o seu uso. Agora o mundo inteiro está fazendo "das tripas ao coração" para incentivar o abandono do cigarro. Vamos colaborar então. Pare de fumar.

BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Depoimento de crianças em processos

Quem não se lembra do Caso Isabella? A menininha de 5 anos que foi jogada do 6º andar do prédio que morava. O pai afirma que levou Isabella para o apartamento e depois voltou para a garagem para pegar os outros dois filhos e a mulher. Quando retornou ao apartamento percebeu que a tela de proteção estava rasgada e viu a menina caída no jardim. Os únicos suspeitos são seu pai e sua madrasta, os mesmos alegam inocência.

Foi aberta a hipótese de que o irmãozinho de Isabella que tem 4 anos de idade e presenciou tudo de perto, dê seu depoimento. Mas, o promotor do caso, afasta a idéia de chamá-lo para depor. Para ele, o trauma que esta criança passou ao acompanhar o assassinato da irmã já foi grande o bastante.

Psicólogos e assistentes sociais dizem que só é aceitável recolher o depoimento de uma criança em último caso. Eles dizem que o tema deve ser abordado com muita cautela, que depoimento de crianças podem causar mais danos do que ajudar o curso do processo e que, se a opção for chamar a criança para depor, a idade deve ser acima de 7 anos. Muitos dizem que nesse tipo de depoimento provavelmente a criança não estará dizendo a verdade. Também há quem diz que se a criança depor e seus pais forem presos ela se sentirá culpada, e como será a cabeça dessa criança no futuro?

Também dizem que essa prática não é eficiente porque a criança sofre muita pressão durante todo o processo, sem contar que o risco de confusão entre realidade e fantasia é muito grande.

Mas nem todos são contra. O advogado Ângelo Carbone é defensor desse método. Ele é contra as opiniões que prevêem traumas futuros ou possibilidade de contestação do depoimento e diz: "Se incriminar os pais, a criança só terá dito a verdade e ajudado a punir os assassinos de sua irmã. O depoimento do menino, juntado a todas as outras provas, com certeza seria a peça chave para fechar esse quebra-cabeça".

A psicóloga e professora da USP (Universidade de São Paulo) Leila Cury, afirma que a presença de uma psicóloga experiente na área, preferencialmente em um ambiente tranqüilo, que transmita segurança, e uma técnica que utiliza brinquedos e jogos são pré-requisitos para o início de um processo que pode ser longo. “Forçar a criança a dizer qualquer coisa diante de um juiz pode assustá-la”.

Tem um outro caso que está passando na televisão, que é do menino Lucas de 6 anos de idade. Se foi a última hipótese ou não, eu não sei, mas colheram o depoimento do menino Lucas. Ele caiu junto com a mãe do terceiro andar de um prédio. Ele mostrou à Polícia o que aconteceu dentro do apartamento, antes da queda.

Através de desenhos, o menino contou para Polícia o que viu antes de ele e sua mãe caírem do 3º andar do apartamento onde moravam.

No vídeo abaixo mostra os desenhos dele:


Bom.
Uma coisa é opinião de leigos, outra coisa é opinião de especialistas. A gente pode achar que nada disso traumatiza mas, nós seres humanos somos muito mais complexos do que pensamos. Cada um é cada um. Tem gente que se traumatiza, tem gente que supera. Se só o que a gente acha ou deixa de achar resolvesse os traumas emocionais das pessoas seria bom né! Mas não é bem assim que acontece.


Gente! Eu acho (Quem acha não sabe. Quem acha não tem certeza) mas eu acho que se uma criança que presta depoimento à polícia fica traumatizada, para mim, ela fica muito mais traumatizada por ter presenciado o crime e nem tanto por ter prestado depoimento. Se ela ficou traumatizada, foi muito mais por culpa do crime que ela presenciou ou sofreu do que por culpa do depoimento que ela prestou. Mas, pode ser que as duas situações sejam traumatizantes então, se a criança já está abalada por causa do crime, vamos poupa-la de mais stress e possíveis traumas né!


Esse assunto divide opiniões. Eu não sei se é um procedimento correto ou errado mas, se decidirem por colher o depoimento de crianças, eu também acho que deve ser só em último caso.


Você é contra ou a favor de depoimento de crianças em processos?

BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Quem pode, pode. Quem não pode, se sacode!

Esses dias eu e meu pai estávamos voltando de mais uma reunião de alcoólicos anônimos, quando ele resolveu mudar de caminho. Ele e eu passamos por um bairro daqueles chiquérrimos, só tinha mansões.

Então, ele me mostrou um poste naquele bairro (não era um poste, era mais ou menos uma barra de ferro mas, eu vou chamar de poste rs). E na ponta desse poste tinha uns fios soltos. Meu pai me disse que ali ficava uma câmera que multava os carros que passavam em alta velocidade.
Só que os ricos moradores daquele chiquérrimo bairro começaram a tomar muitas multas. Então, eles pediram para a prefeitura tirar a câmera. A prefeitura foi lá e tirou. Quanta facilidade!

E foi ai que eu disparei a frase: Quem pode, pode. Quem não pode se sacode!

E como se sacode viu. Bota "sacode" nisso.

A gente que é pobre sem influências, quando queremos alguma rua asfaltada, quando queremos mais iluminação e mais segurança, temos que fazer abaixo assinado, temos que reunir o bairro inteiro para fazer uma manifestação na porta da prefeitura, os funcionários públicos quando querem reivindicar algo que diz respeito ao trabalho precisam fazer greve, e mesmo assim não temos nossas reivindicações atendidas. Quando eu era criança e morava em cidade pequena, uma vez eu tive que entrevistar o prefeito da minha cidade, era um trabalho de escola. Eu e o meu grupo fomos lá na prefeitura e o prefeito não atendeu a gente (rs).

Enquanto com apenas 1 telefonema tem gente que consegue resolver tudo.

Eu acho que as pessoas que têm mais influências, as que são amigas dos políticos deveriam usar todas essas influências para ajudar a gente que precisa.

Eles bem que podiam pedir para a prefeitura colocar iluminação nos lugares mais precários, colocar esgotos, asfaltos, pedir mais postos policiais, entre tantas outras coisas que precisamos. Afinal de contas, eles têm mais facilidade para conseguir isso.

Não é obrigação deles fazer isso, é obrigação da prefeitura, do nosso governo. Quem pode, pode né. E eu acho que tem muita gente rica que ajuda as pessoas sim.

Se um dia eu for rica (o que eu acho difícil de acontecer rsrs) eu espero nunca me desviar do conceito de ajudar o próximo. Espero não deixar que o dinheiro e o status subam para minha cabeça.

Bom! enquanto a vida passa, vamos seguir sacudindo né (rsrs)! Ficar parado é que não dá!
BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A Teoria e os Sonhos

Sabe aquela rede de lanchonetes Habib's? (eu nem sei se é lanchonete, restaurante ou pizzaria rs).
Mas tanto faz!
Quando o dono do Habib's teve a idéia de vender esfihas, o departamento de marketing tentou impedir. Disseram que não daria certo e que esfihas não tem nada haver com a imagem da empresa.
Mas, o dono do Habib's não ligou para o que o departamento disse e começou a vender as esfihas que por sinal, as esfihas do Habib's são uma receita de família. E hoje, elas são o maior sucesso do Habib's.

Há muitos anos atrás os maiores cérebros matemáticos haviam provado que o homem nunca seria capaz de voar. E as pessoas diziam que esse era um privilégio somente das aves.
Hoje os vôos de avião estão à nosso dispor. Isso porque grandes pessoas não abandonaram seus sonhos por causa de uma teoria.
Não deixe que uma simples teoria te faça desistir dos teus sonhos. Não deixe que a opinião dos outros te faça desistir dos teus sonhos.
Nunca deixe de sonhar com o que você quiser sonhar, por causa de uma teoria.
Ganhei o selo "Blog Positividade" da Eliane do Blog Irritando Lilinho.

BeijinhoImage Hosted by ImageShack.us

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Casos de Família

Primeiro vou postar o meme que a Gerly do Blog Nadica Demais me passou.
8 coisas que eu (ainda) quero fazer antes de ir embora daqui:
1- Deixar o cabelo crescer (pois há muitos anos eu uso cabelo chanel).
2- Conhecer outros estados Brasileiros (pois eu nunca saí do estado de São Paulo).
3- Aprender a falar inglês.
4- Encontrar o homem da minha vida.
5- Casar com o homem da minha vida.
6- Aumentar minha família tendo filhos.
7- Aprender a dirigir.
8- Ter uma casa com piscina.
Casos de Família

Conversando com amigas, percebo que todas as famílias são bem parecidas.
Na minha casa, quando resolvemos pedir pizza, é aquela briga para decidir quem vai ligar na pizzaria. Todo mundo fica falando (ou gritando):

-Liga você.

-Eu não, liga você.

E quando finalmente alguém resolve (ou é forçado rsrs) ligar na pizzaria, começa outra briga para escolher o sabor da pizza.

Outro básico conflito começa quando chega o entregador de pizza. Ninguém quer atender o moço. A gente fica falando (ou gritando rs):

-Vai lá atender.

-Vai você.

-Eu não, vai você.

-Vai você mãe.

E como eu disse, conversando com outras pessoas, eu vejo que não é só na minha família que isso acontece.
Outra coisa que acontece muito aqui em casa é quando minha mãe compra um monte de guloseimas (mais conhecidas como "besteiras") e devoramos tudo em um dia só. Minha mãe fica nervosa, começa a brigar, diz que nunca mais vai comprar nada. Eu fico brava quando comem tudo e não deixam para mim. Quer comer, então come, mas deixa para os outros né!
Vixe! E quando queima o chuveiro? Meu pai começa a soltar fogo pelas ventas, ele fica muito bravo.
Em uma família sempre tem o mais folgado. Na minha família é a minha irmã do meio que é a mais folgada, ela não lava 1 copo se quer e ainda por cima, bagunça a casa toda, não arruma nem a cama dela e deixa tudo jogado.
Brigas entre irmãos? Básico né (rsrs), sempre tem.
O que me conforta é saber que não é só na minha família que isso acontece.
Estes e mais outros são casos de família (rsrs).

Beijinho
Image Hosted by ImageShack.us

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Promessas

Quando uma pessoa nos diz Eu Prometo, é uma garantia de que ela cumprirá com sua palavra. Uma promessa é como se fosse uma garantia.
Prometer, segundo o dicionário é 'obrigar-se a'. Isso quer dizer que o que nós prometemos, temos obrigação de cumprir. Acho que por isso que dizem que promessa é dívida.
Eu fico chateada quando me prometem algo e não cumprem. Há uns anos atrás, em uma empresa que eu trabalhava, meu supervisor estava abrindo uma pequena empresa para ele. Quando seu escritório e todas as papeladas estavam prontas, ele pediu demissão da outra empresa para trabalhar por conta própria. No dia em que ele se demitiu, ele se dirigiu até mim e disse que depois de 15 dias entraria em contato comigo pois, queria que eu trabalhasse como telefonista na empresa dele. Ele me disse: Eu prometo te contratar.

15 dias se passaram e nada de ele entrar em contato comigo. Eu ligava na empresa dele e ele nunca podia me atender, começou à fugir.
Eu fiquei chateada pelo fato de ele ter prometido. Se pelo menos fosse eu quem tivesse pedido para ele prometer mas não, eu não fiz isso, ele que por livre e espontânea vontade, sem que eu menos esperasse disse: Eu Prometo!

E eu acreditei.

Isso que aconteceu comigo foi apenas mais um caso de promessas não cumpridas. Mas eu não quero me isolar apenas nesse caso, quero falar sobre pessoas que não cumprem com suas promessas de um modo geral. Essas pessoas perdem totalmente a credibilidade perante as outras porque ninguém acredita mais em suas palavras.
Quando alguém nos promete algo, ficamos de uma certa forma, um pouco mais tranqüilos, mais confiantes, ficamos mais esperançosos de que a palavra dessa pessoa se cumprirá. E quando não se cumpre é uma sensação de termos sido enganados, passados para trás.

Tem gente que diz: Eu não confio em ninguém; não se deve confiar em ninguém; temos que confiar desconfiando.

Eu respeito quem pensa assim mas, não é sobre isso que eu estou falando, eu quero focalizar as pessoas que prometem as coisas e não cumprem. independentemente se você confia ou não confia nas pessoas, meu recado é para que a gente cumpra com a nossa palavra. Pessoas de bom caráter devem honrar com suas promessas. Não podemos sair por aí fazendo milhares de promessas que não podemos cumprir.
Se você fez uma promessa, você tem que cumprí-la. Se você não pode cumprir, então não prometa nada. Não temos que falar as coisas preciptadamente.


(Mateus 5: 36) Nem jures pela tua cabeça, porque não podes tornar um cabelo branco ou preto.
Isso já diz tudo! Se não pode tornar um cabelo branco ou preto, então, não jures. (versículo 37) Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não.


Será que existem pessoas que agem de má fé e prometem mesmo sabendo que não vão cumprir? Eu acredito que sim (não todas, lógico). O assassino Lindemberg ao manter como refém a garota Eloá fez várias promessas aos policiais e negociadores e não cumpriu nenhuma. Ele prometeu que soltaria Eloá mas, em seu íntimo ele sabia que iria matá-la, estava blefando o tempo todo só para continuar sendo o centro das atenções por mais alguns dias. Alguns amigos dele disseram que Lindemberg já saiu de casa dizendo que iria fazer uma besteira.
E sem contar as promessas dos políticos né!

Esse selinho "Esse blog tem um sabor todo especial" eu ganhei do meu amigo Márcio Ribeiro do Blog Com idéias e ideais, e eu recomendo a leitura do blog dele à todos vocês pois, é um ótimo blog.

BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Vende-se

Gente, eu demorei para postar porque eu estava doente, na verdade eu ainda estou, mas assim que eu melhorar vou responder todos os comentários que estão para lá de atrasados.

Vende-se

Tem gente que fala que prefere passar fome mas, nunca trabalhará como vendedor (rsrs). Mas, todos nós vire-e-mexe nos pegamos vendendo algo. Sempre temos algum produto, serviço ou loja que vendemos espontaneamente para outras pessoas. Por exemplo: Uma vez eu estava procurando uma academia para treinar e ao comentar isso com as pessoas elas sempre me indicavam academias que elas conheciam. Essas indicações são vendas, as pessoas vendiam a academia para mim mostrando-me os benefícios daquela academia.
Esses dias a minha mãe estava reclamando dos salões de beleza que ela já freqüentou, então, minha irmã casada tentou espontaneamente vender para minha mãe o salão de beleza da amiga dela. Minha irmã não foi até a porta do salão e pregou uma placa escrito "vende-se" (rsrs). Ela indicou o salão para minha mãe. Disse que lá era muito bom, a cabeleireira era ótima, o preço era baixo, etc. Minha mãe foi ao salão. Ótima vendedora a minha irmã (rs)! E minha mãe aprovou o salão.
Na maioria das vezes quando alguém diz estar gripado, resfriado, nós imediatamente começamos a vender nossas receitinhas caseiras milagrosas de combate a gripe (principalmente nós mulheres rs). A gente diz: Faz um chá de hortelã, toma mél com limão, faz um xarope assim, assim e assim, e por aí vai.
Eu conheço uma loja de roupa e eu vivo vendendo ela para todo mundo que me diz que vai comprar roupa nova. É que eu sempre compro roupa lá. Lá é barato e as roupas são boas.
E quando alguém diz que está precisando comprar geladeira, fogão, sofá, batedeira, televisão, etc...Quase sempre temos uma loja para indicar. Dizemos mais ou menos assim: Menina! Vai na loja "x", eles parcelam em 30 vezes, pode pagar no cartão, eu só compro lá, é mais barato.
(Viu só? Quem ficava tirando sarro do garoto propaganda das Casas Bahia, nem se deu conta de que já agiu igual à ele milhares de vezes rsrs). É brincadeira gente!
Somos todos grandes vendedores!
Mas, alguns profissionais de vendas defendem a idéia de que devido à essas vendas espontâneas que todo mundo pratica, significa que todo mundo pode ser vendedor, basta aprender as técnicas pois, essa coisa de mostrar um produto e seduzir as pessoas, todo mundo tem dentro de si. Já outros discordam e acham que não é só esse poder de sedução que fará uma pessoa ser vendedora pois, para vender, além do poder de convencimento, é preciso também persistência, paciência, jogo de cintura, criatividade, simpatia, carisma, entre outras características de um vendedor.
Mas, o fato é que sempre estamos vendendo espontaneamente, sem fins lucrativos, seja o que for. Só vamos prestar atenção no que estamos vendendo pois, se o produto não agradar, as pessoas nunca mais acreditarão na gente (rsrs). E Boas Vendas à todos!

BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

O Incompetente cheio de Competência

Eu ganhei 3 selinhos. O selo Melhores de 2008 eu ganhei do Márcio Ribeiro e do Felipe. O selo Prêmio Dardos eu ganhei também do Felipe. E o selo Esse blog fala com o Coração eu ganhei da Tay.

O Incompetente cheio de Competência
Existe uma diferença entre ter competências e ser competente. Quando procuramos emprego, cada vaga pode exigir dos candidatos determinadas competências, por exemplo: a vaga exige curso superior, curso de informática, digitação, inglês, pode exigir também um certo tempo de experiência na função, entre tantas outras competências.
Provávelmente algum candidato terá todas essas competências. Mas, isso não é garantia de que ele seja competente pois, já que o atual mercado de trabalho está exigindo cada vez mais que os funcionários sejam capacitados, as pessoas se enchem de cursos e especializações para conseguirem a vaga, afinal, o mercado está cada vez mais disputado.
Realmente, as chances de se conseguir um emprego são maiores para quem tiver o maior número de competências. Porém, só se mantém no mercado quem for competente.
Embora a mentalidade das pessoas esteja mudando, a maioria ainda escolhe uma profissão pensando em qual área é mais fácil de conseguir trabalho ou qual área é mais rentável.
Essas pessoas não se preocupam em exercer sua real vocação. Então, elas arranjam o emprego da sua área de formação (não na sua vocação) mas, não desempenham seus trabalhos com a eficácia e entusiasmo que as empresas querem. Esse funcionário não trabalha no que gosta, não exerce sua vocação e por isso, mesmo com um longo currículo cheio de cursos extra-curriculares, ou seja, cheio de competências, ele não é competente para essa função, ele não nasceu para isso, ele não gosta. Ele é o incompetente cheio de competências.
Vou dar um exemplo: Uma pessoa pode não ter curso de digitação e digitar maravilhosamente bem. Isso acontece porque ela tem talento para isso, ela é competente para isso. Mas, a falta de um diploma em curso de digitação pode fazê-la perder a vaga para outro candidato. Ela não tem a competência que a empresa pede mas, é uma profissional competente, só falta o curso (rs).
É mais ou menos assim: Um tem talento mas, não tem curso. O outro tem curso mas, não tem talento (rsrs).
E antes que alguém diga: "se certa pessoa não fosse competente ela não conseguiria concluir o curso".
Claro que conseguiria. Eu tenho curso de informática mas, longe de mim trabalhar com isso, não gosto, minha vocação não é essa, eu sinto que não sou competente para trabalhar com informática e se eu trabalhasse nessa área com certeza meu desempenho não seria bom porque quando a gente trabalha no que não gostamos, o trabalho se torna sacrificante, fica aquela coisa chata e conseqüêntemente nosso desempenho vai por água à baixo.
É o que eu falei, existem pessoas que têm competência para a função, trabalham nessa função mas, não são competentes. É diferente ter competência e ser competente. Podem dizer também que muitos incompetentes se mantém no mercado de trabalho sim. Lógico que existem incompetentes no mercado de trabalho mas, não por competência dele e sim por pilantragem, puxa-saquismo, etc. Mas, excluindo esse tipo de funcionário e avaliando os funcionários por competência, só se mantém no mercado que for competente sim.
E antes que alguém diga que o termo correto não é esse, eu digo que é esse sim, eu sei o que estou falando, eu pesquiso antes de postar qualquer coisa, ao contrário de certas pessoas que comentam aqui no meu blog (não todas, lógico rs). O termo correto são estes mesmos "competente e competência".
Então, mais do que termos milhares de competências, vamos ser competentes.

Beijinhos
Image Hosted by ImageShack.us

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Rompeu-se

O que eu ensinar para os meus filhos, eles ensinarão para os filhos deles no futuro. Caso eu tenha o costume de bater em meus filhos, eles baterão nos filhos deles também. Chamam isso de ciclo vicioso.

Mas, meu pai sempre me contou sobre as surras que ele tomava do pai dele quando era criança e no entanto, meu pai nunca me bateu.
Ele apanhou do meu avô, que apanhou do meu bisavô, que apanhou do meu trisavô, que apanhou do meu tataravô, e assim por diante (é que eu só sei falar até tataravô, depois disso não sei mais como se fala rsrs).

E meu pai não levou esse círculo à diante, e olha que ele tem um histórico de agressões bem longo, ele é neto de escravos, aqueles escravos que viviam em senzalas, apanhavam no tronco e tudo mais. Graças à Deus ele dispensou essa herança de família e não se tornou agressivo.
E eu fico me perguntando: em que época ou em quais circunstâncias esse cíclo se rompe?

E ainda bem que se rompe né. Felizmente nasce um membro na família que consegue enxergar além do que lhe foi ensinado. Consegue criar conceitos diferentes dos conceitos de seus pais. Talvez por causa de suas religião, ou talvez por influências recebidas de pessoas fora da família, por uma série de motivos talvez. (Ou porque ela nasceu diferente mesmo ué! rs).

Psicologicamente falando, sabemos que é o ambiente que faz a pessoa e a convivência nos faz ficar parecidos com nossa mãe, pai, irmão, avó, etc. De tanto convivermos com eles, muitas características de nossa personalidade ficam parecidas com as deles. Só que às vezes em uma família em que todos os seus membros são pessoas de bem, tem aquele que resolve desandar mesmo tendo recebido a mesma educação que os demais e convivendo com as mesmas pessoas.

Isso acontece porque todas as regras têm suas exceções. Porém, as exceções não anulam a regra. Mesmo com exceções a regra continua valendo. Portanto, vamos educar nossos filhos da melhor maneira possível pois, eles passarão adiante todos os nossos ensinamentos.
Por que meu pai não me educou com a mesma ignorância que ele foi educado? Porque "Deus, na pessoa de Jesus Cristo pode acima de tudo transformar e moldar o homem por mais débil que esse seja, dando-lhe uma nova vida, um novo caráter e temperamento".
Vamos educar bem as nossas crianças pois, ninguém consegue mudar um mal caráter, só Deus consegue!

Por isso, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas antigas se passaram, eis que tudo se fez novo". (II Coríntio 5:17).
BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Tem gente que não precisa trabalhar. Será?

Segundo o escritor, psiquiatra, pós-graduado em Gestão de Negócios e doutor em administração de empresas Roberto Shinyashiky, trabalhar é servir o próximo. É um compromisso que temos com o próximo. Em seu livro "Os Segredos do Campeões" ele diz que quando você ama o que faz, pode se tornar um prisioneiro da rotina e uma vítima da acomodação. Uma das idéias que mais tem levado o profissional à acomodação é a de amar o que faz. Quando você ama somente o que faz, você corre o risco de olhar só para o computador que fica em tua mesa de trabalho, olhar só para a calculadora, para o elevador da empresa, e não olha para o cliente.
Ele ainda diz: "Não ame simplesmente o que você faz. Ame o próximo".
Ame a pessoa que se dirige até a padaria para comprar os pães que você faz. Ame a pessoa que vai até o teu consultório te contar sobre seus dramas. Ame a pessoa que graças ao ônibus que você dirige ela consegue chegar todos os dias no trabalho.
O primeiro compromisso do profissional é com o outro e não com o salário que ganha. Portanto, é um equívoco achar que existem pessoas que não precisam trabalhar porque essas pessoas são sustentadas pelos pais e já têm dinheiro o suficiente. Como eu acabei de dizer, o primeiro compromisso do profissional é com o outro e não com o dinheiro. Então, rico ou pobre, todo mundo precisa trabalhar. Se somos de uma família rica e não necessitamos de um salário porque já recebemos mesada; melhor ainda! Não seremos mais um que vive lutando por um salário melhor, podemos trabalhar voluntariamente. Com certeza tem alguém no mundo precisando do meu trabalho, da minha mão-de-obra, independentemente da minha posição financeira. Rico ou pobre, todos têm talentos, vocação, ninguém é inútil, para alguma coisa a gente tem que servir, né (rsrs).
Pesquisas mostram que o jovem de hoje está começando a trabalhar muito tarde. Eu mesma conheço rapazes de 19, 20 anos que nunca trabalharam. O trabalho é uma fonte de conhecimento, de ensinamentos. O trabalho nos faz amadurecer e crescer como pessoa. Dependendo do trabalho, o ser humano desenvolve espírito de equipe, aprende a respeitar o espaço do outro, aprende a ouvir o outro, exercita sua capacidade de resolver conflitos, exercita sua criatividade, aprende a receber e respeitar ordens, consegue ver o que é lutar para alcançar uma meta, aprende a competir, aprende a negociar enfim, o trabalho traz incontáveis benefícios ao homem. Mas o principal, e o que Deus quer que façamos, é servir o próximo. Não importa se eu tenho muito dinheiro ou se eu não tenho dinheiro, eu tenho que servir o próximo com amor e assim, fazer a vontade de Deus.
Precisamos do pedreiro para construir nossas casas, precisamos do varredor de rua para manter a cidade limpa e mais bonita, precisamos do carteiro para levar e nos trazer cartas de pessoas queridas que estão longe e assim, nos fazer matar um pouquinho da saudade, precisamos do motorista de ônibus para nos transportar ao médico, ao trabalho, à nossa casa, precisamos da cozinheira que mata nossa fome no horário de almoço ali no restaurante da esquina, precisamos das costureiras para fazer as roupas que vestimos, precisamos do guarda de trânsito para pôr ordem nos carros e nos ajudar a atravessar a rua quando algum semáforo estiver quebrado. E esse compromisso que temos com o próximo, é também responsabilidade social.
Roberto Shinyashiky ainda diz que "quem serve o próximo, serve à Deus. Quem trabalha serve à Deus." Afinal de contas, Deus mandou a gente trabalhar. E obedecendo à Deus, estamos fazendo a vontade Dele, ou seja, estamos servindo à Ele.
(então, se alguém aqui acha que o conceito de responsabilidade social surgiu nos departamentos de marketing das grandes empresas, está muito enganado. A verdadeira responsabilidade social, ou seja, o compromisso com o próximo, foi criado por Deus).
Diz o jornalista Mário Rosa: "Quem trabalha bem nunca é egoísta; egoísta é quem não trabalha. Para ter sucesso profissional, você precisa obrigatóriamente pensar no outro. Quando pára de pensar no outro, a decadência se torna inevitável."
Portanto, essa história de que "fulano já ganha mesada da família e por isso não precisa trabalhar"; não é verdade. Todo mundo precisa trabalhar porque todo mundo precisa servir à Deus, todo mundo tem um compromisso com o outro.
(Hoje eu não estou falando sobre problemas sociais, não misturem as coisas, estou falando sobre o valor do trabalho e não sobre o desemprego).

Beijinhos
Image Hosted by ImageShack.us

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

O Romantismo

O romantismo que vou falar não é aquele movimento artístico, viu gente. Vou falar sobre aquele estilo de amar.
Para mim, ser romântico é mostrar seus sentimentos de uma maneira pura, até ingênua ou sem malícia. É usar doçura no relacionamento. Romantismo para mim tem tudo haver com sentimentos e nada haver com desejo físico.
Eu me considero romântica.
O presente mais romântico que já recebi foi uma caixinha de música. Essa caixinha me deixou nas nuvens (rs).
Não sei se a maioria das mulheres ainda são românticas (deve ser) mas, eu conheço muitas que detestam ganhar flores. Elas preferem ganhar presentes mais úteis.
Eu prefiro ganhar flores exatamente porque elas não servem para nada (apesar que elas servem de decoração por alguns dias). Eu acho que um buquê de flores é um presente simbólico, para mim, ele representa o romantismo e consegue expressar as intenções da pessoa que está nos presenteando. Um rapaz que presenteia com flores provavelmente é romântico (ou pelo menos está fingindo ser romântico só para nos conquistar).
Bom. Eu gosto de ganhar flores mas, entendo perfeitamente as razões das pessoas que não gostam. Acho que no fundo, no fundo, eu só admiro receber flores porque nunca recebi nenhuma (rsrs). Ninguém ainda teve a brilhante idéia de me dar um buquê de rosas que são as minhas preferidas.
Eu acho que quando um homem resolve presentear uma mulher (ou vice-versa) ele tem se informar à respeito do gosto dela. Como eu já disse, eu sou romântica. E uma vez um menino me deu de presente uma camiseta de time de futebol. Vocês acham isso romântico? Não preciso nem dizer que eu detestei o presente né!
Por essas e outras razões é que eu prefiro os presentes simbólicos mesmo (rsrs).
Eu adoraria receber uma homenagem de amor publicamente e adoraria homenagear alguém também, é que me falta verba no momento (rs). Tem gente que contrata aqueles carros de "loucuras de amor" e homenageia sua amada (o).
Minha irmã odeia essas coisa, ela diz que se um dia ela recebe uma dessas loucuras de amor, ela vai xingar tanto essa pessoa, de tanto ódio. Muitas pessoas consideram essas homenagens públicas como um dos maiores "micos" que alguém pode pagar.
Eu admiro muito os homens que conseguem ser românticos, aqueles que sabem dizer palavras românticas, aqueles que mandam chocolates, flores, cartões, bichinhos de pelúcia, aqueles que até compõem músicas para sua amada, aqueles que escrevem cartinhas, aqueles que fazem serenatas de amor, etc.
Me respondam:
-Vocês acham que as mulheres ainda são românticas? Ou só uma minoria?
BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

domingo, 5 de outubro de 2008

É a vez deles

Muito se diz por aí que a mulher mudou, hoje nos chamam de mulher moderna. Dizem até que as crianças mudaram, afirmam que as crianças de hoje não são como as crianças de antigamente. Mas, não podemos esquecer que o homem também mudou, ou pelo menos, está mudando.
Foi-se a época em que eles visitavam mensalmente (e olhe lá) o barbeiro para aparar a barba e cortar os cabelos. Os homens se desprenderam de certos preconceitos e isso está os levando cada vez mais às clínicas de estética.
Eu li aqui na internet que uma recente pesquisa mostra que 40% dos clientes de shopping Center são homens (na parte de vestuário).
O tratamento mais procurado por eles é o tratamento de calvice, este é o primeiríssimo do ranking. Por que os homens não querem ficar carecas? Isso só eles podem nos responder (rs). Os cabeleireiros dizem que o cabelo é um dos fatores que mais alteram a auto-estima das pessoas pois, ele modela o rosto e possibilita grandes mudanças visuais.
Outro tratamento que os homens procuram bastante é a depilação definitiva pois, muitos deles se queixam que a lâmina causa reações alérgicas e irritação na pele.
E tem também muitos homens fazendo tratamento contra a acne.
Eu conheço muitíssimos homens que gostam de fazer as unhas, eles só não usam esmalte, usam no máximo uma base (aquele esmalte incolor).
Outro tratamento muito procurado pelos homens é o tratamento que diminue as rugas.
E está crescendo também o número de homens que gostam de seguir a moda e fazem academia para estar sempre "sarados".
Olha! Eu sempre achei que os homens deveriam se depilar, pelo menos embaixo do braço, por questões de higiene pessoal mas, tem muito homem que não gosta de depilação de jeito nenhum. Tem os que gostam de usar um perfuminho, um enxagüante bucal, desodorante apenas por questões de higiene mesmo.
Têm homens que colocam a primeira roupa que vêem no guarda-roupas e têm aqueles que só saem de casa com a roupa impecável e muito bem passada. Têm homens que só lavam os cabelos com água mesmo mas, também têm aqueles que usam shampoo, condicionador, cremes para pentear, hidratantes capilares, gel, tinturas e por aí vai (meu pai gosta de alisar o cabelo rsrs).
Está aumentando cada vez mais o número de homens brasileiros que frequentam salões de beleza e clínicas de estética, já virou um enorme mercado porém, ainda existem muitos homens com um certo preconceito, eles dizem que isso tudo é coisa de mulher. Mas, eu não poderia deixar de falar que nem sempre é preconceito, muitas vezes é uma questão de gosto, ninguém é obrigado a gostar de fazer as unhas, cabelo, academia, passar cremes no corpo, etc. Gosto é gosto.
E vale lembrar também que existem mulheres com preconceito em relação aos homens que cuidam da aparência.
É gostoso a gente ficar de bem com o espelho mas, só vamos tomar cuidado para não nos tornarmos escravos da beleza.

Beijinhos
Image Hosted by ImageShack.us

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Dor

Antes de falar sobre ‘dor’ vou postar o desafio que o Gustavo Giudicelli do Blog Ainda Mais do Mesmo me passou e depois vou agradecer e repassar o selinho que a Nina me deu.
Desde que criei meu blog esse é meu primeiro desafio.

* Escolher uma banda ou cantor(a);
* Responder às perguntas abaixo usando os títulos das músicas do artista escolhido;
* Escolher alguém e repassar a "corrente".
Artista:Sandy e Júnior
1. Você é homem ou mulher? A Gata.
2. Descreva-se: Bicho Preguiça.
3. O que as pessoas acham de você? Inesquecível.
4. Como descreveria seu último relacionamento amoroso? Como um Flash.
5. Descreva sua atual relação com seu namorado ou pretendente: A gente dá certo.
6. Onde queria estar agora? Com você.
7. O que pensa a respeito do amor? Imortal.
8. Como é sua vida? As quatro estações.
9. O que pediria se pudesse ter apenas um desejo? Pra dançar com você.
10. Escreva uma frase sábia: O amor nos guiará.

O selinho Fiquei Apaixonada pelo teu Blog quem me deu foi a Nina do Blog Ilusões da Nina. Olha que selinho mais fofo.
E eu tenho o selo Fada do Blog e repasso para os seguintes blogs:

Image Hosted by ImageShack.us

Blog da Polly (www.pollyok2.zip.net)

Dor
Uma medica deu uma entrevista à um telejornal e ela disse que a dor é um fator muito importante para a saúde. A dor nos ajuda a manter a boa saúde, ela nos avisa que algo não está indo bem.
A dor nos manda parar de fazer algo. Por exemplo: Se eu fechar a mão e começar a dar pancadas na parede, minha mão começará a doer e por causa disso eu vou parar de dar pancadas na parede. Na verdade a dor que senti na mão veio para mandar eu parar de bater na parede antes que eu me machucasse para valer, antes que abrisse uma ferida, ou antes até que eu quebrasse algum osso da mão né!
Eu já percebi que quando eu como muitos alimentos gordurosos ou muito doces, eu sinto dor de cabeça. Então, eu paro de comer. Essa dor de cabeça que sinto vem exatamente para me mandar parar de comer mesmo, antes que eu destrua meu fígado (rs).
Enquanto estamos com dor paramos de fazer coisas que prejudicam nossa saúde pois, ficamos ali parados, quietinhos, até a dor passar. Se um brinco está fazendo nossa orelha doer, nós tiramos o brinco para parar a dor. Se não tivéssemos sentido a dor na orelha não saberíamos que aquele brinco estava nos prejudicando e poderia até inflamar nossa orelha mas, a dor nos avisou que algo estava errado antes que o pior acontecesse.
Eu achei isso tudo interessante e fiquei pensando à respeito das dores emocionais. Será que a dor emocional tem a mesma função que a dor física?
Por exemplo a dor da saudade; ás vezes a saudade dói tanto né! Talvez essa dor esteja mandando a gente ir atrás da pessoa que está nos causando tanta saudade, tanta dor.
Têm relacionamentos que causam muita dor para a pessoa. Uma mulher traída sofre demais, é uma dor muito grande também. Essa dor pode estar vindo para dizer:
-Chega de ser traída, larga esse homem e pare de sofrer!
Ou:
-Perdoa ele e não toca mais no assunto.
Ou dizer:
-Parte para outra, esse relacionamento já acabou, goste de quem gosta de você.
Nós mulheres também sofremos muito quando nos sentimos feia. A dor que sentimos deve estar mandando a gente parar de se achar feia. Quando nos valorizamos e paramos de nos sentir feias, a dor vai embora.
É muito gostoso matar a saudade mas, e se a pessoa já for falecida? A dor da perda vem para que paremos de ficar pensando na pessoa que já se foi, ela manda que nos alimentemos de pensamentos alegres do tipo, “ele está em um lugar melhor agora”, “aonde quer que ele esteja, ele está feliz”, “ele não gostaria de me ver triste”, etc. Temos que nos livrar da dor da perda também porque têm maridos que quando a esposa falece, semanas depois ele falece também pois, não conseguiu superar. E têm pessoas que são muito jovens, com uma vida inteira pela frente então, elas precisam superar a dor e tocar o barco, quanto antes melhor.
E quando sofremos uma derrota na nossa vida profissional, a dor não serve para que fiquemos nos lamentando, ela nos impulsiona a lutar mais e mais até sentirmos o "gostinho" da vitoria em vez de dor.
Eu acho muito mais fácil a gente se livrar de uma dor física do que de uma dor emocional. Mas, a dor surge para nos ajudar, precisamos identificar qual é a causa da dor e nos livrar dessa causa. Ficar alimentando dor pode gerar depressão, distúrbios, doenças. Tem uma frase bastante conhecida e, para mim, essa frase é uma realidade, é aquela que diz assim: “A dor é inevitável. O sofrimento é opcional”.

(Ta vendo? Quando vocês sentirem dor de barriga, dor de cabeça, ou até dor de dente, é porque vocês estão comendo muita besteira, parem de comer rsrs).
BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Meu Amigo Terapeuta

Tem uma frase que diz que "de psicólogo e louco todo mundo tem um pouco".
Quem nunca consolou alguém com palavras né? Ou já deu um chacoalhão em alguém, um puxão de orelha e conseguiu fazer a pessoa reagir?
A gente serve de psicólogo ás vezes! E ás vezes consideramos algum amigo, alguém querido como um psicólogo pois, desabafamos com ele, contamos nossos problemas e gostamos das palavras que ele nos diz. Tem amigo que é praticamente nosso terapeuta.
Eu me lembro que em meu último ano na escola, no último dia de aula, eu estava triste, chorosa e meu amigo perguntou porque eu estava daquele jeito e eu respondi que eu estava triste porque nunca mais eu iria ver muitas daquelas pessoas da escola. Então, ele me disse que isso aconteceria comigo durante a vida toda. Isso que ele me disse me conformou afinal, ele me fez entender que aquela não foi a primeira e nem será a última vez que pessoas sumirão da minha vida para sempre.
Uma amiga minha foi demitida do emprego, (a gente trabalhava juntas) e ela começou a chorar. Então eu tentei consolá-la dizendo que aquilo não era o fim do mundo, milhares de pessoas são demitidas diariamente em alguma parte do mundo (rs).
Aí outras pessoas que estavam por perto começaram à dizer:
- "Isso é normal, eu já fui demitido 3 vezes".
E outras pessoas começaram a concordar dizendo que também já foram demitidas de outros empregos, dizendo que isso acontece.
E né que a minha amiga começou a se sentir bem melhor depois de ouvir todas essas palavras!
Quem nunca emprestou o ombro para alguém que estava sofrendo de amor?
Quando uma pessoa nos conta sobre um problema que ela está passando, nós, que não estamos passando pela mesma situação, conseguimos enxergar esse problema de uma outra maneira, por um outro ponto de vista e por isso conseguimos ajudar. E vice-versa.
Você já serviu de psicólogo para alguém? E você tem aquela pessoa especial, pode ser até alguém da família, que sempre te escuta, aquela pessoa que você sempre desabafa com ela, sempre chora no ombro dela? Você se lembra de algum caso em que tuas palavras ou teu ombro amigo conseguiram ajudar uma pessoa? E você tem alguém que vive desabafando com você e que adora as tuas palavras, teus conselhos?

Minha amiga Lane do Blog Mulher de Fases me presenteou com o Selo Leila Diniz
A breve história de Leila Diniz foi como um terremoto a sacudir os usos e costumes da sociedade brasileira – especialmente nos anos 60, quando ela se transformou no maior ícone da liberdade feminina. O mundo ouvia rock’n’roll, o Brasil irradiava a bossa nova e Leila desafiava, enfrentava, estimulava e divertia os brasileiros com atitudes e simbolismo. Como atriz, tornou-se musa do embrionário cinema novo, movimento que propunha o rompimento dos padrões estéticos adotados até então – com base forte no modelo hollywoodiano.
Homenagem a quem vive a frente de seu tempo! Com inteligência, bom humor e ousadia. Livre, até para errar. Sem medo de ser feliz. Espalhando alegria e carinho. Enfim, àquele que é protagonista da sua própria história!! E esse alguém é você!!!

Arrasou esse selinho, adorei. Obrigada Lane!


BeijinhosImage Hosted by ImageShack.us

quarta-feira, 3 de setembro de 2008

50 - Festa!!! É Pic - É Pic - É Pic

Hoje estou fazendo um post em comemoração à minha quinqüagézima (50ª) postagem. Foram 50 assuntos abordados, falei sobre tantas coisas, sobre machismo, amizade, trabalho, aborto, felicidade, pena de morte, amor, política, comportamento, liberdade, pirataria, falei até sobre virgindade, traição, superação, racismo, alcoolismo, fiz enquete no meu blog entre outros assuntos.
O selinho abaixo é o convite para a minha festinha e eu passo esse selinho para você que está lendo o meu post neste exato momento. Toda a Blogosfera é convidada para a minha festa.

Image Hosted by ImageShack.us

Antes de assoprar a velinha do bolo da minha festa vou fazer um pedido como manda o figurino. Como a festa é virtual vou fazer um pedido virtual: Eu desejo que o número de comentários nos meus posts dobre e eu sempre tenha assuntos para postar!


Image Hosted by ImageShack.us

ASSOPREI...

Image Hosted by ImageShack.us

APAGOU!!! Êêêêêêêê...

Image Hosted by ImageShack.us

Eu resolvi fazer um sorteio para escolher à quem eu entregaria o selinho do primeiro pedaço de bolo. Eu sorteei todos os que estão na minha lista de blogs e quem fica com o primeiro pedaço é a Lane do Blog Mulher de Fases. O selinho acima eu passo para ela.

Agradeço todos os comentários recebidos durante esses 50 posts e ainda em comemoração eu republicarei um texto que foi muito elogiado pelos visitantes que é o texto sobre 'Aceitação' eu o postei no dia 3 de Julho de 2008. Foi o post que eu mais recebi elogios!

Agora vou abrir os presentinhos que ganhei em comemoração a este Dia. O selinho "Eu recomendo esse Blog" eu ganhei da Márcia dona do Blog Aprendendo com Deus. E o selinho "Blog Massa" eu ganhei do Felipe dono do Blog Conectou.

Vou repassar esses selinhos no proximo post. Muito Obrigada pelos presentes e obrigada à todos que compareceram a minha Festa!!!

Republicação doTexto: Aceitação
É muito difícil conviver com o que não gostamos. Mas, por que não gostamos? É preciso identificar esse motivo para que possamos aceitar a nós mesmos. Nós não aceitamos a aparência que temos por que os outros não acham bonito? Nós nos olhamos com os olhos dos outros então?

A discriminação dói, ela magoa, entristece. As nossas diferenças devem ser motivo de orgulho mas, as ofensas contra nossas características físicas, as transformam em motivo de vergonha. Quando uma pessoa é freqüentemente zombada, humilhada, ridicularizada em público, ela pode ter seqüelas dessa situação para o resto da vida, como por exemplo, ela pode perder a confiança em si mesmo, ter a auto-estima baixa, entre outras seqüelas que podem surgir. As pessoas gostam de cabelo liso, cintura fina, ceios "avantajados", nariz reto e fino, barriga "tanquinho", olhos claros, orelhas pequenas, testa pequena e celulite zero. Por isso quem não se enquadrar neste conceito de beleza, infelizmente, vai ser motivo de zombaria, vai ouvir que seu nariz é assim, é assado. Orelha disso, orelha daquilo. Cabelo de alguma coisa. Se formos altos demais ou baixos demais, gordos demais ou magros demais, seremos motivo de chacota. Resumindo; querem um corpo perfeito. Perfeito aos olhos deles que gostam de zombar dos outros né, pois para mim não existem feições feias, existem feições diferentes umas das outras. Mas, todo mundo quer ser igual para não ser humilhado. Todos querem estar no padrão.Quem tem dinheiro para mudar sua aparência faz milhares de tratamentos, plásticas e passa a vida inteira presa nisso. E quem não tem condições passa a vida inteira sofrendo, frustrado (a) e não se aceitando.
Eu vejo dessa maneira: - É tudo uma questão de moda. Ninguém tem características feias, elas simplesmente não estão na moda. Eu me lembro que antigamente considerava-se feio mulheres com seios grandes, elas eram até complexadas, sonhavam em diminuir o tamanho dos seios. Hoje todo mundo quer aumentar os seios. Hoje todo mundo quer aumentar o tamanho dos lábios, que há pouco tempo atrás quem tinha a boca carnuda era chamada de beição (essa eu falo por experiência própria rs), antes ninguém achava bonito, hoje todo mundo acha lindo.

Se de repente uma mulher com seios pequenos fizer o maior sucesso, as outras mulheres vão correr para as clínicas de cirurgia plástica para retirar o silicone.Isso mostra que as pessoas que modificam sua aparência são pessoas que se olham com os olhos dos outros e se comparam aos outros.Seguir padrão de beleza é uma tremenda de uma falta de autenticidade.
Nós não precisamos que os outros nos achem bonitos. Ou precisamos? Para quê? Não devemos ficar nos comparando a ninguém. Se os olhos azuis daquela moça são lindos, os meus olhos negros ou orientais também são. Se o cabelo liso daquela moça é bonito, o meu cabelo encaracolado também é.Ficar se comparando aos outros, querer ser igual aos outros, só nos faz sofrer. Buscar ser magra igual a vizinha, amiga, irmã, atriz, enfim, só nos traz sofrimento, nunca nos traz alegria porque é uma busca que não termina.
Portanto, antes de tomarmos a decisão de modificar alguma característica de nosso corpo devemos pensar: - Aqueles que tanto riram e nos ridicularizaram, é exatamente essas mesmas pessoas que queremos agradar. Queremos que elas gostem da gente, da nossa aparência.Será que vale a pena? Acho que essas pessoas não merecem nosso sacrifício, afinal a vida inteira elas só fizeram a gente não gostar da gente mesmo. Só fizeram a gente odiar a gente mesmo e não nos aceitar. E ainda queremos agradá-las? Elas não merecem.

Eu sou assim: - Não admito mais piadinhas a meu respeito. Não admito mais humilhações. Me chateou, me ofendeu? Eu viro a cara. E essa pessoa para mim morreu. Eu respeito todo mundo e exijo respeito em troca.

Com essa atitude, eu não estou perdendo amizades, eu estou vendo quem são meus amigos de verdade, quem realmente me respeita.

Lógico que essa atitude radical não é a mais indicada mas, de qualquer forma, todos que se incomodam com piadinhas e se sentem humilhados devem encontrar uma maneira de conscientizar as pessoas, de que "comigo ninguém mexe mais".Todo mundo me fala que eu não aceito brincadeira, e eu não aceito mesmo. Quando um humorista faz uma piada e a platéia não ri, não é que a platéia não sabe brincar, o problema está no humorista que não sabe fazer piada. E eu acho que toda vez que alguém não aceitar uma brincadeira minha o problema está em mim e na piada que eu fiz. Vai ver, a piada não é uma piada aceitável. Ninguém é obrigado a rir ou a gostar do que eu falo.Outra coisa; quando alguém te ofender, deixa entrar por um ouvido e sair pelo outro, jamais deixe entrar no coração. No coração só coisas boas, ok?
Uma coisa que eu aprendi, é que ninguém é 100%.Por mais que a gente trabalhe nossa mente ou nosso emocional para nos aceitarmos, nunca chegaremos a perfeição. Sempre teremos algo que vamos tentar mudar. Quando alguém vai buscar tratamento para mudar algum probleminha emocional, como por exemplo, timidez, agressividade, etc. Ela consegue melhorar muito mas, nunca será 100%. Ainda terá situações que a deixem tímida ou agressiva.É absolutamente natural não aceitarmos algum defeito, seja ele físico ou defeito de caráter. Cuidar do cabelo, da pele, das unhas, toda mulher sabe como isso faz bem para gente e melhora o nosso humor. O que determina se eu me aceito ou não me aceito é a quantidade. Fazer plásticas no nariz, na boca, usar lente para mudar a cor dos olhos, fazer lipo, colocar silicone em tudo quanto é lugar do corpo e fazer isso tudo sem limites, está na hora de eu parar para pensar, tentar me livrar dos "traumas" que me fazem sofrer e me libertar da opinião dos outros.

Existem cinco dicas que eu procuro seguir diariamente:

* Nunca se compare a ninguém.

* Nunca se olhe com os olhos dos outros.

* Nunca deixe uma ofensa entrar no teu coração.

* Não preciso que ninguém me ache bonito (a).

* Só aceite elogios a teu respeito.



Beijos à Todos!

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

49 - BlogDay 2008

Blog Day 2008

Site do BlogDay http://www.blogday.org

Olá pessoal, ontem dia 31 de Agosto o Blog do Cris
Palavras ao Vento, o Blog Super Dicasss e o Blog da Teca Tudo que há de Bom me indicaram para o BlogDay 2008

O que é o BlogDay?
BlogDay foi criado na convicção de que os bloggers deverão ter um dia dedicado ao conhecimento de novos blogs, de outros países ou áreas de interesse. Nesse dia os bloggers recomendarão novos blogs aos seus visitantes.

O que acontecerá no BlogDay?
Durante o dia 31 de Agosto, bloggers de todo o mundo farão um post a recomendar a visita a novos blogs, de preferência, blogs de cultura, pontos de vista ou atitude diferentes do seu próprio blog. Nesse dia, os leitores de blogs poderão navegar e descobrir blogs desconhecidos, celebrando a descoberta de novas pessoas e novos bloggers.

Como vocês perceberam o dia do Blog foi ontem. Eu só estou postando hoje porque eu não sabia da existência do BlogDay mas, agradeço ao Cris e a Jaque pela indicação, fiquei extremamente feliz, visitem o blog deles. Não vou indicar os 5 blogs porque já passou o dia do Blog e se eu pudesse ficar indicando blogs para o BlogDay quando eu bem quisesse não teria porque escolher um dia específico para o dia do Blog, não é verdade? Tem que ser no dia correto (31 de Agosto). Agora não dá mais (rs) me perdoem, ano que vem eu prometo que não perderei esse dia.



Nota sobre o post anterior: Sobre o post anterior, atualmente eu trabalho por conta (Saí da corrida dos ratos. Quem já leu o livro 'Pai Rico, Pai Pobre' vai entender sobre essa corrida) portanto, não há risco de eu perder o emprego, não se preocupem comigo não (rsrs) mas, eu agradeço. Podem ficar tranqüilos que eu não vou me mandar embora não (rs). E eu usei o exemplo do tempo de pausa lanche apenas como exemplo mas, no post eu estava reclamando do Sindicato e o Sindicato não podia me mandar embora.
Ganhei o Selinho Este Blog me faz Viajar do Blog da Dany Mundo da Dany.

Image Hosted by ImageShack.us


Beijos à Todos!

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

47 - Transferências

Muitas vezes transferimos nossa personalidade, nosso caráter, jeito, valores, medos para outras pessoas.
Quando fico chateada ou brava com alguém, eu viro a cara e fico de bico. E quando eu percebo que irritei ou magoei uma pessoa, fico com receio de que ela vire a cara para mim também. Mas, isso raramente acontece, sempre que brigo com a minha irmã ela nem se importa com a briga e fala comigo normalmente, ela não guarda rancor mas, por eu ficar de bico com ela toda vez que brigamos, fico pensando que ela também ficará de bico comigo quando eu brigar. Eu acabo transferindo o meu jeito para ela, achando que ela vai fazer igual.
Eu tenho um vizinho que compra e não paga, todo mundo fala isso, conheço várias pessoas que já levaram calote dele. Esse vizinho sobrevive do aluguel de alguns imóveis que ele tem. Coitado de quem atrasar o aluguel, ele atormenta a vida da pessoa e até a despeja.
Meu pai fala que quem é pilantra com os outros, pensa que todos são pilantras com ele também, por isso fica preocupado em receber o aluguel. Ou seja, ele transfere seu caráter duvidoso para os outros e acha que todos são iguais à ele.
Tem gente que morre de medo da solidão e vive atormentando as amigas dizendo que elas precisam de um companheiro senão a vida delas será solitária.
Mas, existem pessoas independentes que gostam de morar sozinhas e não tem sentimento de solidão. Se eu tenho medo da solidão não significa que todos tenham também por isso, não tenho que atormentar os outros.
Uma vez eu pedi demissão de uma empresa em que trabalhava e a minha chefe achou ruim, não gostou. Então ela começou a me dizer que as outras funcionárias eram vitoriosas porque conseguiram comprar carro e estavam fazendo faculdade, tudo isso com o dinheiro daquele trabalho e que eu dificilmente conseguiria essas coisas em outro emprego.
Mas para mim, o sucesso é muito relativo. Se para algumas funcionárias ter carro e fazer faculdade era sucesso, para mim não era. Para mim o sucesso era conseguir outro emprego e sair de lá, e eu consegui, alcancei o que PARA MIM era sucesso.
Quem se acha uma pessoa invejada é porque morre de inveja dos outros.
Há pessoas que não confiam em ninguém, dizem de boca cheia que não existe ninguém confiável. Pode estar havendo uma transferência aí nessa história. Se ela não confia em ninguém e acha que todos vão passá-la para traz, provavelmente é ela quem é desse jeito, ela que passa os outros para traz e não é confiável.
Vamos ficar espertos quando alguém disser que neste mundo só existe enganadores, ladrões, corruptos pois, pode estar havendo uma transferência de caráter por parte dessa pessoa.

Beijos à Todos!

terça-feira, 26 de agosto de 2008

46 - Por que político que rouba sempre ganha a eleição?

São sempre os mesmos que ganham a eleição, ou pelo menos, o mesmo partido. Político que rouba sempre ganha a eleição por causa de uma famosa frase que eu escuto em todas as eleições: "Ele rouba mas, faz".
Um absurdo né!
E quem costuma dizer essa frase é o próprio povo (mas, em vez de ficarmos condenando o povo por causa disso, devemos encontrar as soluções que o levem à votarem melhor, chamar o povo de burro não resolve o problema, não é ofendendo que vamos conseguir alguma coisa). Eu penso que, caso eu tenha uma empregada doméstica que rouba as minhas coisas, eu não vou continuar empregando-a só porque ela faz o serviço. Alguns políticos que não vou citar nomes, vivem envolvidos em escândalos mas, o povo continua votando neles, só porque eles fizeram metrôs, túneos e avenidas. Eu acho que; mesmo que um político tenha feito algo pela cidade, estado ou país, quem rouba tem que estar na cadeia e não no poder. Eu não dou voto para quem está envolvido em escândalos mesmo que ele tenha feito alguma obra ou tenha dado algum benefício para a população afinal, lugar de ladrão é na cadeia e não no poder.
Beijos à Todos!

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

45 - Comportamentos

Antes de começar a falar sobre o assunto de hoje vou só entregar alguns selinhos, é rápidinho.
Este selo acima "Este blog me dá asas" quem me deu foi a Monique Lôbo no dia 11 de Agosto. Obrigada Monique, amei. Eu já o tinha postado junto com os outros selinhos aí na coluna ao lado e agora o coloquei no post como de costume. Repasso este selo para o blog da Jéssica sleeping lessons e para o blog Viajante da Imensidão.


O Selo "Este blog é no Capricho" eu repasso para as minhas melhores amigas da blogosfera que são a Teca, Monique Lôbo, Layz, Nina e Martinha. De umas semanas para cá tenho conhecido novas blogueiras(os) espero um dia me tornar amiga de todos, estamos só nos conhecendo ainda (rs).

E o selinho "Este selinho é de coração" eu repasso para todos os que estão na minha lista de blogs. Nenhum desses selinhos têm regras portanto, não é necessário repassar e postar, só se vocês quiserem, lógico!
O título do meu post é 'comportamentos'. Dizem os especialistas em alguma área que eu não sei o nome, que quando alguém mexe com a gente nós podemos ter três tipos de reações: Podemos reagir com um comportamento passivo ou com um comportamento agressivo ou com um comportamento assertivo.
Por exemplo:
Imagine que você deixou seu carro no lava-rápido e quando o trouxe de volta para casa percebeu que tinha uma mancha no carro, ou seja, você pagou para lavar o carro e mesmo assim ele não ficou totalmente limpo. Como você reagiria em uma situação dessas?
Você mesma(o) limparia a mancha? Ou você voltaria até o lava-rápido e "faria o maior barraco"?
Quem disse "eu mesma(o) limparia a mancha", teve um comportamento passivo. E quem disse que "faria o maior barraco" teve um comportamento agressivo.
Mas, dizem que o ideal é termos sempre comportamentos assertivos. O comportamento assertivo não ofende e nem briga com ninguém (ao contrário do agressivo) e também não aguenta tudo de cabeça baixa (ao contrário do passivo). Em uma situação como essa nós podemos voltar até o lava-rápido, explicar que ainda tem uma mancha no carro e pedir para que limpem. Não precisa ofender ninguém e não precisa aguentar tudo como se nada tivesse acontecido.
Já pensou se você tem uma coleção linda de cristais delicadíssimos enfeitando tua estante e então, tua amiga vai te visitar e leva o filhinho dela de 3 ou 4 anos e ele começa à mexer em tudo. O que você faria?
Brigaria com a crianças e com sua amiga dizendo que o filho dela não têm educação (comportamento agressivo) ou deixaria o menino mexendo na tua coleção de cristais lindos correndo o risco de quebrá-los? (comportamento passivo).
Uma boa idéia de comportamento assertivo é arranjar algum brinquedo e dar para a criança brincar e dizer para a mãe dele que está dando o brinquedo pois, ele pode se cortar com os cristais. Não precisou criar inimizade com a tua amiga e nem perdeu os teus cristais.
Quando me falaram o exemplo do lava-rápido eu pensei logo em limpar a mancha do carro e o pior é que eu sou assim quase o tempo todo, tenho um comportamento passivo. Mas, devemos ter comportamentos assertivos principalmente no trabalho. Em vez de um chefe sair gritando com os funcionários ou deixar eles usarem e abusarem da sua boa vontade, ele deve procurar ter sempre um comportamento assertivo, não ofendendo ninguém e nem fazendo papel de chefe bobão.
Beijos à Todos!